Lembranças - Mensagens

Certa vez, parei diante do espelho,
Contemplando uma linda imagem.
Quando dei por mim, vi que não era eu,
Mas sim a pessoa que eu amava.
Pude ver então que uma bela lembrança
Vale mais que mil palavras
Pois, palavras, voam com o tempo,
E lembranças, dentro do coração,
Ficam para sempre guardadas.
Queria estar diante de ti agora,
Ver o sorriso que há em teus olhos
Amor que há em teus olhos,
Amor que há em teu rosto,
A paixão, na tua boca,
O tesão, em teu corpo.
Queria me embriagar de tanto beber
Nesse cálice de vinho que é teu corpo.
Para que num passe de mágica,
Pudesse eu me deliciar com teu gosto.
Um gosto gostoso de ser...
Um gozo gostoso de sentir...
Uma boca gostosa de beijar...
Uma pessoa deliciosa de amar...
Fazer uma viagem por ti,
Dos pés a cabeça,
Beijar-te, abraçar-te, amar-te
Até que você enlouqueça.
Te amo, te adoro, te quero e te desejo
Para todo Sempre!

Sentir algo que não aconteceu e talvez nem aconteça PRESSENTIMENTO
Um aperto no coração sem explicação que nos leva ao choro TRISTEZA
Medo que algo aconteça com as pessoas que amamos PREOCUPAÇÃO
Coração acelerado, olhos brilhantes tudo e todos são perfeitos PAIXÃO
Lembranças de momentos que passaram e não voltam mais SAUDADE
Ter que escolher entre a razão e a emoção os dois não dá INDECISÃO
Mãos trêmulas e frias uma dorzinha repentina no estômago ANSIEDADE
Sorriso contínuo, por nada vontade de abraçar o mundo todo FELICIDADE
Uma volta ao passado por um segundo é revivido por nós LEMBRANÇA
Um sentimento adormecido que por algum motivo é despertado RAIVA
Sentir que podia ter feito algo pra evitar que o pior acontecesse CULPA
Vontade de estar com alguém vinte quatro horas e ainda achar pouco AMOR

Esses são alguns de nossos sentimentos e somos felizes por viver todos os
Sentimentos diariamente isso nos faz viver, crescer e ser quem somos...

Quando o amor resolve partir geralmente ele não sabe pra onde ir. Ele também nunca deixa um recado e segue por aí arrasado.
Quando ele decide que chegou a sua hora, não existe nenhuma história que consiga prendê-lo, nenhuma lembrança que possa detê-lo, nada que o faça ficar.
Quando acontece do amor acabar não nos avisa se depois vai voltar, não nos confidencia se vai reviver.
Quando ele termina, só nos faz sofrer.
Quando o amor desliza por entre os dedos cheio de medos e não ouve os nossos apelos é sinal que ele se atropelou, se partiu e se quebrou.
Quando o amor vai embora deixa uma chaga aberta no peito, uma esperança de vê-lo refeito.
E quando ele foge para lugares distantes.
Quando se perde por entre momentos intrigantes, por entre frases decepcionantes, é sinal que ele ficou fraco, que virou um farrapo.
Amor de verdade tem que ter qualidade, equilíbrio e quantidade. Tem que ter sinceridade. Pode ser passivo de estragos, mas com consertos pode esmorecer, mas tem que saber sobreviver.
Quando o amor realmente vai embora e com ele carrega um peso dos ombros e consegue logo remover os escombros é porque ele definitivamente acabou, mas quando o amor vai embora alguma cicatriz ele deixou, algum arrependimento, alguma dor, algum lamento. E aí vem o tempo... O grande companheiro e faz parecer que nada foi verdadeiro.
Cada dia que passa, cada ano que se vai carrega todas as lembranças, carrega as tristezas e as desconfianças... E aí... Tropeça-se em outro amor, esquece que já se viveu tanta dor.
Quando um amor vai embora significa que chegou a hora de apagar o passado, olhar para o lado... E recomeçar, quem sabe um novo amor encontrar.

