Lembranças - Mensagens

Cada segundo passa pelos meus pensamentos
E são contados pelo coração...
É um tempo que o coração quer distância
Pois o tempo carrega em si a saudade.
Cada olhar,
Cada canção,
É você!
O calor da tarde
A beleza no horizonte
O frescor do vento
Tudo no mundo
É você!
Cada perfume,
Cada flor,
Cada canto dos pássaros,
É sua lembrança mexendo comigo...
Cada sonho,
Cada anoitecer,
É você!
Todos meus sentidos
Buscam você,
É você a cada momento
A cada passo...
Cada estrela no céu
É um pensamento em você
Pois minha vida e
Meu grande amor
É Você!

Hoje eu pensei em você com saudades e meu coração se encheu de tristeza, e fez as lágrimas transbordarem pelos meus olhos. Mas não há nenhuma novidade nisso, porque eu pensei em você ontem, e anteontem, e todos os dias desde que você se foi.

Eu penso em você em silêncio, e muitas vezes chamo o seu nome. Penso que você ainda está aqui, ao meu lado. Mas infelizmente tudo que me resta são memórias, são imagens, objetos, músicas e poemas que me fazem lembrar você, e reacender o amor dentro do meu coração.

A sua lembrança continua viva, presente, latente em minha vida e em todas as partes da casa, e nunca irá desaparecer. Deus agora tem você em Seus braços, mas eu terei você eternamente em meu coração.

Que me diga sempre a verdade,
Que não camufle os meus defeitos,
Que não despreze as minhas lágrimas!
Um amigo...
Cuja presença traga alegria,
Cujo silêncio transmita a paz
Cuja escuta inspire confiança,
Cuja lembrança infunda coragem.
Um amigo...
Ao qual eu possa dizer: desculpa!
Uma, duas, três vezes...
Um amigo...
Que não seja nem mestre, nem discípulo,
mas um companheiro,
com o qual eu possa caminhar rumo ao infinito em qualquer momento.
Um amigo...
Que conserve a sua intimidade sem esconder o seu pranto.
Um amigo...
Que ao amanhecer não me diga bom dia,
mas me abra o seu coração com um amável sorriso!
Um amigo...
Que creia na amizade e a viva como uma audaz conquista de liberdade...
Cuja amizade seja óleo doce, suave e perfumado,
extraído do fruto amargo de uma árvore espinhosa.
Um amigo...
Que não se preocupe em dar ou receber, mas que seja capaz de compartilhar.
Um amigo...
Simples, sincero, natural...
capaz de chorar, mas sobretudo de sorrir...
Um amigo...
Que seja um reflexo da bondade de Deus.

Em especial à você, que antes de mais nada, é meu doce companheiro, em que minha alma transparece, em que minhas mãos procura, em que meus olhos avistam quando há solidão.
Em especial à você... Que é parte de minha vida... Como amante, amante de todas as coisas belas.
E que esse sentimento, que nos cala o coração, seja alimentado sempre, como se parecêssemos vindos de uma terra distante, mas de um mesmo colo.
Beijo você, em todas as suas formas, em todo seu ser.
Nessa divina ópera em que todos os sons emitem a doçura do amor... Junto vai a lembrança, esperando que você nunca se esqueça quem te ama muito.

Há coisas na vida da gente que nos deixam felizes. Há outras que com o tempo se revelam e só nos causam sofrimento. Há outras ainda que aos poucos nos decepcionam, até o ponto que o entusiasmo morre e ai já não sentimos mais emoção.
Os relacionamentos são assim (às vezes)...
No início nos transmitem tanta coisa boa, tudo é perfeito, o tratamento, o jeito de falar, de andar, de sorrir... O coração bate mais forte, as pernas tremem. Com o tempo, com a visão do dia a dia, com a intimidade, as pessoas já não parecem mais tão perfeitas para nós.
As amizades acabam, os namoros, os noivados, casamentos acabam, os encantos são quebrados, a magia é descoberta e não conseguimos mais enxergar as coisas boas que a outra pessoa tem.
Analisamos tudo por um prisma implacável, que só nos diz a pura verdade, só nos diz o que tem dentro da gente, o sentimento mais profundo, a percepção e a intuição de que aquela pessoa não tem mais lugar nas nossas vidas.
A vida é assim... Encantamentos e decepções, amores e ilusões, alegrias e tristezas, saudade e indiferença, satisfações e frustrações.
A única coisa que fica, é a lembrança de momentos bons, de palavras de carinho, de um olhar, de um sorriso, do toque da pele, do cheiro, do sentimento que se foi.
A única sobrevivente é a esperança de um dia encontrarmos tudo isso novamente e que dessa vez o encantamento dure muito, muito tempo em nossas vidas.
Todos nós precisamos amar e ser amados, todos nós precisamos de alguém que nos de carinho, que goste de nós verdadeiramente, sem querer nada em troca, sem interesses escusos ou conveniências momentâneas, nos ame pelo o que nós somos, com todos os defeitos, com todas as virtudes.
Todos nós precisamos ser felizes!

