Desculpa - Mensagens

Fui, em pequena, uma menina muito estabanada. Num só dia, conseguia quebrar a tesoura de mamãe, arrancar os cabelos de minha boneca ao trepar em uma árvore com ela no colo, e, finalmente, quebrar um prato valioso, ao ajudar a enxugar a louça.
Depois de cada desses desastres, corria para minha mãe e dizia apressada:
– Desculpe, mamãe! E estava crente de que, pronunciando essa senha mágica, obtinha completa absolvição.
No dia seguinte a uma dessas estripulias, aconteceu-me derramar café na toalha da mesa.
– Desculpe, mamãe! disse eu logo.
Mas mamãe, sorrindo, tomou uma toalha e enrolou-a em minha cabeça, como um turbante. E pôs na minha mão uma varinha que, propositadamente, deixara por perto. E disse bem humorada:
– Você agora é um mágico, com uma varinha de condão. Diga as palavras mágicas: "Desculpe, mamãe!", dez vezes, sobre essa mancha de café.
Eu repeti as palavras enquanto o resto da família me olhava fingindo seriedade e segurando um acesso de riso.
Quando terminei, tomada de intensa curiosidade, perguntei a minha mãe: – E a mancha, desapareceu?
– Não! ela respondeu com naturalidade.
Caindo em mim, comentei chorando de decepção: – E não podia mesmo desaparecer, embora eu dissesse mil vezes "Desculpe!"
– Então, disse mamãe, isso significa que "Desculpe!" não é uma palavra mágica. Não é interessante? Um "Desculpe!" não pode fazer desaparecer, em dois minutos, uma mancha de café que a gente, com apenas dois segundos de atenção, pode evitar. Bem, você quer que eu encha sua xícara outra vez?
E minha mãe não precisou, nunca mais, repreender-me. Quantas vezes eu penso ter esquecido a lição, volta-me à lembrança aquele turbante de toalha e a varinha de condão improvisada.
Continue se divertindo... Sorria, você fica bem assim alegre... Transmite força e paz...

Um pequeno garoto, num acampamento de verão, recebeu um grande embrulho de biscoitos enviados por sua mãe pelo Correio. Comeu alguns, então colocou a sobra sob sua cama.
No dia seguinte, depois de almoço, ele foi comer algum biscoito, mas a caixa tinha desaparecido.
Naquela tarde, um monitor do acampamento, que tinha sido comunicado sobre o roubo, viu outro garoto sentado sob uma árvore comendo os biscoitos roubados. Retornou ao grupo e procurou pelo garoto cujos biscoitos tinham sido roubados.
E disse-lhe,
– Billy, eu sei quem roubou seus biscoitos. Você me ajuda a lhe ensinar uma lição?
Confuso, o garoto respondeu,
– Bem, sim, mas vocês não o punirão?
O monitor explicou,
– Não, isso o deixaria ressentido e com raiva. Quero que você ligue para sua mãe e peça que ela lhe envie outra caixa de biscoitos.
Billy fez o que o monitor pediu e dois dias depois recebeu outra caixa de deliciosos biscoitos caseiros. O monitor disse,
– Agora, o garoto que roubou seus biscoitos está sentado à margem do lago. Vá até lá e divida seus biscoitos com ele.
Billy protestou,
– Isto não está certo. Ele já roubou meus biscoitos.
– Eu sei, mas tente e veja o que acontece. Respondeu o monitor.
Cerca de meia hora mais tarde, o monitor viu os dois surgirem na colina, um com o braço às costas do outro. O garoto que tinha roubado os biscoitos tentava fazer Billy aceitar seu canivete como pagamento pelos biscoitos roubados e a vítima estava sinceramente recusando o presente de seu novo amigo, dizendo que alguns biscoitos não eram tão importantes assim.
Uma criança estará precisando de seu perdão hoje?
Ou talvez, você esteja precisando procurar o perdão de seus pais. Ou talvez seja a esposa ou irmã ou irmão ou vizinho que precisa perdoar ou ser perdoado?

Tudo que eu queria mesmo era aquela sua presença que me deixava sem jeito toda vez que tentava olhar nos seus olhos.
Aquela sua maneira de me dizer as coisas mais sem nexo que sempre conseguiam me apaixonar.
Mas não eram as coisas que você fazia ou as palavras que falava que te deixavam perfeita.
Era sempre o seu amor que me conquistava e me fazia vislumbrar a essência de algo tão belo, que não existiria uma forma concreta para descrevê-la.
E se somente hoje pude perceber o quanto estava errado sobre nós dois, por favor, me perdoa e deixa eu te mostrar que qualquer erro pode ser desfeito quando a felicidade toma frente de tudo.

