Mensagens de Tristeza

Cada vez temos edifícios mais altos; e cada vez temos pensamentos mais baixos.

Cada vez temos estradas mais longas; e cada vez temos relações mais curtas.

Cada vez temos mais desenvolvimento tecnológico; e cada vez temos menos envolvimento humano.

Cada vez temos mais corpos esculturais; e cada vez temos menos conhecimentos culturais.

Cada vez viajamos mais pelo espaço exterior; e cada vez viajamos menos pelo espaço interior.

Cada vez temos mais coisas para fazer; e cada vez temos menos sabedoria de como fazer.

Cada vez se conhece mais pessoas; e cada vez se conhece menos a si próprio.

Cada vez se fica mais; e cada vez menos se está ao lado de alguém.

Cada vez se compra mais; e cada vez se tem menos.

Cada vez mais as pessoas se falam; e cada vez menos as pessoas se ouvem.

Cada vez mais as pessoas se comunicam; e cada vez menos as pessoas se entendem.

Cada vez mais o homem faz grandes construções, e cada vez mais se destrói o coração do homem...

É um grande engano não querer dizer aquilo que sente para tentar manter um relacionamento tranquilo.
Alguns chegam a optar pelo silencio mórbido. Que grande engano!
No desejo de manter a paz sonhada ou pelo medo da verdade que só o dialogo pode revelar, deixam-se conduzir para um divorcio emocional.
Embora o relacionamento possa até durar tempo, já não sera mais amor que o sustenta, mais sim inúmeros medicamentos. Os casamentos duram nem sempre são desprovidos de conflitos. Alguns cais brigam, mas também cobrem o outro de afeto. Outros casais nunca levantam a voz, mas também raramente elogiam ou acariciam um ao outro.

Primavera gentil dos meus amores,
- Arca cerúlea de ilusões etéreas,
Chova-te o Céu cintilações sidéreas
E a terra chova no teu seio flores!

Esplende, Primavera, os teus fulgores,
Na auréola azul dos dias teus risonhos,
Tu que sorveste o fel das minhas dores
E me trouxeste o néctar dos teus sonhos!

Cedo virá, porém, o triste outono,
Os dias voltarão a ser tristonhos
E tu hás de dormir o eterno sono,

Num sepulcro de rosas e de flores,
Arca sagrada de cerúleos sonhos,
Primavera gentil dos meus amores!

Para não sofrer eu vou me drogar de outros, eu vou me entupir de elogios, eu vou cheirar outras intenções. Vou encher minha cara de máscaras para não ser meu lado romântico que tanto precisa de um espaço para existir ridiculamente. Não vou permitir ser ridícula, nem uma lágrima sequer, nem um segundo de olhar perdido no horizonte, nem uma nota triste no meu ouvido. Eu sei o quanto vai ser cansativo correr da dor, o quanto vai ser falso ignorar ela sentada no meu peito. Mas vou correr até minha última esquina. Vou burlar cada desesperada súplica do meu coração para que eu pare e sofra um pouquinho, um pouquinho que seja para passar. Suor frio da corrida, sempre com sorriso duro no rosto e o medo de não ser nada daquilo que você me fez sentir que eu era. Muita maquiagem para esconder os buracos de solidão. Muita roupa bonita para esconder a falta de leveza e de certeza do meu caminho.

Quatro velas estavam queimando ruidosamente, calmamente.
O ambiente estava tão silencioso que podia-se ouvir o diálogo que travavam:

A primeira vela disse:
- Eu sou a Paz !
Apesar de minha luz as pessoas não conseguem manter-me, acho que vou apagar.

E diminuindo devagarzinho, apagou totalmente.

A segunda vela disse:

- Eu me chamo Fé! Infelizmente sou muito supérflua.

As pessoas não querem saber de mim.
Não faz sentido continuar queimando.

Ao terminar sua fala, um vento levemente bateu sobre ela, e esta se apagou.

Baixinho e triste a terceira
vela se manifestou:

- Eu sou o Amor! Não tenho mais
forças para queimar.

As pessoas me deixam de lado, só conseguem se enxergar, esquecem-se até daqueles à sua volta que lhes amam. E sem esperar apagou-se.

De repente... entrou uma criança e viu as três velas apagadas.

- Que é isto? Vocês deviam queimar e ficar acesas até o fim.
Dizendo isso começou a chorar.

Então a quarta vela falou:

- Não tenha medo criança. Enquanto
eu queimar, podemos acender as
outras velas.

Eu sou a Esperança.

A criança com os olhos brilhantes, pegou a vela que restava e acendeu todas as outras...