Lembro-me ainda, pai, daquelas manhãs em que sentia seu beijo sobre a minha testa, suas mãos alisando meus cabelos, ajeitando os cobertores e depois saindo do meu quarto nas pontas dos pés. Eu fingia que dormia pai.
Como era bom ouvir seus passos vindo para perto da minha cama... Sentir que seus olhos me fitavam com tanto amor (quase devoção). Docemente eu adormecia, sonhava com anjos vestidos de todas as cores e todos eles tinham os rostos iguais ao seu. Eu acordava, ainda sob a magia do seu toque, do seu carinho, da sua presença angelical e protetora.
Você sempre me pareceu o mais bonito de todos os homens, o mais inteligente, o mais sábio, o mais feliz só por me saber no mundo... Eu, sua semente germinada, seu fruto favorito, sua flor mais bem cuidada.
Lembro-me ainda, pai, das brincadeiras no quintal, dos safanões pelas minhas travessuras, do seu remorso depois.
Sabe pai?
Eu me aproveitava dos seus remorsos para pedir coisas que queria, só para sentir que, apesar das minhas traquinagens, você me amava acima de tudo e sempre me perdoava.
Até acabava achando graça... Não era assim, pai?
Em meio a essas lembranças, sinto vontade de partir com você para a "Terra do Nunca Crescer", onde as lágrimas são de manha, de mimo, de dengo... Que vontade, pai!
Hoje sou fruto maduro, uma planta crescida, uma flor toda aberta num jardim onde passa tanta gente, pai!
Olhando toda essa gente, imagino que todas (ou quase todas) sentem-se como eu.
Isso me consola e faz-me seguir adiante, faz-me ir ao encontro da felicidade, que você sempre me assegurou que existe.
Não estou infeliz, pai. Apenas sinto saudade... Sinto falta de você ao meu lado como antes.
Eis porque agora abro-lhe meu coração, minha alma e todo meu sentimento.
Nenhum outro homem marcará tanto a minha vida como você já marcou. Ninguém invadirá este lugar em mim onde para sempre você há de morar e onde sempre morou.
Pai abrace as minhas lembranças e todo o meu amor.

Quando tudo acabar vai ser um prazer
sem trabalhos, sem T.I, sem TCC
vai ser a hora de por tudo em prática,
vai ser o momento da ação,
mais também vai ser um momento de tristeza,
pois vai bater aquela saudade da minha turma de Administração,
vou lembrar-me dos amigos e de tudo que vivi,
de quantas vezes eu chorei e momentos que sorri,
vai passar um filme na cabeça, de lembranças sem igual,
de como tudo que era difícil, complicado, tão real,
e vai fazer tanta falta que vai dar aquela vontade de viver tudo de Novo,
mais o tempo haverá passado e só lembranças restaram,
de amigos, professores e tantas pessoas com quem aprendi,
que nada na vida é em vão,
em meus olhos lagrimas iram escorrer,
e um coração acelerado ira responder,
que na vida deve-se dar valor a todas as pessoas e momentos,
pois poderão não se ver mais e os momentos desaparecer.

Recordando com ternura os teus momentos de meninice, desejas voltar a um tempo onde a pureza infanto-juvenil floria sonhos que aos poucos não se realizaram.
Retornas por intermédio da memória a antigas cenas familiares sendo capaz de sentires sabores e odores que te acompanharam no passado.
E nesse instante... Choras de saudades. A memória humana é coisa fabulosa que não devemos ter medo de visitar e mesmo quando recordamos fatos nem sempre agradáveis poderemos deles retirar bons aprendizados para nossa experiência milenar de seres individuais da Criação...
As lembranças são como ondas do mar que se apresentam em calmaria ou tormentas e por isso pedem de nós bom senso e maturidade nas ações que deflagram.
Assim sendo, recordemos calmamente aqueles entes amados que conosco dividiram sonhos e desejos, recordemos menos amargurados aquelas antipatias que poderemos reconquistar pela prece, mas jamais nos fixemos em campos de lembranças sejam elas boas ou más, pois o dia de hoje é o mais importante para nossa caminhada e não será ?vivendo do passado? que nos renovaremos para a Vida.
Lembremos do ontem, mas vivamos o hoje rumo ao amanhã, que nos reserva oportunidades que não deveremos desperdiçar, pois tudo em nossa vida é importante aprendizado, mas tudo também possui o seu lugar e o seu tempo.