Quando parei para pensar em tudo que tinha acontecido... Não pude esconder minha tristeza. É claro que fiquei triste por ter deixado as coisas tomarem esse rumo, mas também fiquei muito triste por perceber que não existia do outro lado, uma resistência a toda essa situação.
Sabe, são tantas cobranças durante o dia, responsabilidades e pressão que acabo descontando essa energia negativa nas pessoas que estão mais próximas.
Desculpe-me por tudo, tente ao menos compreender que não sou de ferro. Quero aproveitar o tempo que temos juntos para me desligar deste mundo louco, quando estiver com você, quero esquecer que tive um dia difícil e me entregar de corpo e alma ao nosso mundo, vamos deixar tudo que aconteceu de lado, vamos esquecer que perdemos tempo com essa bobeira e recuperar cada minuto perdido. Já estou com saudade daquele seu sorriso, e do seu beijo, que me deixa cada vez mais apaixonada.
Eu te amo e me desculpe.

Pai, perdoa-me pelas vezes que sentei ao seu lado, mas não ouvi o que dizias...
Pai, perdoa-me pela visita rápida de fim de tarde, antes do jantar de domingo...
Pai, perdoa-me pela pouca paciência, quando querias aconselhar-me nos negócios...
Pai, perdoa-me por achar que tuas ideias já estavam ultrapassadas...
Pai, perdoa-me por ignorar tua experiência de vida...
Pai, perdoa-me pela minha falta de tempo para passar contigo...
Pai, perdoa-me pelo teu convite que recusei porque ia sair com meus amigos...
Pai, perdoa-me pela minha insensibilidade na hora da tua dor...
Pai, perdoa-me pelas vezes em que meus filhos não te trataram com o respeito que merecias...
Pai, perdoa-me pelo abraço que não te dei, pelo carinho que não te fiz...
Pai, perdoa-me por não ter reconhecido em ti o próprio Cristo...
Pai, abençoa-me...

Sei que algumas das minhas atitudes te deixam bastante aborrecida e sei que tens razão de te aborreceres com este meu ciúme doentio. Sei que o pior veneno para uma relação afetiva é o ciúme e tento controlar-me, mas muitas vezes não consigo...
Gostaria de fazer-te entender que é doloroso carregar este tipo de sentimento. Não se trata exatamente de desconfiança ou suspeita em relação a ti, é mais do que isso, infelizmente. Porque este sentimento brota independente do meu desejo, é algo patológico, como uma doença. e se é horrível para ti suportá-lo, também me causa muito sofrimento conviver com ele.
Gostaria que entendesses que a pessoa ciumenta, por mais que tente, não consegue raciocinar diante de algumas situações e, principalmente, controlar-se diante de pequenas dúvidas. Para alguém ciumento como eu, as mínimas suspeitas ganham uma dimensão fantástica e delirante, doentia mesmo. Quando sou acometido pelo ciúme, o limite entre a imaginação e a certeza torna-se muito tênue, e eu sofro muito!
Sei que isto é muito mau, sei que é péssimo para nós os dois, mas peço-te para teres um pouco mais de paciência, pois eu vou procurar ajuda para tentar livrar-me deste mal. Prometo!

Sabe, não é fácil para mim em reconhecer e dizer que preciso de você mais do que eu imaginava.
Desculpe!
Me desculpe se fiz você ficar triste.
Se machuquei seu coração.
Esse silêncio só nos faz perdido em nós mesmos.
Tentamos disfarçar, sorrir, mas bem dentro dos nossos corações a saudade explode e nos faz sofrer.
Venha comigo!
Vamos esquecer o que nos machucou.
O que tirou de nós a felicidade.
Sabe, amar você é melhor que esta solidão.
Vamos deixar o amor nos tocar novamente.
Deixe o perdão dançar nos compassos de nossas mãos.
No toque de nossos corpos, nosso carinho e nossos olhos.
Mas uma vez eu me entrego totalmente a você.
Te amo!

A gente se difere dos animais irracionais porque pensa e fala. E na maioria das vezes a gente se parece com eles porque fala sem pensar.
Foi exatamente isso que aconteceu comigo, falei sem pensar, ofendi você.
Você se defendeu e isso criou um clima que jamais deveria ter acontecido.
Depois a gente fica só, para de falar, volta a pensar e se arrepende muito e sofre e gostaria que nada daquilo tivesse acontecido.
Mas infelizmente o tempo não volta atrás.
O que foi dito ficará na lembrança e continuará machucando por um tempo, mas existe um remédio que quanto maior a dose mais rápido se esquece a dor.
E este remédio se chama amor, e você não precisa procurar em farmácias, eu tenho estoque muito grande em meu coração, com uma receita de carinho e um pedido de perdão.

