Mensagens de Amor

A paixão cresce na mesma medida que a rejeição, mas isso sempre foi assim. Foi sempre assim e sempre doeu. É um incômodo. É uma dor. E como dói! Quando saio todas as manhãs para observar o dia e, eventualmente, me apaixonar de novo. Não esperava que aquela paixão arrebatadora tomasse meu coração. Acho tudo isso muito engraçado e dou risadas despretensiosas. Mas aos poucos vou tomando consciência que já não posso controlar esse sentimento e aos poucos o riso cessa. O silêncio é assustador. A paixão intimida. Sinto medo. Volto a sorrir. A paixão vence e me silencia. Estou apaixonada!

Blog Poetinha Feia

Com o tempo você vai percebendo que para ser feliz com uma outra pessoa, você precisa, em primeiro lugar, não precisar dela.
Percebe também que aquela pessoa que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente, não é o homem ou mulher da sua vida.
Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você.
O segredo é não correr atrás das borboletas... É cuidar do jardim para que elas venham até você. No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você...

Não sei mais viver sem você, você é a pessoa com quem eu sonho toda noite.
Você me diz todo dia aquelas palavras doces que só de sua boca eu quero ouvir...
Não sei como, nem sei quando comecei a te amar, agora eu só sei que te amo.
Você me deu vida nova, transformou minha tristeza em alegria.
Você é que adoça minha alma.
Você é quem me fez descobrir dentro de mim, o mais puro sentimento que uma pessoa pode sentir por outra.
Você é aquele que me deu asas, segurou minhas mãos e me fez voar junto a ti.
Quando a saudade vem, me lembro de tudo que você é pra mim.
Te amo e ninguém vai tirar você de mim.
Porque você é o meu sonho, e eu não consigo mais viver sem você.

Como preencher o vazio da minha alma sem a sua
companhia...
Os pensamentos embaralham na minha cabeça
como um redemoinho...
Ficar perto de você desse jeito é muito dolorido...
Ir para longe me dá muito medo...
Ah ! como te amo...
Gostaria de me aninhar na sua pele, meu leito...
Sentir o calor do seu olhar, como era antes...
Meu peito está oco, que minha voz ecoa dentro
dele...
Minhas mãos anseiam por sua pele...
Meu corpo arrepia com sua presença...
Meus olhos brilham quando a vê...
Mas... meu coração sofre...
Sofre o sofrimento da dor de não senti-la junto dele...
Enfim... meu espírito flutua aleatoriamente tentando encontrar a sua alma...
Porém, ainda respiro... ainda posso lutar e sonhar...

Talvez um dia você consiga entender, que eu nunca fiz nada para te magoar, eu precisava de carinho um pouco mais de atenção, precisava de alguém para curar a outra paixão, você disse que me amava, que nunca iria me esquecer nos momentos mais difíceis você resolveu se arrepender.
Quem sabe um dia você me compreenda e entenda a mensagem que eu sempre tentei passar...

TE AMO e não vou te deixar.

Se além do horizonte encontrares alguém que te ame mais do que eu, esqueça-me...

Mas quando a brisa fria e mansa tocar em seu rosto sereno, não se assuste!

São minhas saudades que te beijam em silêncio

Eu te Amo!

O que adianta um amor que a gente não sabe se existe ou não?
O que adianta um amor se a gente não pode compartilhar?
O que adianta um amor se você não alimentar ele morre?
O que adianta um amor que pode quebrar barreiras, mas ele não se manifesta?
O que adianta um amor eterno se você não demonstra ele?
O que adianta um amor que tem várias formas?
O que adianta um amor se você não sabe o que é o amor?
Amor serve para muita coisa e a principal dela é sempre para conseguir uma pessoa especial que você gosta... Mas adianta alguma coisa se você não dá valor a ela. Por isso o amor não é correspondido... Porque ele nunca está em primeiro lugar na vida de alguém.
Se você quiser mudar essa história de amor não correspondido olhe para a pessoa que você gosta e diga assim:
Meu amor, você sabe que o amor que tenho por você existe... Você sabe que eu vou compartilhar ele com você... Você sabe que eu nunca vou deixar o meu amor por você morrer... Você sabe que o amor que tenho por você quebra muitas barreiras... Você sabe que o amor que tenho por você é eterno e eu vou sempre demonstrá-lo... Você sabe que o meu amor por você tem apenas uma forma, que é para sempre vou te amar... Você sabe que o meu amor por você não é amor, mas sim paixão.
Você pode falar que ama, mas você não ama... Você pode falar que gosta, mas você não gosta... Você pode fazer várias promessas de amor, mas o que adianta se você não as cumprem... Você pode fazer a carta mais linda de amor, mas o que adianta se você pensa em outra pessoa.
O amor não é brincadeira. Nunca magoe alguém com o seu sentimento.
Amor é quando você fica com a perna tremendo quando vê a pessoa que você gosta... Amor é quando você fica sem fala, igual quando você tem medo... Amor é uma coisa tão forte que você não sabe de onde vem... Amor é uma coisa mais poderosa que tudo nesse mundo... Amor é quando uma pessoa olha para a outra e fica sem reação... Amor não vem de uma hora para outra, mas sim com o tempo... Isso sim é amor.