O tempo chegou... trazendo marcas de lembranças. Revivi a vida. Reencontrando em mim momentos de você. Sufoquei minha voz na dor de lembrar lembranças absorto. Senti o vento me aproximar da saudade. Meus passos voltaram... Para
desfilar por lugares vividos e acariciar sorrisos delirantes que um dia
ornamentaram cenas de amor... Desfilaram em minha mente e o sopro de saudade procurou meu corpo pra se aconchegar. Me aproximei mais pra ouvir o grito de saudade trazendo pra mim momentos pra reviver. Despertei dentro de mim cenas adormecidas. Da primavera... do quarto... Com corpos em desalinho ocupando espaços com amor. Vozes felizes... E sorrisos ocupando bocas acariciantes. O vento me empurrou para a ultima saudade... Traguei. Meus últimos sussurros
... Me agarrando ao silencio, E meus pensamentos se perdeu na ultima moldura de você.

O nosso passado é construído a partir das nossas atitudes de agora, e com base nisto, temos todas as ferramentas necessárias para ambicionarmos por momentos felizes para darem origem a recordações felizes.

Com este pensamento, além dos períodos de felicidade vividos no presente, naqueles dias em que somos visitados pela tristeza, temos inúmeras possibilidades de espantá-la revivendo as melhores lembranças.

Quando estiver em uma situação com várias alternativas, pense sempre primeiramente em qual delas pode alcançar maior felicidade. Evite ao máximo preencher o seu passado com más recordações, preze pelos sorrisos, pela diversão e pela alegria.

Fuja do desânimo, da tristeza, do tédio, pense nestes sentimentos como um desperdício de tempo, que poderia ser bem melhor aproveitado com muito contentamento e gargalhadas. Se questione constantemente se tal situação lhe traria boas lembranças, transforme este pensamento em um filtro, onde só passa aquilo que lhe causa felicidade.

Não dê espaço ao sofrimento, ambicione sempre por momentos felizes e não permita nunca mais que a tristeza o domine. O que passou não se pode mais ser esquecido, mas daqui para frente, é possível transformar um novo passado em algo muito mais divertido.

Sabe...
Há momentos que me emocionam e me tiram lágrimas. Certas músicas, certos filmes, certas fotos, certos locais, certas histórias. E o mais importante nisto é o sentimento de que partilhei com alguém, com pessoas realmente interessantes.

Mas...
Eu pareço estar no tempo errado, me parece um engano todo este romantismo. É estranho sentir-se humano e ter estas lembranças importantes. São bem poucos os que entendem ou talvez sintam é pena. Se deixar tomar por esta energia é como algo fora de moda, bem cafona. O tempo faz isto e misteriosamente nos conduz impassível.

Olha...
Tem coisas que já nascem importantes e outras surgem. O tempo faz o hoje ser surpresa e o amanha um costume, uma coisa bem comum. O tempo é um projeto que exige planejamento e bem pouco sentimento.

Porém...
Eu tenho em minha memória o que começou e me aconteceu. Sei o que me surgiu e ficou com a devida importância. Enfrentei o obstáculo para que a dificuldade me fosse alegria. A minha vida não se firma em desilusão.

Por isso...
Os pensamentos me vêm de mansinho, tomam o meu coração e me enchem de emoção, porque eu acredito nesta capacidade de tirar das experiências um espaço de grandeza. Um espaço no tempo de ainda acreditar e não de tê-lo somente como um resto de opção.