Tanto tempo... Nem te saberia precisar... Tem sido o meu lamento
Constante, o maior dos pensamentos Um soluço, sufocado em meu peito Prestes a explodir, a gritar!
Você sempre soube desse sentimento Desse amor, que nasceu comigo quando te vi! E será sempre seu, mesmo sem ter direito!
Mesmo que eu tentasse, como tento Amar outro alguém, não conseguiria... Mesmo sabendo que te perdi...
E por mais que eu peça ao vento Pra te levar meu pedido... Você me vira os ouvidos, também nem ouviria
Não sei quanto mais eu aguento... Nem sei quanto dura esse lance... Não sei se és caso perdido...
Vivo essa agonia, num caminho lento Por mais que me peçam, não posso dar... Mas ainda assim te peço: pode me dar uma chance?

Logo vi em teu olhar a fraqueza de um coração
Um grande amor, pena que em um só coração
Você me ama e eu não
O que fazer, onde está o erro?
Onde está a verdade, a grande magia
A eterna realidade, onde está o meu amor por você, realmente não o encontro
Não dá, só você me ama, o amor está somente em seu coração.
Há magia somente em seu olhar.
É triste somente um amar
Me desculpe não posso te ver chorar
Estou indo pra não mais voltar
Me desculpe se te magoei,
E é por isso que não voltarei
Te desejo um amor melhor
Que te ame como não consegui
Mais agora tenho que ir.
Quero que você ame e seja amado Coisa que eu não consegui.

O amor é basicamente do coração, mas todos nós temos tentado desviar-se do coração, porque ele não é lógico, não é racional.
O coração não tem lógica, mas tem sensibilidade, perceptividade.
E se a questão de escolha entre a mente e o coração se levanta, dê razão ao coração, porque a mente é uma criação nossa e está sujeita a erros.
Se você ama uma pessoa, então você não interfere na privacidade dela. Você deixa intocada a privacidade dela.
A exigência básica do amor é: "Eu aceito a outra pessoa como ela é". O amor nunca tenta mudar a pessoa em função da gente.
Você não tenta moldar a pessoa e deixá-la do seu jeito – o que tem sido feito em todos os lugares do mundo...
Se você ama a pessoa, não existem condições. Se você não ama, quem é você para impor condições?
O ciúme é algo feio que está por trás desta coisa linda que é o amor. Se apesar do ciúme o amor ainda permanece, então você tem algo valioso em sua vida, que vale a pena.
Por que ser possessivo? A possessão mostra simplesmente uma coisa – que você não consegue confiar.
A confiança é certamente um valor mais alto e importante no amor.
O amor é lindo quando acompanhado de confiança, porque o amor não pode existir sem a confiança.
Estarem juntos é um aprendizado enorme – em perdoar, em esquecer, em compreender que o outro é tão humano quanto você.

Meu amor,
Se eu pudesse voltar ao passado e reescrever nossa história, tudo seria diferente.
Jamais eu teria deixado que o preconceito da minha família fosse maior que nosso amor.
Foi o medo.
Eu tive medo de perder nessa guerra, de perder você.
Agora eu sei que cometi um erro, talvez o maior erro de toda a minha vida.
Escrevo essa carta para dizer a você que estou tão arrependida que sinto meu coração doer.
Acredito no nosso amor e sei que você também acredita.
Peço que você me perdoe, em nome de todos os maravilhosos momentos que vivemos juntos.
Perdoe meu egoísmo, minha ignorância e meu desespero, e volte para mim.
A vida sem você ao meu lado não tem graça, não tem cor, não tem música.
Volte pra mim meu amor, me perdoe porque eu não tive coragem de enfrentar meu pai.
Volte pra mim porque agora, não importa mais contra quem ou o que, eu preciso lutar, eu vou lutar pela nossa relação até o fim.
Venha ser feliz comigo. Ainda temos muita coisa pela frente para viver.
Amo você, com todo meu coração!

