Mensagens de Amor

O que adianta um amor que a gente não sabe se existe ou não?
O que adianta um amor se a gente não pode compartilhar?
O que adianta um amor se você não alimentar ele morre?
O que adianta um amor que pode quebrar barreiras, mas ele não se manifesta?
O que adianta um amor eterno se você não demonstra ele?
O que adianta um amor que tem várias formas?
O que adianta um amor se você não sabe o que é o amor?
Amor serve para muita coisa e a principal dela é sempre para conseguir uma pessoa especial que você gosta... Mas adianta alguma coisa se você não dá valor a ela. Por isso o amor não é correspondido... Porque ele nunca está em primeiro lugar na vida de alguém.
Se você quiser mudar essa história de amor não correspondido olhe para a pessoa que você gosta e diga assim:
Meu amor, você sabe que o amor que tenho por você existe... Você sabe que eu vou compartilhar ele com você... Você sabe que eu nunca vou deixar o meu amor por você morrer... Você sabe que o amor que tenho por você quebra muitas barreiras... Você sabe que o amor que tenho por você é eterno e eu vou sempre demonstrá-lo... Você sabe que o meu amor por você tem apenas uma forma, que é para sempre vou te amar... Você sabe que o meu amor por você não é amor, mas sim paixão.
Você pode falar que ama, mas você não ama... Você pode falar que gosta, mas você não gosta... Você pode fazer várias promessas de amor, mas o que adianta se você não as cumprem... Você pode fazer a carta mais linda de amor, mas o que adianta se você pensa em outra pessoa.
O amor não é brincadeira. Nunca magoe alguém com o seu sentimento.
Amor é quando você fica com a perna tremendo quando vê a pessoa que você gosta... Amor é quando você fica sem fala, igual quando você tem medo... Amor é uma coisa tão forte que você não sabe de onde vem... Amor é uma coisa mais poderosa que tudo nesse mundo... Amor é quando uma pessoa olha para a outra e fica sem reação... Amor não vem de uma hora para outra, mas sim com o tempo... Isso sim é amor.

O amor não se conjuga no passado, no presente e até mesmo no futuro, o amor constrói-se, o amor aparece de uma forma espontânea e por vezes arrebatadora que nos leva para um mundo totalmente diferente daquele onde vivíamos.
O amor é mesmo assim, imprevisível, doloroso ou até mesmo capaz de romper com tudo e dar assas para uma pessoa poder voar.
Sorte daquele que descobre o amor, ele não deve ser procurado como se de um tesouro se tratasse, ele não deve ser utilizado como um simples sentimento que se pega e deita fora, o amor é diferente, aparece e desaparece, constrói-se e reconstrói-se, vive-se e não se vive ou apenas sente-se ou não.
Nem todos têm a sorte de sentir amor, apenas sentem outros sentimentos e enganam o seu próprio coração ao inventar que algo que não passa de simples sentimentos são o verdadeiro amor.
O amor não é fácil de ser descrito, para mim, amor é uma coisa e para ti, amor pode ser entendido de outra forma completamente contrária e despertar em ti sentimentos muito diferentes dos meus.
Gosto de falar em amor, sei que com ele aparecem uma serie de sentimentos associados como saudade, dor, alegria, paixão e muitos mais que poderia levar aqui a enumerar.
O amor é mesmo assim um misto de emoções, uma mão cheia de tudo e ao mesmo tempo de nada, um chão onde se pode assentar os pés ou um mar onde temos de nadar e lutar para conseguirmos sobreviver ou até mesmo uma brisa forte que nos é capaz de pôr a voar.
O amor é, contudo, palco de muitas histórias, de muitas novelas, de muitos filmes, de muitos romances e de muitas tragédias. As pessoas adoram assistir a teatros que tenham como tema principal o amor. Quem não procura o amor? Quem não quer amar e ser amado?
Penso que o amor está mais vivo que nunca, que o amor é o sentimento mais forte e capaz de mover montes e montanhas para juntar duas pessoas que se amam. O amor é assim e o meu amor por ti não é diferente, arrebatador e forte, mas também inseguro e frágil...