Sempre que olho para o céu Sinto uma vontade de ter asas Voar para te encontrar
Uma vontade de possuir você Você que me ama Sabe o que sinto Quando olho para o céu
Às vezes chega até doer As estrelas me lembram você Tão linda, tão iluminada Mas tão distante de mim
Perdoe-me amor Não me canso de pensar Que um dia poderei tocar você Dizer pessoalmente O bem que me fazes O quanto és importante
Às vezes penso que você é apenas um sonho...
Que um dia eu irei acordar E viver somente da saudade que sentirei de você Hoje está frio em meu quarto Sinto mais ainda tua falta Vontade de tirar você dos meus sonhos e trazê-la para minha realidade Ouço tua voz dizendo que me ama e que és minha menina Me entristeço, confesso...
Não sei se devia...
Mas o que fazer se te amo demais?
O mar traz tua lembrança Sei que tua essência vem dele Assim como a minha também Por isso sinto tua falta
Teu amor me alimenta Teus dengos me animam Teus carinhos me excitam Tua voz me embriaga Estou só em meu quarto Mas estou com você em meu coração
Desejando que meu amor tenha uma boa noite Que seus sonhos sejam lindos como são os meus Que eu possa estar com você caminhando de mão dadas pela praia...
Não sei o que será do futuro Nem quero pensar Somente desejo curtir você Enquanto for minha somente minha...

Mãe... Que na presença constante me ensinou na pureza do seu coração seguir os teus caminhos...
Mãe... Dos primeiros passos, das primeiras palavras...
Mãe... Do amor sem dimensão, de cada momento, dos atos de cada capítulo de minha vida não ensaiados, mas vividos em cada emoção...
Mãe... Da conversa no quintal, do acalanto do meu sono aquecido de amor, aninhada em seu coração...
Mãe... Do abraço, do beijo que levo na lembrança...
Mãe... É você que me inspira a caminhar...
Mãe... A presença de cada passo que o tempo não apaga: por mais longo e escuro que seja o caminho, haverá sempre um horizonte...
Mãe... Mulher a quem devemos a vida, que merece o nosso respeito, nossa gratidão e nosso afeto.

Não sei se o seu tempo na vida vai ser suficiente para você ser e fazer tudo o que deseja.
Mas sei que nada do que vivemos tem sentido se não tocamos o coração das pessoas, se nossa lembrança não desperta saudade no coração dos amigos, se, quando partimos, não deixamos no outro a esperança da nossa volta.
Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silêncio que respeita, alegria que contagia, lágrima que manifesta a emoção, olhar que acaricia, amor que aquece e fortalece.
E isso não é coisa do outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira, gostosa... enquanto durar.
Se você quer amor... ame! Você sabe amar? Sabe respeitar o que lhe contam? Sabe ouvir sem criticar? Sabe aceitar sem restrição?
Nada preenche o coração, a não ser o Amor, a Amizade.
O agasalho aquece o corpo, lindas roupas o embelezam, mas o que aquece a alma, o que faz brilhar o olhar, o que dá vontade de continuar é o Amor... Só o Amor!

Há no seu olhar uma ternura sem explicação Um desejo relutante de mostrar seu coração.
Este teu coração só se compara A pérola mais linda que houver É todo o conteúdo de sua alma A lutar de amar e viver.
Você é a ostra que traz a pérola fechada Você é o sonho que quero sonhar É a lembrança que no futuro não vou deixar de querer lembrar.
Quando as minhas mão entre as tuas estão Inflama todo o meu ser Numa única sensação Emoção de contigo estar.
Amor que quero entregar, Desejo de poder um dia, ver nos teus olhos a alegria de amar Estas tuas mãos pequeninas que sabem como afagar Só fazem com que minha alma mais e mais venha a te desejar.
Este seu jeito gentil que a todos só faz cativar É o que faz dentro de meu coração Esta fragrância explodir, e este amor revelar. Te amo!