Na verdade...
Eu entendo esta minha fragilidade e confesso: boas lembranças são a minha maneira de testar o meu lado humano e de saber lidar com ele.

Diz a filosofia oriental que ao longo do ano temos sempre dois dias em que nada podemos fazer: o ontem e o amanhã.
Não se pode viver nenhum outro dia, a não ser o de hoje. O ontem já ficou para trás e dele só nos restam as experiências, que devem nos servir de sabedoria para a nossa caminhada de hoje. O amanhã nos reserva o desconhecido, de onde nada podemos tirar.
Do ontem trazemos as saudades e as lembranças e para o amanhã tecemos esperanças. Mas nem as lembranças nem as esperanças podem ser vividas. Elas apenas podem ser percebidas e sentidas, mas não podemos deixar que controlem o nosso hoje, que sejam a razão da nossa vida.
O amanhã e o ontem são as casas do impossível. Tudo o que é possível realizar reside no hoje, no agora, neste instante.
A vida não é contada em meses, ou anos... É contada em minutos e segundos. Portanto, viva cada segundo intensamente. Seja feliz a cada momento.
Amanhã eu vou ter um belo carro e, então, vou ser feliz... Ontem eu estava na praia e estava feliz. No mês que vem vou estar de férias, e então estarei feliz... Mês passado eu namorava aquela garota e era feliz. Ano que vem mudo de emprego, e então serei feliz fazendo o que gosto. Há um ano eu tinha um bom emprego e estava bem de vida... Ilusões... Tudo somente ilusões!
Não existe amanhã, não existe o mês que vem, nem o ano que vem. Não existe ontem, mês passado e ano passado. Tudo o que existe é o agora. E é agora que você pode ser feliz.
Decida-se pela felicidade já! Seja feliz agora. Seja feliz a cada segundo, um segundo de cada vez.
Felicidade é ter a consciência de que cada instante em sua vida é valiosíssimo. Ser feliz é saber viver cada instante intensamente, com alegria, garra, ousadia, e com a vivacidade de uma criança. É provar da fonte da vida a cada instante, e se deliciar com os estímulos e recompensas presentes a cada momento.

Se despedir do que quer que seja nunca é algo muito simples, depois do adeus, as lembranças tomam conta de quase todos os pensamentos do dia, tornando cada vez mais doloroso o processo de aceitação da despedida.

Como tudo nesta vida, um afastamento também pode ter seu lado positivo. Quando ele está relacionado a algo que gostamos imensamente, a dor inicial é inevitável e intensa, mas não tenha dúvidas que também será passageira.

É impossível não sentir nenhum sofrimento ao se distanciar de uma pessoa querida ou algo que lhe era bem quisto. Por mais que tentemos resistir ao descontentamento, ele sempre chegará primeiro, mas isto não quer dizer que ele deve permanecer na sua vida o tempo inteiro.

Pense nas despedidas como um ponto de transição, onde se inicia mais um novo ciclo sua vida, sem a presença do que ocasionou a despedida. Apesar de toda dificuldade, caso o distanciamento seja irreversível, faça o possível para focar apenas nas lembranças positivas.


Não se concentre no lado ruim da despedida, faça dela um momento de reflexão e a utilize como mais um ponto de partida, onde infelizmente a presença não pode ser mais esperada, mas as boas recordações permanecerão para o resto da vida.

