Mensagens de Distância

Sorria, mas não se esconda atrás desse sorriso... Mostre aquilo que você é, sem medo. Existem pessoas que sonham com o seu sorriso, assim como eu.
Viva! Tente! A vida não passa de uma tentativa. Ah, ame acima de tudo, ame a tudo e a todos.
Não feche os olhos para a sujeira do mundo, não ignore a fome! Esqueça a bomba, mas antes, faça algo para combatê-la, mesmo que se sinta incapaz.
Procure o que há de bom em tudo e em todos. Não faça dos defeitos uma distância, e sim, uma aproximação.
Aceite! A vida, as pessoas, faça delas a sua razão de viver.
Entenda! Entenda as pessoas que pensam diferente de você, não as reprove. Ei! Olhe... Olhe a sua volta, quantos amigos...
Você já tornou alguém feliz hoje? Ou fez alguém sofrer com seu egoísmo?
Ei! Não corra. Para que tanta pressa? Corra apenas para dentro de você. Sonhe! Mas não prejudique ninguém e não transforme seu sonho em fuga. Acredite! Espere! Sempre haverá uma saída, sempre brilhará uma estrela. Chore! Lute!
Faça aquilo que gosta, sinta o que há dentro de você. Ei! Ouça... Escute o que as outras pessoas têm a dizer, é importante.
Suba... Faça dos obstáculos degraus para aquilo que você acha supremo. Mas não se esqueça daqueles que não conseguem subir a escada da vida.
Ei! Descubra! Descubra aquilo que há de bom dentro de você. Procure acima de tudo ser gente, eu também vou tentar.
Ei! Você... Não vá embora. Eu preciso dizer-lhe que... Te adoro, simplesmente porque você existe.

Ser Amigo, é entender a energia inicial, abrir as portas do coração, deixar entrar e fluir esse novo gás, para alimentar o caminho que o acaso forjou... É dar forma e corpo ao sentimento, amaciar o coração, fomentar ainda mais a boa energia! É adoçar a vida... Compartilhar da alegria multiplicando-a e da dor, diminuindo-a. A todo custo!
Ser Amigo, é aceitar o outro na sua totalidade: de forma inteira, íntegra. Sem disfarces. Com todos os defeitos, todas as diferenças e todas as virtudes. É não querer mudá-lo, mas ensinar-lhe o caminho da mudança, quando necessária e essencial, alertando-o para os desvios de percurso. É entender o seu silêncio e acompanhá-lo mudo, nessa hora, até que uma palavra mágica rasgue as entranhas desse silêncio, e devolva a alegria, de poderem sorrir juntos...
Ser Amigo, é promover juntos, a gestação da paz, compartilhar do nascimento dessa luz branca que abranda as tristezas e as intempéries e faz brotar a felicidade! É ajudar a pintar a estrada com o verde da esperança, pegando na mão do outro e desenhando juntos o destino. É poder dourar esse destino... É construir a presença mesmo à distância. Ser o lenço que enxuga o suor e devolve a cor. É promover o encontro e dissolver os seus obstáculos...
Ser Amigo, não é só compreender, ter compaixão e perdoar mas advertir, alertar, e apenas alertar, deixando que as coisas se processem natural e espontaneamente... É acompanhar até o fim, na trajetória da vida. É estar presente, e ser presente. Sempre... E, se possível, atravessar as barreiras do tempo e da vida, e um dia, poder reencontrar a todos na eternidade...

Nossos Pais descobrem que um ser está para nascer e trazer às suas vidas um brilho de luz. A cada sorriso, palavra, olhar ou suspiro, uma cachoeira de lágrimas parece inundar seus olhos de alegria e paz.

Nos tornamos adolescentes e a busca pela independência é cada vez mais clara. A nossa vontade de conquistar espaço nos distancia de quem sempre nos amará, e esquecemos a família. Esquecemos de dizer o quanto os amamos.

Mas um dia nossos entes queridos se vão. Quando menos esperamos e sem nenhum aviso, Deus tira de nós o que mais amamos. Em nosso peito apenas a dor de um punhal que a cada "meus pêsames" parece afundar.

Nossos pensamentos difundem para cada gota de sangue em nosso corpo a culpa de nunca termos dito: "te amo", "preciso de você", "estou sempre aqui", "me preocupo"; e como se não bastasse, vem a frase mais forte "a culpa foi minha"!

Nossos sonhos caem por terra, nossa independência parece perder a importância. E a resposta para essa dor? O tempo e uma certeza: Quando amamos transmitimos em pequenos atos e gestos, e as palavras não importam mais. Quando precisamos de alguém, sentimos sua presença, e as palavras não têm mais sentido. Quando nos sentimos sós e abandonados, surge uma palavra ou um gesto e descobrimos que nunca estaremos sós.

E a culpa? A culpa é da vida que tem início, meio e fim. A nossa culpa está apenas em amar tanto e sentir tanto perder alguém. Mas o tempo é remédio e nele conquistamos o consolo, com ele pensamos nos bons momentos. E com um pouco mais de tempo, transformamos nossos entes queridos em eternos companheiros.

Nossos sonhos ganham aliados, nossa independência ganha acompanhantes, nossa vida conquista anjos. E no fim apenas a saudade e uma certeza: Não importa onde estejam, pois estarão sempre conosco!