ESPERO QUE A VELA DA ESPERANÇA NUNCA SE APAGUE DENTRO DE VOCÊ.
Tenha um ótimo Natal e um Maravilhoso Ano Novo

Ser, somente ser e mais nada,
Ter, somente ter e mais nada,
Sorrir, somente sorrir e nunca inventar um piada,
Cantar, somente cantar as músicas dos outros e nunca a própria.

Ser, ser forte para mudar,
Ter, ter coragem para mudar,
Sorrir, sorrir quando alguém te faz feliz,
Cantar, cantar também a história de tua luta.

Ser, ser triste hoje e lutar pela felicidade amanhã,
Ter, ter dor hoje e alívio amanhã pela suas conquistas,
Sorrir, sorrir lembrando da lágrima de ontem,
Cantar, cantar a beleza de estar conquistando tudo sem perder a melodia.

Ser, ser alguém para alguém,
Ter, ter coragem de ser você próprio,
Sorrir, sorrir sem cessar, sem parar, ser ter fim.
Cantar, por que cantar é simplesmente cantar e mais nada.

Eu vivia triste e amargurada na minha vida vazia, quando veio alguém e disse:
VIVA
Eu vivia, mas a solidão da vida logo me fez entristecer de novo, e então alguém me disse:
AME
Eu amei, mas logo veio a dor da decepção então alguém disse de novo:
PERDOE
Eu perdoei, mas o vazio continuava e bateu a saudade, mais uma vez alguém
disse:
ESQUEÇA
E agora eu disse:
Eu amei e perdoei, mas esquecer você
JAMAIS

Eu jamais iria imaginar que você sairia
antes de mim do trabalho. Amiga, você vai
fazer muita falta, pois você era a alegria
das minhas manhãs.

Eu não consigo imaginar outra pessoa me fazendo
companhia na mesa, eu não imagino outra pessoa
me dando as melhores dicas, eu não imagino outra
pessoa levando as melhores sobremesas e, entre
outras coisas.

Saiba que esses 10 anos juntas, você ganhou uma
grande amiga e, eu sei que por mais que a gente
não se encontre todos os dias, a gente vai se ver
muito.

Nunca esqueça de mim amiga, pois eu preciso de você
perto de mim.

Soube do seu acidente e quero dizer que fiquei muito triste por esse acontecimento, mas como você é alguém com um espírito guerreiro tenho certeza que conseguirá recuperar e superar esse momento ruim.

Desejo-lhe rápidas melhoras sempre com muita positividade no coração. Pode contar com meu apoio e ajuda para tudo que precisar.

Outrora, o homem tinha o seu pequeno reino - talvez pobre - onde era senhor.
Crescia por dentro, dono de ser quem era, domando uma terra que lhe resistia, amparando-se em quem tinha ao lado, forjando laços, acariciando cordeiros e oliveiras, ouvindo Deus no vento, aquecendo-se ao fogo do lar.
E fazia canções e danças. E eram cheios de sentido as festas e os Domingos e as palavras.
O homem não é agora de lugar nenhum. Não tem ligação à terra.
Não vive com os outros. Cria e quebra laços com a facilidade resultante de esses laços não terem chegado a ser exatamente laços, por lhes faltar conteúdo. É superficial em tudo. Corre...

Te encontrei e pensei ter encontrado a minha felicidade
Mas com o passar do tempo você revelou-me quem é
As palavras tornaram-se amargas e machucam demais
A mão que antes me acariciava hoje me deixa marcas
Marcas internas e externas que carregarei por toda vida
Não entendo porque tanta violência só te dei meu amor
O teu olhar me causa medo tuas palavras são de horror
Teu beijo foi apagado de meus lábios pela deformação
Deformação feita por você sem nenhum motivo ou razão
Meu rosto esta irreconhecível não me reconheço ao espelho
Meu corpo me causa pena, pois as mutilações são muitas
Que mal eu te fiz? Entreguei minha vida a você por amor
Em troca recebi violência, estupro e humilhação diária
O que fazer para apagar essas marcas que ainda doem
Minha alma e meu coração estão muito machucados
O medo e a dor me fazem temer amar outro homem
Você prometeu me amar, cuidar de mim e não o fez
Me mostrou a violência sem dó ou arrependimento
Hoje estou livre de você, mas as marcas em meu corpo,
em minha alma e em meu coração são eternas.



ESSE TEXTO É PRA MOSTRA O QUANTO SOU CONTRA AGRESSÕES QUE MUITAS MULHERES SOFREM CALADAS DE SEUS MARIDOS, MUITAS MORREM POR SE CALAREM, ATÉ ONDE VAI ISSO...