Vida
É o amor existencial.
Razão
É o amor que pondera.
Estudo
É o amor que analisa.
Ciência
É o amor que investiga.
Filosofia
É o amor que pensa.
Religião
É o amor que busca a Deus.
Verdade
É o amor que eterniza.
Ideal
É o amor que se eleva.

É o amor que transcende.
Esperança
É o amor que sonha.
Caridade
É o amor que auxilia.
Fraternidade
É o amor que se expande.
Sacrifício
É o amor que se esforça.
Renúncia
É o amor que depura.
Simpatia
É o amor que sorri.
Trabalho
É o amor que constrói.
Indiferença
É o amor que se esconde.
Desespero
É o amor que se desgoverna.
Paixão
É o amor que se desequilibra.
Ciúme
É o amor que se desvaira.
Orgulho
É o amor que enlouquece.
Sensualismo
É o amor que se envenena.
Finalmente, o ódio, que julgas ser a antítese do amor, não é senão o próprio amor que adoeceu gravemente.

Francisco Cândido Xavier

O amor não escolhe
Somos pegos de surpresa
O amor não prefere
Ele dá preferência
O amor sente
O amor capta
O amor atrai
O amor conquista
O amor provoca
O amor revela
O amor seduz
O amor manifesta
O amor se dá
O amor marca
O amor impressiona
O amor assinala com ferro em brasa
O amor deixa traços de sua presença
O amor deixa-se descobrir
O amor se faz conhecer
O amor edifica
O amor dá origem
O amor completa
O amor domina
E preenche todos os espaços da felicidade
Se quiser saber mais do que o amor é capaz
AME... AME... AME!

O amor não se conjuga no passado, no presente e até mesmo no futuro, o amor constrói-se, o amor aparece de uma forma espontânea e por vezes arrebatadora que nos leva para um mundo totalmente diferente daquele onde vivíamos.
O amor é mesmo assim, imprevisível, doloroso ou até mesmo capaz de romper com tudo e dar assas para uma pessoa poder voar.
Sorte daquele que descobre o amor, ele não deve ser procurado como se de um tesouro se tratasse, ele não deve ser utilizado como um simples sentimento que se pega e deita fora, o amor é diferente, aparece e desaparece, constrói-se e reconstrói-se, vive-se e não se vive ou apenas sente-se ou não.
Nem todos têm a sorte de sentir amor, apenas sentem outros sentimentos e enganam o seu próprio coração ao inventar que algo que não passa de simples sentimentos são o verdadeiro amor.
O amor não é fácil de ser descrito, para mim, amor é uma coisa e para ti, amor pode ser entendido de outra forma completamente contrária e despertar em ti sentimentos muito diferentes dos meus.
Gosto de falar em amor, sei que com ele aparecem uma serie de sentimentos associados como saudade, dor, alegria, paixão e muitos mais que poderia levar aqui a enumerar.
O amor é mesmo assim um misto de emoções, uma mão cheia de tudo e ao mesmo tempo de nada, um chão onde se pode assentar os pés ou um mar onde temos de nadar e lutar para conseguirmos sobreviver ou até mesmo uma brisa forte que nos é capaz de pôr a voar.
O amor é, contudo, palco de muitas histórias, de muitas novelas, de muitos filmes, de muitos romances e de muitas tragédias. As pessoas adoram assistir a teatros que tenham como tema principal o amor. Quem não procura o amor? Quem não quer amar e ser amado?
Penso que o amor está mais vivo que nunca, que o amor é o sentimento mais forte e capaz de mover montes e montanhas para juntar duas pessoas que se amam. O amor é assim e o meu amor por ti não é diferente, arrebatador e forte, mas também inseguro e frágil...