Há tempos em nossa vida que contam de forma diferente.
Há semanas que duraram anos, como há anos que não contaram um dia.
Há paixões que foram eternas, como há amigos que passaram céleres, apesar do calendário mostrar que eles ficaram por anos em nossas agendas.
Há amores não realizados que deixaram olhares de meses e beijos não dados que até hoje esperam o desfecho.
Há trabalhos que nos tomaram décadas de nosso tempo na terra, mas que nossa memória insiste em contá-los como semanas.
Há casamentos que, ao olhar para trás, mal preenchem os feriados das folhinhas.
Há tristezas que nos paralisaram por meses, mas que hoje, passados os dias difíceis, mal guardamos lembranças de horas.
Há eventos que marcaram e que duram para sempre, o nascimento do filho, a morte do pai, a viagem inesquecível, um sonho realizado.
Estes têm a duração que nos ensina o significado da palavra "eternidade". Já viajei para a mesma cidade uma centena de vezes e na maioria das vezes o tempo transcorrido foi o mesmo.
Mas conforme meu espírito, houve viagem que não teve fim, como há percurso que nem me lembro de ter feito, tão feliz eu estava na ocasião.
O relógio do coração – hoje eu descubro – bate noutra frequência daquele que carrego no pulso.
Marca um tempo diferente, de emoções que perduram e que mostram o verdadeiro tempo da gente.
Por este relógio, velhice é coisa de quem não conseguiu esticar o tempo que temos no mundo.
É olhar as rugas e não perceber a maturidade.
É pensar antes naquilo que não foi feito, ao invés de se alegrar e sorrir com as lembranças da vida.
Pense nisso. E consulte sempre o relógio do coração: Ele te mostrará o verdadeiro tempo do mundo.

Nostalgia que me envolve, me leva e me afoga nas mais doces e lindas lembranças dos momentos bons que eu vivi ao seu lado.
Se eu pudesse escolher não pensar mais em você, não chorar de saudade dos seus mimos, não reler todos os históricos que me arrancam sorrisos, não acordar dos mais perfeitos sonhos onde posso te encontrar, não lembrar milimetricamente do seu sorriso, não ter que levar a vida sem você...
Se eu conseguisse parar de sonhar com você dizendo que me perdoa e que me dá mais uma chance, se eu conseguisse parar de me agarrar em expectativas sem fundamentos, se eu conseguisse passar uma hora que fosse do meu dia sem que você me viesse ao pensamento.

Tudo seria absurdamente mais fácil, mas eu não consigo controlar essas coisas, e eu tento, eu luto contra elas, eu nado contra a correnteza, todos os dias eu travo uma luta contra mim mesma, uma luta contra meu coração pra tentar pelo menos te deixar num cantinho esquecido dele, é irônico demais saber que a pessoa que mais me fortalecia, (e ainda fortalece quando me perco nas boas lembranças de nós dois) seja a minha maior fraqueza.

Será que eu realmente espero em vão?
Será que esse foi realmente o fim ?

São respostas que só nosso destino vai dar.
E se o destino for bom conosco que quando menos esperarmos ele nos una e nem a morte possa nos separar.

Eu ainda te amo!

Sarah Anastácio

Hoje o Sol não brilhou...
Os pássaros não cantaram...
Os risos se calaram...
E as lágrimas rolaram em meu rosto...
Meu coração sofre em silêncio...
Hoje eu queria que essa verdade, fosse mentira, que fosse um pesadelo e que ao acordar encontraria o meu mundo normal.
Queria ter tido mais tempo para demonstrar os meus sentimentos por você.
Essa dor mais uma vez bate a minha porta, e o pior é que tenho a certeza de que não será a última vez.
Tenho que aprender a aceitar a morte como um fator natural do ciclo da vida, assim sofrerei menos.
Assim como o Sol um dia volta a brilhar...
Os pássaros cantar...
E as flores a florir...
As minha lágrimas aos poucos cessam, a minha dor aos poucos se esvai e a minha alma se conforta.
Agora restam apenas lembranças.
Lembranças de um tempo bom que não volta mais.
Não volta, os risos trocados, os abraços apertados, as histórias antigas, as visitas das férias, os passeios de família...
Agora tudo o que sinto é saudade.
Jamais esquecerei cada momento que vivemos juntos.
Obrigada por ter sido o maior e melhor avô.