Perdoe-me se quando Você precisou da lua, Só pude te trazer as estrelas, Pois não alcancei além delas. Perdoe-me se quando você teve Vontade de chorar, Fiz com que você sorrisse, Eu pensei que estava fazendo o certo, Mas fazê-lo guardar as lágrimas Não foi uma boa opção para te ajudar. Perdoe-me por ter chegado Adiantada demais na sua vida, Mas foi porque pra estar ao seu lado Eu prefiro sair sem relógio. Perdoe-me se não fui Tudo aquilo que você esperou, Mas quase tudo na vida Não é do jeito que pensamos. Perdoe-me por ter te mostrado Uma outra visão da vida, Mas ao menos você pode descobrir Que preto e branco Apenas são algumas das muitas cores Que podem existir ao nosso redor. Perdoe-me por ter optado Em conquistar o seu amor, Perdoe-me...

Você é a pessoa que mais admiro, E quero ter ao meu lado Mas para que isso aconteça
Você terá que perdoar os meus deslizes, Esquecer os erros do passado, Tudo pode ser recomeçado Por um simples gesto de amor carinho, Nada pode atrapalhar o nosso amor, Pois o nosso querer e forte demais para Acabar assim
Te adoro
Te amo
Vamos nos dar mais uma chance Talvez a última, Só não quero te perder!
Vamos recomeçar o mundo hoje é nosso!
Você é meu!
Me perdoe!
Nos de mais uma chance!
Não jogue fora essa oportunidade, Por orgulho.
Juntos seremos felizes

Perdão amor, pelo que te fiz sofrer.
Perdão amor, se um dia te fiz chorar.
Perdão amor, pela incansável espera.
Perdão amor, se um dia destruí teus sonhos.
Perdão amor, por não ter dito o que querias ouvir.
Perdão amor, por ter te amado na hora errada.
Perdão amor, pelos dias de sofrimento que sem querer te causei.
Perdão amor, por tudo que deixei de viver ao teu lado.
Porque eu te perdoo, por me deixar quando eu mais te queria.
Sei que não foi vingança, apenas me deixaste.
Por medo de amar mais uma vez e sofrer.
Perdão amor, por te pedir agora que me ame novamente.
Perdão amor, mas vivo para me arrepender de um dia não ter te amado como merecia.
Hoje, sofro por te amar sozinha com a certeza que o tempo é o nosso maior inimigo.
Nem sei, se te amo hoje, mais do que me amaste. Mas tenho a esperança de ainda nesta vida, ter-te ao meu lado com o mesmo amor que um dia sentiste.
Perdão amor, por ter amado sem saber.
Sempre na hora errada!

Confesso que te fiz sofrer Sei que te fiz chorar Jamais desperdice suas lágrimas Com um alguém que não saiba amar!
Assumo que esse alguém sou eu Que fui capaz de te magoar E ao te ver partir Senti que jamais irias voltar!
Se me desses apenas uma chance Se houvesse alguma maneira de meu erro reparar Diria de todo meu coração Perdoe-me... COMO É TRISTE A SOLIDÃO!
Agora sou eu quem de ti lembro com lágrimas nos olhos Que já não têm o mesmo brilho Assumo que dei mancada Assumo que não sei viver sozinho!
A te imploro uma nova chance Uma nova chance para te amar Juro lhe fazer feliz Assim que meus olhos voltarem a brilhar
E hoje posso dizer que sinto saudades O amor não se julga no passado Ou se ama para sempre Ou nunca se amou de verdade!

Por todo o tempo que vivemos, Por todas as promessas que fizemos é difícil dizer que tudo foi em vão... Todo este tempo apos termos acabado o meu coração chama por ti e a cada passo que dou vejo-te junto de mim és uma ilusão na minha realidade, por favor... Volta para mim não digas que foi de vez o fim Estou arrependida por tudo o que fiz... Por tudo o que poderia ter feito, se não fosse o verdadeiro medo que sempre tive... Aprendi muito durante este tempo, que agora a palavra medo já não faz parte do meu dicionário... Mas enfim, será que a palavra amo te ainda faz parte do teu? Por mais que eu tente lhe dizer o quanto eu sinto por você como é possível não saberes que eu te quero? O Titanic afundou-se... Mas mostra-me que apesar de vivermos um romance idêntico a esse, O nosso amor nunca afundará...