O amor me convenceu que você será sempre minha e eu serei sempre seu em tantos anos vividos nada do que tenho é meu mas tudo que tenho na vida foi do amor que procedeu Vivendo sempre ao seu lado sonhamos, fizemos planos mas nunca esquecemos do amor em nosso cotidiano sofremos decepções, algumas barreiras ainda não pulamos se derrotas sofremos no amor nos firmamos
Foram inúmeras tempestades, mas o amor nos protegeu vencemos batalhas que sem amor ninguém venceu nosso amor não tem limites pois em tudo é superior as vezes eu me pergunto qual a razão desse amor?
Eu sei que cresceu em mim, mas foi você quem plantou sou apenas um jardineiro tentando cultivar essa flor tenho ciúme da fragrância pois nem só em mim permanece embora de ti não se esgote a fonte de tanto amor
Quem sentiu jamais esquece tal aroma encantador quanto mais exala mais se multiplica é o que dá sentido à vida é como resposta de uma prece não importa os anos que passam cada dia melhor ele fica
Quero esse amor respirar dele sempre me encher pois somente o amor edifica e é a base do nosso viver um amor que tudo sofre, mas ainda assim é paciente encoraja os desanimados sofre com os inocentes Com um amor que sai das profundezas sempre o mesmo em momentos diferentes que me faz ver a mulher eternamente menina sorriso sincero, olhos brilhantes de rara beleza
Esse é o amor verdadeiro que de Deus veio certeiro se dividiu em vários pedaços, mas em todos está por inteiro apenas tive o privilégio de poder sentir primeiro ainda hoje me fascina ou quem sabe me alucina
Para expressar esse amor não existem palavras em nosso vocabulário mas guardo em meu coração nesse pequeno relicário a história de um grande amor que tenho experimentado
Independente do tempo que já tenha passado é novo em cada aniversário é um amor incomparável esse que Deus nos deu por ele sempre agradeço: obrigado, pois nosso amor venceu

A inteligência sem amor, te faz perverso A justiça sem amor, te faz implacável
A diplomacia sem amor, te faz hipócrita O êxito sem amor, te faz arrogante
A riqueza sem amor, te faz avaro A docilidade sem amor te faz servil
A pobreza sem amor, te faz orgulhoso A beleza sem amor, te faz ridículo
A autoridade sem amor, te faz tirano O trabalho sem amor, te faz escravo
A simplicidade sem amor, te deprecia A oração sem amor, te faz introvertido
A lei sem amor, te escraviza A política sem amor, te deixa egoísta
A fé sem amor te deixa fanático A cruz sem amor se converte em tortura
A vida sem amor... Não tem sentido.

Quando o amor ainda está mesclado com os impulsos do instinto e do
desejo, nós o encontramos sob o nome de PAIXÃO.
Quando o amor traduz afinidade, carinho e respeito mútuo,
nós o chamamos de
AMIZADE.
Quando o amor resvala pelos caminhos áridos do ciúme e da posse, ele
aprisiona, e é quando encontramos o APEGO.
Quando o amor liberta, nós o chamamos de renúncia.
Quando o amor ainda está fechado em si mesmo, como semente escura e
enclausurada, nós o chamamos de EGOÍSMO.
Quando o amor se
expende como um
Sol ardente, em
benefício do
semelhante,
torna-se
divino, e o
chamamos de
CARIDADE.

O ÓDIO é apenas a ausência de amor, assim como a sombra é a
ausência de luz, ou então...

... é o amor traído e, por isso mesmo, tempestuoso
O amor é como o Sol...
... está por toda parte.
A diferença está na maneira refletimos
O amor é a força que une os mundos...
... até mundos tão diferentes como
eu e você...
... está presente nos pequenos seres...
... e até nos recantos mais escondidos do coração.
Quando nos afastamos desse AMOR, sentimos o frio e a infelicidade na alma.
Se nos aproximamos dele, sentimos a paz e a alegria. Porém, esse amor
terá matizes diversos, segundo a nossa capacidade de percebê-lo em nós.
Essa é a LEI da vida...
Estamos imersos nesse AMOR.
E é para ele o destino de todos nós.
AMAI-VOS
Vós sois AMOR.