Afloram-se os sentimentos, quando algo permanece guardado dentro do peito. Há casos em que esses sentimentos não devem ser despertados e, se despertados, todo o cuidado teremos que ter ao expressá-los, de forma que não modifique o modo com que a outro pessoa nos vê. É melhor termos grandes amigos por perto do que um grande amor distante, como disse nossa amiga Dora para mim.

Sei que de todos os relacionamentos que tive, o que me deixou marcas profundas, lembranças que nunca se apagarão, foi o nosso, como acredito que muitas lembranças ainda permanecem dentro de você. Mas o importante neste momento de nosso reencontro, é que eu tenha o cuidado de não lhe ferir, lhe causar qualquer transtorno, tendo-a como amiga para sempre, talvez até como minha confidente, mas sem deixar que a emoção transforme isso tudo em sofrimento para nós dois.

Prometo me preparar psicologicamente para encontrar-me com você como amigo e, quando estiver pronto para isso eu possa lhe dizer. Isso vai acontecer no decorrer do tempo, de forma natural, na continuidade de nossos contatos por telefone, e-mail ou torpedos, como vem sendo, eles com certeza, irão fazer com que essa emotividade que hoje sinto chegue ao ponto ideal.

Você voltou, sim, para ser não somente uma amiga, mas uma super amizade com a qual poderemos tanto eu e você, contarmos, nos nossos bons e maus momentos e em tudo que precisarmos.

Dessa forma é que eu quero ter você comigo e desejo que seja o mesmo para você. Vou me preparar para revê-la, prometo! Obrigado por me despertar desse sonho, digamos que, quase impossível, pois nada é impossível neste mundo.
Beijos!

Tentei... Juro que tentei esquecer você...
Esquecer nossa estória,
Nossos momentos...
Mas foi impossível.
Você... infiltrou-se em minha mente...
Impregnou–se em meu sangue...
Insinuou-se em minha alma...
Introduziu-se lenta e profundamente em minha vida
Como esquecer você?
Seria tentar esquecer-me de mim mesma...
Como tirar você do meu pensamento...
Se você é... o meu próprio pensamento?
Tentei lhe esquecer...
Juro que tentei!
Tentei arrancar de minha pele, as marcas dos seus sentidos...
Procurei exterminar de minha alma, as últimas ilusões de Ter você...
Arrisquei a erradicar de minha mente, seus textos... suas palavras...
Aventurei, a livrar-me do feitiço que me dementava...
Tudo inútil...
Em meus ouvidos, sua voz... seu sorriso... seu ai ai...
Em minha boca, ainda o sabor da sua...
Em meus olhos, os seus... seu corpo...
Em minhas entranhas... você... todo em mim...
Como esquecer você?
Como tirar você de mim?
Como arrancar as lembranças?
Me ajude eu lhe peço...
Me ajude a esquecer VOCÊ!
Mas... não dá para lhe esquecer... E... sabe por que?
Porque eu não desejo tirar você de minha memória !
Porque eu não quero afastar ou perder as lembranças!
Porque... se eu não posso, nem devo Ter a esperança de Ter você...
Quero pelo menos... sofrer ! sentir dor ! e cada vez mais lembrar-me
De nossa estória!. de nossos momentos ! de VOCÊ !

Às vezes quando estou olhando para infinito e alguém me desperta e logo pergunta se eu estava longe, Respondo sempre: não eu apenas estava conversando com meu coração. Como guardo todas a minhas lembranças boas dentro dele, é com ele que troco ideias, revejo cenas, sinto emoções fortes, choro, sonho, fico feliz. Enquanto isso, meus olhos ficam ali parados olhando para o infinito.
Enquanto no peito em silencio o coração bate a força das lembranças fazem ele bater num ritmo suave cheio de paz interior. É o segredo é o equilíbrio de como sentimos a vida na espiritualidade da alma. O amor é a força condutora da energia maior. Transforma a vida, supera obstáculos, nós da coragem, e nos faz feliz.
A paixão nós cega. Mas o amor nos faz sentir o valor da vida e do verdadeiro ser espiritual que existe dentro de cada um de nós. Amigos espirituais quando se encontram sentem essa força magnética que os une por uma energia que desconhecemos mas que sentimos por uma atração que gera carinho, amor, entendimento no olhar, paz e uma segurança interior.
Feliz do ser humano que passa por esse planeta e consegue encontrar, alguém de um passado. Essa é a certeza que teremos um futuro além da morte. Descobrimos quando nos juntamos num simples e bom abraço!