Amor, eu tentei te esquecer, mas não consegui. O que sinto por você é muito forte.
Vivemos coisas boas demais para serem esquecidas, só tivemos um momento mau, a despedida. Porque de resto, nunca vi coisa melhor!
Você nem imagina a alegria que tenho quando te vejo, ou simplesmente ouço a tua voz.
Eu não sei o que fazer, já tentei de tudo, mas de nada adiantou.
Quero que saiba que além de te amar, pode contar comigo para desabafar, falar, dançar... Mas principalmente para sorrir.
Te amo muito, nunca se esqueça disso.
Desculpe-me por tudo que fiz.
Como viverei sem teus beijos, pelos quais estou carente? Preciso dos seus carinhos e afagos.
Minha vida sem você é a mesma coisa que a noite sem estrelas, fica sem graça.
Ainda gosto de você, sem dúvida alguma, e não escondo de ninguém.
Você me fez descobrir a razão do meu viver.
Você me ensinou o certo e o errado, você me ensinou a viver.
E é por isso, meu amor, que eu te amo.
Perdoa-me!

Arrependo-me de um dia ter discutido com você arrependo-me do que te falei Arrependo-me do que senti raiva, ódio sentimentos que logo passaram ter sua amizade de volta... Sei, será difícil, pois te magoei profundamente, mas pedirei há você que considere porque eu sou imperfeito errei! Mas me arrependi! Olha-me como nos velhos tempos sinta piedade de uma alma envergonhada pronta para receber seu carinho de amigo! De irmão! Desculpe-me amigo traga de volta nossa amizade porque junto com ela virá minha felicidade!

Que ciúme é esse, que me cega e me faz desconfiar de quem amo, e me levou a pôr fim em nosso amor. Um ciúme louco que naquela discussão colocou palavras horríveis em minha boca.
A vida sem você não vale nada, depois da briga vem o remorso e clamo para mim mesmo, eu te amo e quero teu perdão. Confesso, sou errado, machista e vivo te magoando.
Minha loucura, meu ato inconsequente, pode pôr a perder o nosso romance. Eu não quero isso, não quero ver o nosso castelo ruir. Eu preciso pôr um freio no ciúme doentio que sinto.
Nosso amor não pode desmoronar, pelo sopro de um machismo infeliz.
Esse amor é grande, precisa ser conservado. Você precisa entender essa imaturidade presente em atitudes loucas.
De hoje em diante, vou ser maduro e ponderado, nunca mais vou fazer você sofrer.
Afinal, quem sou eu para ter pensamentos errados da mulher maravilhosa que renunciou a tudo em nome do nosso amor.
Não vou decepcioná-la, vou ser o homem que você sonhou.
Beijos, eu te amo, te amo.

Sei que meras palavras não servirão necessariamente como lenitivo neste momento em que, certamente, estarás sentindo mágoa de mim e, quiçá, desejarias nem ter me conhecido.
Errei. Errei, sim, como pode errar um ser humano fragilizado pelas contingências da vida...
Errei e peço perdão, vida minha.
Se o transtorno do arrependimento não é suficiente para quitar meu débito, imagina o quanto mais não estou sendo penalizado ante esse teu olhar magoado o qual, espero e queira Deus, não venha a se transformar em indiferença. Antes me olhes com mágoa do que com indiferença... Pois se a ira a raiva ainda significa algum tipo de sentimento, a indiferença consiste na lápide tumular dos corações humanos...
Errei e peço perdão...
Sabendo o quanto és nobre, o quanto de pureza e altruísmo tens na alma, minha esperança renasce, pois perdoar é um dom de nobreza espiritual.
Tenho consciência de que os erros podem gerar uma crise, mas é nas crises que o espírito se fortifica... É num momento de crise que a gente mais tem a oportunidade de crescimento interior, de fortalecimento moral, produto do sofrimento e da reflexão...
Se minhas palavras são fúteis e vãs, insuficientes para reparar meu mal ou para justificar meu arrependimento, nesta hora de aflição, parafraseando os poetas, lembra-te de que... Perdão foi feito pra gente pedir e... Eu te suplico, não destruas tantas coisas que são tuas por um mal que já paguei.
O amor tudo vence... E o mal que te causei não pode ser maior que nosso amor!
Superemos esta fase nefasta, amor de minha vida.
Olhemos para a frente, para o nosso amanhã... Um novo dia surgirá, pleno de luz, uma luz fulgente que haverá de reacender a confiança em nossos corações.
Te amo infinitamente.

Eu te peço perdão por te amar de repente
Embora o meu amor
seja uma velha canção nos teus ouvidos
Das horas que passei à sombra dos teus gestos
Bebendo em tua boca o perfume dos sorrisos
Das noites que vivi acalentando
Pela graça indizível
dos teus passos eternamente fugindo
Trago a doçura
dos que aceitam melancolicamente.
E posso te dizer
que o grande afeto que te deixo
Não traz o exaspero das lágrimas
nem a fascinação das promessas
Nem as misteriosas palavras dos véus da alma