Quando eu era pequenina na cidade grande, uma pessoa muito especial me contou uma história mais ou menos assim:
"O amor é como uma caixinha, onde se coloca e se tira... Quando se dá amor, se tira da nossa caixinha e coloca na caixinha do outro. Quando se recebe amor, se tira da caixinha do outro e coloca na nossa."
Acho que essa foi a melhor explicação que já recebi até hoje do amor...
Se você só recebe e não dá, a caixinha lota e ninguém mais consegue te dar amor. Se você só dá, chega uma hora que acaba o seu. Por isso, na vida é importante dar e receber amor. Nem sempre aquele que recebe de nós é o que nos dá. Nem sempre damos de quem recebemos. Mas sempre estamos fazendo troca e reciclando o nosso estoque de amor.
Não deixe sua caixinha esvaziar, nem deixe sua caixinha lotar. Saiba dar e saiba receber. Coloque amor em tudo que faz, desde o acordar até o dormir, no trabalho, no trânsito, em casa... As coisas, os detalhes feitos com amor têm outro sabor, tanto para quem faz como para quem recebe. Coloque amor no seu sorriso pela manhã. Coloque amor no bom dia animado. Coloque amor nos detalhes do dia. Coloque amor nas pequenas coisas, e nas grandes também! E você verá que sua vida será cheia de realizações, sucesso, alegrias, coisas boas e amor.
Lembre-se de que a felicidade só depende de nós e viva melhor!

Em tempos atrás viviam duas crianças, um menino e uma menina, que tinham entre quatro e cinco anos de idade. O menino chamava-se Amor e a Menina Loucura.
O Amor sempre foi uma criança calma, doce e compreensiva. Já Loucura era muito emotiva, passional e impulsiva, enfim, do tipo que jamais levava desaforo para casa. Entretanto com todas as diferenças as crianças cresciam juntas, inseparáveis. brincando, brigando... Mas houve um dia em que o Amor não estava muito bem, e acabou cedendo às provocações de Loucura, com a qual teve uma discussão muito feia.
Ela não deixava nada barato, estava furiosa como nunca com o Amor, começou a agredi-lo, mas não só verbalmente como de costume. A menina estava tão descontrolada que agrediu o garoto fisicamente e, antes que pudesse perceber, arrancou os olhos do Amor.
O Amor sem saber o que fazer, chorando foi contar à sua mãe, a deusa Afrodite, o que havia ocorrido. Inconsolada, Afrodite implorou à Zeus que ajudasse seu filho e que castigasse, Loucura. Zeus, por sua vez, ordenou que chamassem a garota para uma séria conversa.
Ao ser interrogada a menina respondeu como se estivesse com a razão que o Amor havia lhe aborrecido e que foi merecido tudo o que aconteceu. Embora soubesse que não fora justa com seu amigo, a menina que nunca soube se desculpar concluiu dizendo que a culpa havia sido do Amor e que não estava nem um pouco arrependida.
Zeus, perplexo com a aparente frieza daquela criança disse que nada poderia fazer para devolver a visão do Amor, mas, ordenou que Loucura estaria condenada a guiá-lo por toda a eternidade estando sempre junto ao Amor em cada passo que este desse. E até hoje eles caminham juntos, onde quer que o Amor esteja com ele estará Loucura, quase que fundidos numa só essência. Tão unidos que por vezes não se consegue definir onde termina o Amor e onde começa a Loucura.
E também por isso que usa-se dizer que o Amor é cego. mas isso não é verdade, pois o Amor tem os olhos da Loucura.