Agora estou aqui...
A solidão esta tomando conta de mim
Volte logo
Volte e me traga o conforto dos teus braços
E leve esta solidão para longe de mim
Volte, mas volte logo
Já não sei mas o que fazer
Fico olhando cada canto da nossa casa
Tudo me lembra você
Acho que vou enlouquecer
Na cabeça a imagem de você indo embora
O que vou fazer
Se tudo aqui me lembra você
Volta, por favor volta
Já não sei mais o que fazer sem você
Meu amor, esqueça tudo
Fomos feito um para o outro
Como posso te esquecer, se tudo me lembra você
Na lembrança momentos felizes
O que aconteceu
O que te fez mudar
Volta vamos nos perdoar
Tudo vai mudar
Vamos nos dar mais uma chance
A chance que só o Amor da
Volta e me tira desta solidão
Não quero nem pensar
Na possibilidade de você não mais voltar
Volta e me traga o conforto de seus braços
Volta mas volta logo
Vamos novamente nos amar
Volta... Te Amo

Hoje você desfruta dos seus dias de paz, do descanso que tanto fez por merecer a vida toda, mas nem por isso merece menos a lembrança e a homenagem nesta data que é dedicada à grande classe de profissionais que são os professores. Feliz dia do professor!

Todo o meu reconhecimento e agradecimento eu dedico a você que durante toda a sua vida aprendeu para ensinar; que com toda a dedicação, empenho e paciência ajudou a preparar as mentes do futuro, inspirando seus alunos a aprenderem, a descobrirem, mas também lhes fornecendo bases para que se tornassem melhores pessoas.

Hoje são todos esses alunos, agora homens e mulheres, que honram os seus ensinamentos e lhe prestam a melhor homenagem que jamais poderia desejar. Feliz dia para você, e continue desfrutando sua aposentadoria, com a consciência de ter cumprido seu dever!

O que vai na marmita...
O que vai na marmita do trabalhador? Na marmita, vai arroz e vai feijão. Com certa sorte, farofa ou macarrão, e talvez couve, talvez ovo, talvez uma mistura diferente uma surpresa, um presente.
Na marmita vai um certo amargor: o travor da submissão, os ossos da servidão, a enorme fome da liberdade utópica, do inexequível lazer, do que há por fazer, das horas na condução, da inatingível satisfação.
O que mais vai na marmita do trabalhador? Na marmita, além do arroz e do feijão, vai também um certo dulçor: Um gosto de paz e de amor. o tempero da casa, a sensação do descanso, a lembrança do sossego das horas passando mais devagar. a saudade dos filhos, reminiscências de alegria, recordações de inocência.
A marmita leva ainda a ternura caprichosa da mulher, o afeto carinhoso no preparo da boia. E durante a refeição, Na meiga imagem da companheira a marmita é cúmplice faceira, e leva o prazer em sobejo: em cada ingrediente um desejo, em cada garfada um beijo!

Fora da caridade não há salvação
Estes princípios, para mim, não são apenas uma teoria, eu os coloco em prática; faço o bem tanto quanto o permite a minha posição; presto serviço quando posso; os pobres jamais foram rejeitados em minha casa, ou tratados com dureza; a todo momento não foram sempre recebidos com a mesma benevolência?

Jamais lamentei meus passos e minhas diligências para prestar serviço; pais de família não saíram da prisão pelos meus cuidados? Certamente não me cabe fazer o inventário do bem que pude fazer; mas, num momento em que parece tudo esquecer-se, é-me muito permitido, creio, chamar à minha lembrança que a minha consciência me diz que não fiz mal a ninguém, que fiz todo o bem que pude, e isso o repito sem pedir conta da opinião; sob esse aspecto, a minha consciência está tranquila e de alguma ingratidão com a qual pude ser pago, em mais de uma ocasião, isso não poderia ser para mim um motivo para deixar de fazê-lo; a ingratidão é uma das imperfeições da Humanidade, e como nenhum de nós está isento de censuras, é preciso saber passar aos outros pelo que se nos passa a nós mesmos, a fim de que se possa dizer, como J. C.: "que aquele que está sem pecado, lhe atire a primeira pedra."