Eu não quero te ver triste
E muito menos te ver chorar...
Mas eu quero que você saiba
Que comigo sempre poderá contar.

Meus colo não será tão reconfortante
Nem meus abraços terão aquele efeito calmante
Mas quem sabe eu não sou capaz de ajudar?
E aquela pressão no seu peito talvez eu não consiga aliviar?

Você sabe que você pra mim é mais que um amigo
Acho que você sabe que me importo muito contigo
Eu posso saber demonstrar ou não
Mas você pra mim tem o valor de um irmão

Você já me viu rir e já me viu chorar
Já meu ofereceu seus ombros e tentou me acalmar.
Você se importa com aquilo que parece insignificante
E sabe que eu também acho isso importante

Eu me sinto mal quando te vejo assim
Ainda mais lembrando que você já fez isso por mim
Mesmo que eu possa não conseguir
O importante é saber ouvir

Eu vejo em seu rosto a dor
E nos deles o torpor
Mas aqui tem alguém se importa
E que pode te confortar (e também confrontar)

Já te falei que não importa a hora que você ligar
Eu vou estar sempre aqui pra tentar te consolar
Quero de novo te ver sorrir
E não essa expressão de quem não vai conseguir

Se você quiser até as 6 da manhã te faço companhia
E com a noite virada, ver o lindo nascer do dia
Eu seria capaz de tudo fazer
Para feliz de novo te ver

Amitabha, o Buda primordial, que tinha como único desejo ajudar todos os seres vivos, um dia considerou que era necessário a manifestação de uma divindade com a aparência de um jovem. Amitabha emitiu um raio de luz branca que tomou a forma de Tchènrezi.
Tchènrezi cresceu e prometeu ajudar Amitabha a beneficiar todos os seres vivos e fez uma promessa a ele próprio "enquanto houver um único ser que não tenha atingido o despertar, trabalharei para o bem de todos. E se não cumprir esta promessa, que a minha cabeça e o meu corpo se quebrem em mil pedaços!"
Durante milhões de anos, Tchènrezi trabalhou sem parar. Um dia pensou que já tinha liberto numerosos seres, mas infelizmente ainda havia inúmeros seres presos no samsara. Muito triste por isso, desanimou "Não tenho a capacidade de socorrer os seres; vale mais que descanse no Nirvana". Com este pensamento contrariou sua promessa. O seu corpo se quebrou em mil pedaços e Tchènrezi conheceu um intenso sofrimento.
Mas pelo poder de sua graça, Amitabha voltou a recompor o corpo de Tchènrezi. Lhe deu onze rostos, mil braços e mil olhos. Tchènrezi poderia a partir de então, ajudar os seres sob esta forma. Amitabha pediu a Tchènrezi que retomasse a sua promessa e este assim fez ainda com ainda mais vigor e força do que antes.

Um pássaro fez seu ninho,
dentro de uma escola.
E participou ativamente
de tudo o que lá se realizava.

Acompanhou pacientemente
a aprendizagem dos pássaros novos,
dos pássaros que já estavam aprendendo
e dos mestres dos pássaros,
que tanto se dedicavam.
Planejando e se empenhando
para enriquecer o saber dos seus pupilos.

O tempo foi passando...
Os pássaros novos cresceram,
voaram e encontraram seus horizontes.

Os mestres ficaram mais sábios.
E o pássaro feliz pela missão cumprida,
surpreso... viu seu ninho ser desfeito,
pela ação do tempo.
Então, com uma dor imensa n'alma,
bateu asas e voou
buscando um novo rumo.
Feliz! E triste!

A escola permanece
Certamente mudada pelo empenho de todos.
Novos pássaros entrarão e sairão.
O pássaro? Voa e busca...
Um novo caminho!

E leva consigo
este universo colorido,
dentro do pensamento
e no fundo do coração.

Hoje falo para o amor, como se de uma pessoa se tratasse, como se ele tivesse acontecido em sua plenitude. Falo triste mas também o faço com convicção, pois são palavras de adeus o que eu tenho de proferir.

Durante tempos alimentei esta esperança em meu coração. Ter você em meus braços e me poder perder nos seus, era para mim já realidade, uma realidade na qual só eu vivia. Demorou, talvez, mas acabei por entender que este amor que eu sentia não era correspondido e tive que aceitar isso, por muita mágoa que me causasse.