Muitas vezes nos perguntamos o que fazemos com esse Amor todo que sentimos e nem sempre temos para quem entregar. Um Amor especial, Amor único, definitivo. Um Amor que aparenta não ter sido domado, meio que bravio, mas que em outros momentos é sensato, dedicado, atencioso. Um Amor sedento que se permite cativar. Um Amor que nos faz sentir que fugimos do ponto, que mexe com nossas referências, que nos faz pairar no espaço, levitar nosso Ser e que no momento seguinte nos puxa de volta para seu aconchego. Um Amor que dá um frio na barriga e relaxa a alma. Um Amor que nos Eleva e nos deixa quase anjos a flutuar pelo céu, nos faz perder o ar e o substitui plenamente pela Emoção. Um Amor tão intenso que descargas elétricas riscam o quarto escuro, que nos umedece a carne e lava a alma. Um Amor qual diamante, que assim se transforma devido intensidade do calor e da pressão, acaba transmutando o carvão. Um Amor que nos faz ouvir em cada sussurro um pedido, uma rogativa, um desejo, uma súplica. Um Amor que nos faz Plenos de si e que nos permite conhecer a humildade de precisarmos tanto um do outro. Um Amor que nos faz mergulhar profundamente em nosso Ser e sejamos arrebatados para outra Dimensão.

Amor possessivo não é amor, como todo mundo sabe e estão cansados de ouvir que: "Ninguém é de ninguém neste mundo". Nem nossos filhos são nossos, o que dirá um homem ou uma mulher. As pessoas são livres; livres para amar e escolherem quem querem amar.

O amor que exige exclusão e posse não é amor. O amor possessivo amarra, impede o crescimento, enquanto que o amor verdadeiro é a força, é o impulso que faz o outro crescer. Amar alguém é comprometer-se.

O amor é uma soma para que cada um possa ser mais ele mesmo, ele não existe para aliviar a dor e nem tampouco para resolver necessidades, carências e interesses do outro.

O amor verdadeiro, maduro, é livre, é incondicional, sabe ceder e perder com serenidade para o bem da pessoa amada; sabe viver quando tem o bem e também quando não tem; sabe dialogar e chegar a conclusões maduras e sensatas.

O amor não nasce pronto, de uma vez. Tem que haver vibração, tem que ser harmônico. Como um amigo, companheiro nas horas felizes e tristes, é ser honesto, sincero, confiante, verdadeiro em palavras e atitudes.

O amor é como uma rosa, mas para que essa rosa exista, é preciso que existam também espinhos. Mas mesmo assim, o amor ainda é a maior força que existe em nós, e é só o amor que nos transforma, que nos amadurece.

Se não aceitarmos de coração aberto a dinâmica transformadora do amor estaremos definitivamente nos negando a crescer e para sempre permaneceremos num estado infantil.

Não importa quem você ama. Como diz Hermann Hesse: "Não é felicidade ser amado; todos amam a si mesmos, amar aos outros, sim, é que é felicidade!"

Era uma vez uma ilha, onde moravam todos os sentimentos: a Alegria, a Tristeza, a Sabedoria e todos os outros sentimentos. Por fim o amor. Mas, um dia, foi avisado aos moradores que aquela ilha iria afundar. Todos os sentimentos apressaram-se para sair da ilha.

Pegaram seus barcos e partiram. Mas o amor ficou, pois queria ficar mais um pouco com a ilha, antes que ela afundasse. Quando, por fim, estava quase se afogando, o Amor começou a pedir ajuda. Nesse momento estava passando a Riqueza, em um lindo barco. O Amor disse:

- Riqueza, leve-me com você.
- Não posso. Há muito ouro e prata no meu barco. Não há lugar para você.

Ele pediu ajuda a Vaidade, que também vinha passando.

- Vaidade, por favor, me ajude.
- Não posso te ajudar, Amor, você esta todo molhado e poderia estragar meu barco novo.

Então, o amor pediu ajuda a Tristeza.

- Tristeza, leve-me com você.
- Ah! Amor, estou tão triste, que prefiro ir sozinha.

Também passou a Alegria, mas ela estava tão alegre que nem ouviu o amor chamá-la.
Já desesperado, o Amor começou a chorar. Foi quando ouviu uma voz chamar:

- Vem Amor, eu levo você!

Era um velhinho. O Amor ficou tão feliz que esqueceu-se de perguntar o nome do velhinho. Chegando do outro lado da praia, ele perguntou a Sabedoria.

- Sabedoria, quem era aquele velhinho que me trouxe aqui?

A Sabedoria respondeu:

- Era o TEMPO.
- O Tempo? Mas porque só o Tempo me trouxe?
- Porque só o Tempo é capaz de entender o "AMOR"."

