Mensagens de Abraço

De repente, deu vontade de um abraço... Uma vontade de entrelaço, de proximidade... de amizade, sei lá !
Talvez um aconchego amigo e meigo, que enfatize a vida e amenize as dores... Que fale sobre os amores, seja afetuoso e ao mesmo tempo forte... Deu vontade, de poder ter saudade de um abraço.
Um abraço que eternize o tempo e preencha todo o espaço. Mas que faça lembrar do carinho, que surge devagarzinho, na magia da união dos corpos, das auras, sei lá! Lembrar do calor das mãos, acariciando as costas, a dizerem:
- Estou aqui !
Lembrar do enlaçar dos braços, envolventes e seguros, afirmando:
– Estou com você !
Lembrar da transfusão de força, ou até da suavidade do momento, sei lá.
Então, pensei em como chamar esse abraço: abraço poesia, abraço força, abraço união, abraço suavidade, abraço consolo e compreensão, abraço segurança e justiça, abraço verdade, abraço cumplicidade ?
Mas o que importa é a magia desse abraço, a fusão de energias que harmoniza, integra o todo e se traduz no cosmos, no tempo e no espaço... Só sei que agora, deu vontade desse abraço.
Um abraço que desate os nós, transformando-os em envolventes laços... Que sirva de "colo", afastando toda e qualquer angústia... Que desperte a lágrima de alegria e acalme o coração... Um abraço que traduza a amizade, o amor e a emoção.
E para um abraço assim, só consegui pensar em você.
Nessa sua energia, nessa sua sensibilidade, que sabe entender o porque dessa minha vontade. Pois então:
– Dá logo esse abraço!

Já se comprovou que todos necessitamos de contato físico para nos sentirmos bem, e uma das formas mais importantes de contato físico é o abraço.
Quando nos tocamos e nos abraçamos, levamos vida aos nossos sentidos e reafirmamos a confiança nos nossos próprios sentimentos. Algumas vezes não encontramos as palavras adequadas para expressar o que sentimos. o abraço é a melhor maneira.
Há vezes que não nos atrevemos a dizer o que sentimos, seja por timidez ou porque os sentimentos nos avassalam. nesses casos pode-se contar com o idioma dos abraços.
Os abraços, além de nos fazerem sentir bem, empregam-se para aliviar a dor, a depressão e a ansiedade.
Provocam alterações fisiológicas positivas em quem toca e em quem é tocado.
Aumenta a vontade de viver aos enfermos.
É importante saber que: Os abraços são necessários para o desenvolvimento, manter-se são e para crescer como pessoa.
O que nos dá um abraço?
Proteção O sentir-se protegido é importante para todos, mas é o mais para as crianças e mais velhos, que frequentemente dependem do amor de quem os rodeia.
Segurança Todos necessitamos de nos sentirmos seguros. Se não o conseguimos, atuamos de forma ineficaz e as nossas relações interpessoais declinam.
Confiança A confiança faz-nos avançar quando o medo se impõe ao nosso desejo de participar com entusiasmo em algum desafio da vida.
Força Quando transferimos a nossa energia com um abraço, as nossas próprias forças aumentam.
Saúde O contato físico e o abraço partilham uma energia vital capaz de sanar ou aliviar enfermidades.
Autovalorização Através do abraço podemos transmitir uma mensagem de reconhecimento do valor e excelência de cada indivíduo.
Um abraço Faz e Diz Muitíssimo. Abraça o teu amigo. Abraça os teus entes queridos. Abraça as tuas crianças. Abraça o teu animal de estimação Abraça a todos!

Com frequência saudamos, damos a mão cordialmente, ou nos despedimos com um beijo ritual, porém raramente experimentamos "o abraço"
A emoção do abraço tem uma qualidade incomensurável. É a proximidade do outro, em um ato recíproco de dar e receber afeto. É o abraço uma matriz religiosa mais do que sexual. Leva-nos à fraternidade, a uma comunicação generosa, a uma consciência de pertencer a uma "Irmandade Universal".
O abraço é um meio supremo de perceber o outro, não só como um próximo, mas como um semelhante. Mediante o abraço é possível alcançar a fusão de duas identidades em uma identidade maior.
É fácil abraçar as pessoas estimadas e queridas, mas difícil um estranho. A afetividade é um estado de afinidades profunda entre os seres, capaz de originar sentimentos de amor, amizade, altruísmo, maternidade, paternidade, companheirismo, mas também sentimentos opostos como a ira, a insegurança, o ciúme.
A afetividade é um estado evolutivo superior que não está necessariamente ligado à sensibilidade e nem à inteligência. Pessoas inteligentes e sensíveis, podem não serem capazes de amar ou mesmo ter inconcebíveis níveis de violência.
Por isso, nestes "tempos" sugerisse que, para gradativamente, atingirmos esse nível de afetividade, esse estado evolutivo superior, comecemos a nos abraçar... Primeiro pais, irmãos, os amigos, parentes, depois os conhecidos... E assim por diante.
Só com muita afetividade, com muito amor pelo ser vivente pode-se conseguir um mundo melhor, menos exploração, menos fome, mais amor, e consequentemente mais VIDA!
Um grande abraço a nossa humanidade carente de amor e em especial a aqueles que lerem esse pequeno texto.

Sinto saudades de conversar com você. As vezes me pego pensando no misterioso livro do nosso ser. veja só nós dois: Não nos conhecemos, não temos um mundo real, no nosso mundo só os sentimentos são reais.O meu mundo real fica milhas e milhas distante do seu, Deus abe quantas... e mesmo assim nos encontramos, por isso acredito que as coisas que são nossas chegam até nós de maneira as totalmente inesperada.
Deus prepara tudo...é só acreditar! Tudo que sei é que nessa imensa rede, bendita rede... encontramos um mundo e fizemos o nosso, onde os anos luz de solidão, ou algo assim que já vivemos não faz sentido, tão pouco importância.
Aqui em frente a tela não podemos nos ver fisicamente, mas sentimos o pulsar do coração do outro cheio de vida, vida real. Também não sabemos ao menos a cor dos nossos olhos, mais sentimos a emoção do olhar, contido nas linhas de e-mails.
Se não sentimos a força do abraço, imaginamos seu calor e ficamos aquecidos. E o perfume? o que é uma essência comparado ao cheiro de amizade que exala perfumes de alegria por simplesmente ler no final da mensagem:
Um Cheiro ou um Abraço, nesse instante o cheiro imaginado se confunde com o nosso. Tenho sonhos de um dia sairmos da tela para a vida real, assim daremos abraços mais reais ainda e beijos muito mais gostosos. O tempo? que importa o tempo?
Conheço pessoas que se veem todos os dias e no entanto pouco se conhecem, não conhecem sequer o próprio coração, imagine um outro, essas são pessoas de risos falsos e de beijos frios e sem sabor de apertos de mãos mornos e abraços gelados, são amores falsos e amigos de momento.
No entanto aqui estou eu te falando essas coisas todas sem medo de parecer boba ou tola, poderia te falar também outras verdades sobre mim... sem medo de te desagradar, afinal talvez nunca nos vejamos mesmo... você também não me deixaria traumas, estamos acima dessas coisas... sei que um entenderia o outro a vida já passou muita rasteira na gente, eu gosto de ouvir, dou meu tempo e empresto o ombro.
Quando sentir necessidade olha eu aqui.
Esperando você.