O amor me convenceu que você será sempre minha e eu serei sempre seu em tantos anos vividos nada do que tenho é meu mas tudo que tenho na vida foi do amor que procedeu Vivendo sempre ao seu lado sonhamos, fizemos planos mas nunca esquecemos do amor em nosso cotidiano sofremos decepções, algumas barreiras ainda não pulamos se derrotas sofremos no amor nos firmamos
Foram inúmeras tempestades, mas o amor nos protegeu vencemos batalhas que sem amor ninguém venceu nosso amor não tem limites pois em tudo é superior as vezes eu me pergunto qual a razão desse amor?
Eu sei que cresceu em mim, mas foi você quem plantou sou apenas um jardineiro tentando cultivar essa flor tenho ciúme da fragrância pois nem só em mim permanece embora de ti não se esgote a fonte de tanto amor
Quem sentiu jamais esquece tal aroma encantador quanto mais exala mais se multiplica é o que dá sentido à vida é como resposta de uma prece não importa os anos que passam cada dia melhor ele fica
Quero esse amor respirar dele sempre me encher pois somente o amor edifica e é a base do nosso viver um amor que tudo sofre, mas ainda assim é paciente encoraja os desanimados sofre com os inocentes Com um amor que sai das profundezas sempre o mesmo em momentos diferentes que me faz ver a mulher eternamente menina sorriso sincero, olhos brilhantes de rara beleza
Esse é o amor verdadeiro que de Deus veio certeiro se dividiu em vários pedaços, mas em todos está por inteiro apenas tive o privilégio de poder sentir primeiro ainda hoje me fascina ou quem sabe me alucina
Para expressar esse amor não existem palavras em nosso vocabulário mas guardo em meu coração nesse pequeno relicário a história de um grande amor que tenho experimentado
Independente do tempo que já tenha passado é novo em cada aniversário é um amor incomparável esse que Deus nos deu por ele sempre agradeço: obrigado, pois nosso amor venceu

Em tempos atrás viviam duas crianças, um menino e uma menina, que tinham entre quatro e cinco anos de idade. O menino chamava-se Amor e a Menina Loucura.
O Amor sempre foi uma criança calma, doce e compreensiva. Já Loucura era muito emotiva, passional e impulsiva, enfim, do tipo que jamais levava desaforo para casa. Entretanto com todas as diferenças as crianças cresciam juntas, inseparáveis. brincando, brigando... Mas houve um dia em que o Amor não estava muito bem, e acabou cedendo às provocações de Loucura, com a qual teve uma discussão muito feia.
Ela não deixava nada barato, estava furiosa como nunca com o Amor, começou a agredi-lo, mas não só verbalmente como de costume. A menina estava tão descontrolada que agrediu o garoto fisicamente e, antes que pudesse perceber, arrancou os olhos do Amor.
O Amor sem saber o que fazer, chorando foi contar à sua mãe, a deusa Afrodite, o que havia ocorrido. Inconsolada, Afrodite implorou à Zeus que ajudasse seu filho e que castigasse, Loucura. Zeus, por sua vez, ordenou que chamassem a garota para uma séria conversa.
Ao ser interrogada a menina respondeu como se estivesse com a razão que o Amor havia lhe aborrecido e que foi merecido tudo o que aconteceu. Embora soubesse que não fora justa com seu amigo, a menina que nunca soube se desculpar concluiu dizendo que a culpa havia sido do Amor e que não estava nem um pouco arrependida.
Zeus, perplexo com a aparente frieza daquela criança disse que nada poderia fazer para devolver a visão do Amor, mas, ordenou que Loucura estaria condenada a guiá-lo por toda a eternidade estando sempre junto ao Amor em cada passo que este desse. E até hoje eles caminham juntos, onde quer que o Amor esteja com ele estará Loucura, quase que fundidos numa só essência. Tão unidos que por vezes não se consegue definir onde termina o Amor e onde começa a Loucura.
E também por isso que usa-se dizer que o Amor é cego. mas isso não é verdade, pois o Amor tem os olhos da Loucura.