Continuarei, pois, a fazer todo o bem que puder, mesmo aos meus inimigos, porque o ódio não me cega; e eu lhes estenderia sempre a mão para tirá-los de um precipício, se a ocasião disso se apresentasse.

Eis como entendo a caridade cristã; compreendo uma religião que nos ordena retribuir o mal com o bem, com mais forte razão restituir o bem pelo bem. Mas não compreenderia jamais a que nos prescrevesse retribuir o mal com o mal.

Allan Kardec

Feliz aniversário neta querida e que esses seus 15 anos de vida sejam marcados de uma maneira muito especial em sua lembrança, que a alegria mágica deste dia possa durar por todos os anos que você conquistar com fé, sabedoria e muita saúde.
Parabéns minha doce menina, que a sua juventude dourada seja registrada sempre com muita alegria.
Sendo sua avó e tendo presenciado seus primeiros momentos de vida, tenho grande responsabilidade em te ver sempre feliz, conquistando seus sonhos e ideais.
A vida é um milagre concebido a nós para que tratemos com respeito e muita dignidade e por isso deve ser agradecida todos os dias, muito mais no dia do aniversário onde encerramos um ano e damos início a outro com mais esperança, com mais maturidade e mais perseverança.
Cuide sempre de você para que seu corpo mantenha-se em harmonia com a mente e também com o coração, pois assim até os problemas se tornarão mais fáceis de serem resolvidos.
Seja feliz minha neta nos seus 15 anos e conte comigo sempre em sua vida.
Parabéns!

A gente se difere dos animais irracionais porque pensa e fala. E na maioria das vezes a gente se parece com eles porque fala sem pensar.
Foi exatamente isso que aconteceu comigo, falei sem pensar, ofendi você.
Você se defendeu e isso criou um clima que jamais deveria ter acontecido.
Depois a gente fica só, para de falar, volta a pensar e se arrepende muito e sofre e gostaria que nada daquilo tivesse acontecido.
Mas infelizmente o tempo não volta atrás.
O que foi dito ficará na lembrança e continuará machucando por um tempo, mas existe um remédio que quanto maior a dose mais rápido se esquece a dor.
E este remédio se chama amor, e você não precisa procurar em farmácias, eu tenho estoque muito grande em meu coração, com uma receita de carinho e um pedido de perdão.

Ainda agora a saudade me visitou Com suas recordações me torturou
Ela não tem me deixado nem dormir Tenho chorado desde que vi você sorrir Ainda agora lembrei do seu rosto Uma lembrança que me atirou num frio poço
Minha alma sangra todos os dias Sua ausência me traz tanta agonia Ainda agora pensei em como eu era antes E em tudo o que me tornei por você estar distante
Não sinto alegria nem por um instante Ainda agora desejei te esquecer Mas sei que você é a razão do meu viver Ainda agora lembrei o quanto eu amo você.

Uma palavra pequena, mas que define muita coisa.
Saudade é uma das palavras mais importantes das poesias de amor. Serve para lembrar-se de alguém que partiu, ou de algo ou lugar que se sinta falta.
Segundo o dicionário, saudade pode significar uma lembrança grata de uma pessoa que está ausente, ou de uma coisa da qual se esteja privado. Saudade também significa mágoa ou pesar originados desta privação.
A saudade muitas vezes nos faz sentir vontade de voltar ao passado.
Com ela é possível ter a sensação de se estar revivendo bons momentos, que muitas vezes são impossíveis de recuperar.
A saudade traz boas recordações.

Venho para falar Dele a todos,
De como guardá-lo no peito
E da disciplina que atrai Sua graça.
A ti, que me pediste

Guiar-te à presença do meu Bem-amado,
Com minha silenciosa mente te advertirei,
Ou falarei contigo, através de um doce e expressivo olhar,
Sussurrarei baixinho com a voz do meu amor,
Ou te alertarei em voz alta quando te afastares Dele.

Mas quando eu me tornar apenas uma lembrança,
Ou imagem mental, ou voz silenciosa,
Quando nenhum apelo terrestre revelar
Meu paradeiro no espaço insondável,
Quando nenhuma leve súplica ou ordem severa
Trouxer de mim uma resposta,
Sorrirei na tua mente quando estiveres certo,
E quando errares, chorarei através de meus olhos,
Fitando-te veladamente na escuridão.

E chorarei através de teus olhos talvez;
E murmurarei através de tua consciência,
E raciocinarei contigo usando da tua razão,
E amarei todos através do teu amor.