Você que me deu o bem mais precioso, a vida. Me esperou com tanto carinho. Me ensinou os primeiros passos. As primeiras palavras.
As lembranças mais antigas que tenho em você, é a sua mão segurando a minha para me dar proteção. Sua voz doce, cantando cantigas de ninar, me fazendo dormir e sonhar. Um sonho sereno, tranquilo, sabendo que você estaria ali a me proteger.
Você que lutou, sorriu, chorou. Mas não deixou a amargura tomar conta de seu coração. Você que me ensinou a ser mulher, mas continuar com meus sonhos de criança. A ser forte, sem ser amarga. Abrir meus caminhos, tomando sempre cuidado com as plantinhas ao redor.
Com você aprendi a ser gente que respeita gente. Aprendi a ter fé, aprendi a aceitar os defeitos das pessoas. Aprendi que o amor tem que ser incondicional.
Minhas melhores lembranças, são as que você cria todos os dias... No amor que sinto em tudo o que você faz. No brilho do seu olhar.
Mãe, que Deus a proteja sempre, te ilumine, te dê forças para continuar sua batalha. E que eu possa sempre sentir e ter esse amor maior em todos os momentos de minha vida.

Lembranças quantas lembranças

De meus tempos de criança

Bolinha de gude,

Pipa...

Passa anel!

Vamos brincar de passa anel?

Quem sabe em tua mão fica

E entendes que nesse anel

está todo o mel...

O mel do amor,

O meu amor criança.

Beijo, abraço ou aperto de mão!

Não será esta a melhor opção?

Podes me dar um beijo

Acalmando meu desejo

Podes me dar um abraço

E me aninhar em teus braços

Será um aperto de mão?

Segura então as duas mãos

e nunca as deixe largar...

Quantas perguntas sem respostas

Está meu coração a torturar...

Ah que saudades eu tenho

de meu tempo de criança...

Onde o enredo somente

era o riso e os folguedos...

Nem passado, nem presente,

nem futuro... tão somente

o amor que a gente sente

O que me faz criança simplesmente

é este amor semeado na eternidade

Este é meu terno e eterno presente!

Em algum lugar do passado, encontrei com a tal felicidade. Ela bateu na porta do meu coração, entrou, e me falou: pegue esta chave, feche a porta, e depois a jogue fora, mas eu, desacatei, a chave guardei.
A felicidade era o amor, o amor, era você.
Amor inocente, puro, envolvido de cumplicidade, sonhávamos com a eternidade, buscávamos o infinito, as próprias estrelas brilhavam mais ao presenciar nosso amor...
De mãos entrelaçadas pelos verdes campos, andávamos, o vento soprava uma doce e suave melodia de amor, aumentando ainda mais nosso querer.
As flores exalavam ainda mais aromas e perfumes quando teus lábios num beijo quente uniam-se aos meus.
O tempo passava, mais e mais eu te amava, mas meu querer não foi tudo, meu sonhar insuficiente, te perdi.
Não acreditava que nessas encruzilhadas da vida uma cilada do destino me aguardava, você me deixou, desesperado meu coração se quebrou, o encanto, terminou.
Agora apenas as lembranças, recordações de nós dois, do que foi a felicidade, dos momentos que acreditávamos serem eternos, o sonho de um amor sem fim.
Tudo se acabou, como o dia que se vai com a chegada da noite, como a noite que se vai com o novo amanhecer, e mesmo assim sinto o quanto ainda te amo.
Ainda te amo, muito além do teu adeus, além do oceano, do imenso infinito...
O caminho que seguíamos juntos, em duas estradas distanciadas se partiram, mas assim mesmo, te amo.
Te amo, sempre te amarei, nas lembranças que acompanham meus dias intermináveis, nesta saudade que não deixa as lágrimas conterem-se ao brotar nos olhos, rolar na face, e, e nos lábios morrerem.
Você me esqueceu, mas ainda te amo, sigo meu destino, por ti chamando, na ilusão que em algum lugar do futuro, o passado perdido, volte a ser o presente feliz, pois sigo te amando, sempre te amando.
Ainda te amo.