Então adeus, sonhos que não foram concretizados. Até nunca, beijos e abraços que nunca foram dados. Tomara eu ter largado esta paixão infrutífera há mais tempo. Mas infelizmente, primeiro somos sempre arrastados pelo coração e só depois fazemos nossas escolhas. Agora eu sei que o que dói mais não é a despedida, mas saber o que nós dois poderíamos ter sido.

Você não está sozinha vovó! Eu estou junto de você em corpo, pensamento, em atos e em palavras. Eu gosto muito de você e entendo que é difícil, entendo que a solidão dói muito, mas você não precisa sentir essa coisa triste.

Você é uma querida avó, a melhor do mundo; é minha segunda mãe; somos família, vovó. Preciso que você esteja bem para eu estar também. Beijo grande no coração, avó! Eu te adoro.

Eu não acho as palavras.

Eu sinto muito, mais do que consigo expressar. E isso se torna um veneno em certos momentos. Palavras ficam presas na garganta lhe matando sufocado, é triste morrer do seu próprio veneno.

E em meio ao desespero da ausência de palavras saírem da minha boca eu entro em pranto, eu choro, eu grito, eu fico sem saber o que fazer, mas me sinto melhor depois disso, embora não passe completamente.

Eu busco, busco uma forma de esvaziar emoções, situações, sentimentos, entre outros, mas elas (as palavras) continuam a fugir de mim. Talvez eu não tenha sido feito para explicar nada mesmo, apenas para sentir.

E sem perceber acabei falando o que anda me incomodando: Eu não acho as palavras, ou talvez eu já as tivesse e sem perceber, usei nos momentos errados, com as pessoas erradas.

Eu sinto muito.

Quantos foram os momentos
em que vivemos juntos
em nossos sonhos
entre carinhos
que hoje são apenas folhas
mortas
Um romance no qual houve
Um fim
Que jamais será esquecido
Pois não chegamos
A nos encontrar
E nem nos
Amar
Agora calada e triste
Na obscuridade desta
Vida
Vivo
Abraçando a sua ausência
E sabendo que não mais estará
Ao meu lado
Sinto-o bem perto de mim
Sinto o calor dos seus lábios
O calor de seus abraços
A meiguice de seu
Olhar
O doce encanto de sua voz
Como num sonho de magias
Que me dizias frases lindas
E que hoje não as ouço mais.

Sempre lhes disse que os fracos agridem, mas os fortes são tolerantes. Os fracos excluem, mas os fortes são pacientes. Agora lhes peço que não sejam tolerantes com seus fantasmas. Lutem com todas as forças contra tudo o que lhes perturba a mente. Não há dois dominadores. Ou vocês dominam suas preocupações ou elas o dominarão. Ou domesticam seus sentimentos de culpa ou eles os tornarão seus servos. Gritem, tenham acessos de raiva contra o humor triste, os pensamentos fixos, a alienação, a compulsão. Não há gigantes. Repartam suas batalhas com seus amigos. E se não as vencerem, procurem um especialista. A existência é preciosa demais para se confinar a um cárcere.

Augusto Cury

Por mim, e por vós, e por mais aquilo
que está onde as outras coisas nunca estão,
deixo o mar bravo e o céu tranquilo:
quero solidão.

Meu caminho é sem marcos nem paisagens.
E como o conheces? - me perguntarão.
- Por não ter palavras, por não ter imagens.
Nenhum inimigo e nenhum irmão.

Que procuras? Tudo. Que desejas? - Nada.
Viajo sozinha com o meu coração.
Não ando perdida, mas desencontrada.
Levo o meu rumo na minha mão.

A memória voou da minha fronte.
Voou meu amor, minha imaginação...
Talvez eu morra antes do horizonte.
Memória, amor e o resto onde estarão?

Deixo aqui meu corpo, entre o sol e a terra.
(Beijo-te, corpo meu, todo desilusão!
Estandarte triste de uma estranha guerra...)
Quero solidão.

Cecília Meireles

Quando alguém lhe magoar, lhe fazer sentir raiva e for mal educado com você, não se deixe entristecer. Estas pessoas não sabem o que fazem!

No silêncio do meu quarto
Tudo fica tão triste
Me sinto tão sozinha
Mas sei que você existe
Não são pensamentos fúteis
É a mais sincera verdade
Queria tanto te ter nos meus braços
E matar a minha vontade
Beijar a sua boca
Te amar loucamente
Te envolver em meus carinhos
Te querer eternamente
E desse beijo sentir o gosto
Gosto úmido do querer
Esses lábios que me beijam
E me faz enlouquecer
O meu corpo quer o seu
O meu amor quero te dar
Te matar só de desejos
Não me deixe a esperar

Celi Luzzi