Paixão e Amor, Amor e Paixão. Dois sentimentos tão diferentes, Unidos por diferentes desejos.
Amálgama perfeita de gracejos, Orquestrados por forças ardentes.
Não te iludas com a Paixão Confundindo-a com o Amor.
A primeira embriaga-te em emoção. A segunda fortalece-te em primor.
A emoção dum falso amor, Sendo instável, morre na saudade. O calor do verdadeiro amor, Sendo imortal, vive para eternidade.
Paixão e amor, Amor e Paixão. Uma união bela e necessária, Porém, sem o controle da alma, Perdem-se ambos na ilusão.
Quando amar alguém ame com sabedoria, Quando apaixonar apaixone-se com elegância, Pois deste equilíbrio saudável e perfeito, Jamais haverá discussões, Jamais haverá discrepâncias.
Paixão e amor, Amor e Paixão. Unidos para sempre em primorosa harmonia, Forma um só corpo, na mais perfeita anatomia, Que força alguma poderá destruir ou tocar, Nem o tempo poderá extinguir, Nem a dor poderá separar.
Paixão e amor, Amor e Paixão. Vividos e sentidos com sabedoria, Unem em si a razão e a emoção! E a paixão deixa de ser fantasia. E o amor passa a ser devoção!

Possessivo não é amor, como todo mundo sabe e estão cansados de ouvir que... ?Ninguém é de ninguém nesse mundo?
Nem nossos filhos são nossos, o que dirá um homem ou uma mulher.
As pessoas são livres, livres para amar e escolher quem quer amar.
O amor que exige exclusão e posse não é amor.
O amor possessivo amarra, impede o crescimento, enquanto que o amor verdadeiro é a força, é o impulso que faz o outro crescer. Amar alguém é comprometer-se...
O amor é uma soma para que cada um possa ser mais ele mesmo, ele não existe para aliviar a dor e nem tão pouco para resolver necessidades, carências e interesses do outro.
O amor verdadeiro, maduro, é livre, é incondicional, sabe ceder e perder com serenidade para o bem da pessoa amada. sabe viver quando tem o bem e também quando não tem. sabe dialogar e chegar a conclusões maduras e sensatas.
O amor não nasce pronto, de uma vez... Tem que haver vibração tem que ser harmônico.
Amar alguém é comprometer-se... Como um amigo, companheiro, nas horas felizes e tristes, é ser honesto, sincero, confiante, verdadeiro em palavras e atitudes.
Amar alguém é comprometer-se... O amor é como uma rosa, mas para que essa rosa exista, é preciso que existam também espinhos.
Mas mesmo assim, o amor ainda é a maior força que existe em nós, é só o amor que nos transforma, que nos amadurece.
Se não se aceitarmos de coração aberto à dinâmica transformadora do amor estaremos definitivamente negando a crescer e permanecer sempre infantil.
Amar alguém é comprometer-se... Não importa quem você ama.
Como diz HERMANN HESSE ?NÃO É FELICIDADE SER AMADO?: TODOS AMAM A SI MESMOS AMAR AOS OUTROS, SIM, É QUE É FELICDADE.

Todos os poemas são de amor, todos
menos os que não são e esses de amor
são pois ao amor não se referem e isso
é amor também.

Nenhuma glória é sua se de amor não
viver seu coração ou sua cabeça ou
seu olhar ou seu chorar ou seu andar
descalço no chão.

Porque o chão também é amor e a
poeira que por amor é calcada ou
o vento que por amor é bajulado
ou esquecido no ar.

Todos os poemas são de amor, todos
menos este que fala de amor como se
de amor dependesse o viver de quem
é amor também.

A doação de quem ama é um sol que se irradia.
O amor que pede retribuições é egoísmo.
O amor que exige pagamento é avareza.
O amor que busca reconhecimento é vaidade.
O amor que recebe para dar é usura.
O amor que calcula o resultado é interesse.
O amor que tem medo do mundo é covardia.
O amor que ordena e impõe é tirania.
O amor que sente ciúme é mesquinhez.
O amor que mede o que dá é cobiça.
O amor que espera receber é ambição.
Amor para ser amor tem que dar-se, sem nada pedir... Assim como o sol.