Sem você eu não consigo levar a vida, me perco em meus pensamentos e meus sentimentos se confundem, pois no nosso amor não pode ter fim, pois se isso acontecer terei que ficar com as lembranças que o tempo carrega até se perderem dentro dos nossos corações.
Quero que saibas que te quero tanto e que sem você eu não existo.
Não aceito essa verdade de pensar que você não faz parte da minha vida, não me condene, não me critique, escute o que tenho para lhe falar.
Porque me julga?
Não quero sua pena, quero apenas o seu amor...
Seus beijos e seus abraços são a única forma de continuar vivendo, não se esqueça do grande amor e dos carinhos que tenho para lhe oferecer, quem sabe se você olhar para dentro do seu coração ainda pode existir uma pequena brecha, onde ainda estará as boas e doces lembranças de nós.
Não quero apenas viver de passado, mais sim deste presente que acredito ainda existir dentro de você, para se transformar em um futuro.
Com Carinho!

Muita saudade que sinto Do meu amor impossível, Que hoje não vive mais.
Essa saudade dói.
Dói demais.
Foi ontem até parece, Que nos vimos pela última vez, E mesmo assim recordo de tua tez.
Foste amor que nunca esqueci, Pois já faz tanto tempo.
Eu ainda era guri!
Recordo-me muito bem Dos nossos encontros secretos, Daqueles lugares ah, a sombra dos Palmares!
Volto aqueles dias felizes, Revejo aquelas imagens, Que representavam para mim a felicidade.
Nos dias atuais o que elas são?
São apenas lembranças perdidas no tempo, Que por teimosia quis recordar.
Todas essas lembranças só me fazem chorar, E sofrer.
A sinto a forte dor, Que foi te perder
E faço esta promessa a mim mesmo: Meu amor, nunca irei te esquecer!
Saudade! Saudade!

Tentei, juro que tentei esquecer você
Esquecer nossa história, nossos
Momentos, mas foi impossível.
Você infiltrou-se em minha mente
Impregnou-se em meu sangue
Insinuou-se em minha alma
Introduziu-se lenta e profundamente
Em minha vida. Como esquecer você?
Seria tentar esquecer-me de mim
Mesma. Como tirar você do meu
Pensamento, se você é o meu próprio
Pensamento? Tentei esquecer você,
Juro que tentei! Tentei arrancar da
Minha pele, as marcas dos seus
Sentidos. Procurei exterminar da
Minha alma as últimas ilusões de ter
Você. Arrisquei a erradicar da minha
Mente seus textos, suas palavras.
Aventurei a livrar-me do feitiço que
Me dementava. Tudo inútil!
Em meus ouvidos, sua voz, seu
Sorriso, seu ai ai. Em minha boca,
Ainda o sabor da sua. Em meus olhos,
Os seus, seu corpo. Em minhas
Entranhas, você, todo em mim.
Como esquecer você? Como tirar
Você de mim? Como arrancar as
Lembranças? Me ajude, eu lhe peço!
Me ajude a esquecer você! Mas não
Dá para esquecer e sabe por quê?
Porque eu não desejo tirar você da
Minha memória! Porque eu não quero
Afastar ou perder as lembranças!
Porque se eu não posso, nem devo,
Ter a esperança de ter você.
Quero pelo menos sofrer, sentir dor, e
Cada vez mais lembrar de nossa
História, de nossos momentos, de você!