Quando não mais puderes me falar,
Lê meus "Sussurros da Eternidade";
Por meio deles, falarei contigo eternamente.

Incógnito, andarei a teu lado
Protegendo-te com braços invisíveis.
E assim que conheceres o meu Bem-amado
E ouvires a Sua voz no silêncio,
Reconhecer-me-ás novamente, mais tangível
Do que me conheceste na Terra.

Mas quando eu for somente um sonho para ti,
Voltarei para te lembrar que também não passas
De um sonho do meu Bem-amado Celestial.

E quando souberes que és um sonho, como agora eu sei,
Estaremos despertos Nele para sempre.

Yogananda

Pai, o teu destino é igual ao meu
Por tudo que recordo no momento:
Caminho com os olhos fitos no firmamento
Acompanhando de perto o passo teu.

Viver sem ambição e sem maldade,
Ser igual a quem nos deu a vida
É como a fera adormecida.
Que adormece para a posteridade.

Só mesmo o brio do teu passado humano,
A tua força e formação moral
Me fizeram o pai, tão semelhante e igual
Que deste destino tão bom eu me ufano.

A todos eu dedico o meu alento,
Com amor e com bondade assim eu prego:
Não nasci para viver de sofrimento,
A todas as maldades humanas eu renego.

Vivo contente e confiante em mim,
Não me alegra o desespero alheio;
E desconheço mesmo qual o meu fim,
Sinto repulso pelo próprio meio.

E o teu nome é feito, pai amado,
Levarei comigo bem guardado,
Como lembrança de todo universo.

Para que Deus com sua bondade eterna
Transforme os corações dos entes desta terra,
Daqui por diante não farei mais versos.

Querida mãe, você se foi, para sempre e para longe de mim... Em cada lembrança, física ou não, da mulher incrível, da mãe maravilhosa que você foi, pesa uma saudade impossível de suportar.

Você partiu, minha querida mãe, mas para sempre viverá no coração deste seu filho que tanto a amou e ama. E eu prometo que até ao final dos meus dias eu vou lembrar quem você foi e nunca deixarei de a honrar e homenagear!

Eu era um sujeito perseguido pela saudade. Sempre fora, e não sabia como me desligar e viver tranquilamente. Ainda não aprendi. E desconfio que não aprenderei nunca. Pelo menos já sei algo valioso: é impossível me desligar da memória. É impossível se desligar daquilo que se amou. Tudo isso estará sempre junto conosco. Sempre teremos tanto o desejo de refazer o bom da vida como o de esquecer e destruir a lembrança do mau. Apagar as maldades que cometemos, desfazer a recordação das pessoas que nos prejudicaram, remover as tristezas e as épocas de infelicidade. É totalmente humano, então, ser um nostálgico, e a única solução é aprender a conviver com a saudade. Talvez para a nossa sorte, a saudade possa transformar-se, de algo depressivo e triste, numa pequena chispa que nos dispare para o novo, para entregar-nos a outro amor, a outra cidade, a outro tempo, que talvez seja melhor ou pior não importa, mas que será diferente..

Tudo está consumado e já vai passando...
é agora uma passagem branda,
pacífica e sem tumultos...
é uma travessia amena, serena e sem insultos,
para que nossas retinas registrem e guardem
apenas a doce lembrança de nossos iluminados
e risonhos vultos, na hora do nosso único
e supremo "culto"
... você nos meus braços - meu menino -
e eu nos teus braços - tua menina.

Ao longo dos meses fomos assolados
por tempestades revoltas, circunstâncias adversas...
fomos pegos de surpresa pelo vendaval
das nossas imperfeições e nosso amor,
qual pequena muda que lograra crescer
e ganhar altura, rendeu-se com espanto
à noite escura de nossas diferenças,
omissões, hostilidades confessas ou camufladas.

Eu sigo agora, carregando uma alma vazia.
Tu segues pleno de ti mesmo, alimentado
da adoração incomparável de poetisas solitárias,
teresas e marias tantas...
Eu sigo carregando um legado estranho,
que me chegou com todos os aparatos da tecnologia...
um cartão e um poema que eu não
inspirei e nem suscitei em ti...
um cartão de rara beleza, maquiado com destreza
por uma outra maria, onde se lê a apologia
do imenso amor que tão bem sabes cultivar... por ti !