Presente - Mensagens

Estatutos para o momento presente:
- Todos os homens são diferentes. E devem fazer o possível para continuarem sendo.
- A todo ser humano foram concedidas duas qualidades: o poder e o dom. O poder dirige o homem ao encontro com o seu destino, o dom o obriga a dividir com os outros o que há de melhor em si mesmo.
- A todo ser humano foi dada uma virtude: a capacidade de escolher. O que não utiliza esta virtude, a transforma em uma maldição e outros escolherão por ele.
- Todo ser humano tem direito a duas bênçãos : a de acertar, e a de errar. No segundo caso, sempre existe um aprendizado que o conduzirá ao caminho certo.
- Todo ser humano tem um perfil sexual próprio, e deve exercê-lo sem culpa - desde que não obrigue os outros a exercê-lo com ele.
- Todo ser humano tem uma lenda pessoal a ser cumprida, e esta é a sua razão de estar neste mundo. E ela se manifesta através do entusiasmo!
Parágrafo único: pode-se abandonar por certo tempo a lenda pessoal, desde que não se esqueça dela, e volte assim que for possível.
- Todo ser humano tem direito à busca da alegria, e entende-se por alegria algo que o deixa contente não necessariamente aquilo que deixa os outros contentes.
- São considerados faltas graves apenas os seguintes itens: não respeitar o direito do próximo, deixar-se paralisar pelo medo, sentir-se culpado, achar que não merece o bom e o mal que lhe acontece na vida, e ser covarde.
Revogam-se as disposições em contrário.

Natal há muito tempo perdeu o veio do seu real significado. Hoje o que vemos é um exagero no consumo, e o momento que deveria ser dedicado à reflexão e à união familiar é transformado em mera troca de presentes.

Fica muito difícil para os pais não caírem na armadilha, já que as crianças são empurradas a desejar os bons e grandes presentes no Natal. Sem contar aqueles incontáveis presentes de parentes e amigos que nem sempre são algo de que precisamos ou de nosso gosto. E, no caso das crianças, uma sucessão de brinquedos que eles simplesmente não dão conta de usar. Também pelo excesso, acabam não valorizando nenhum.

Deixamos então aqui uma sugestão que tem dado certo em nossa casa: fazemos uma "vaquinha" na família para a compra de um bom presente que será "o" presente do Papai Noel. Ano retrasado foi uma bicicleta, ano passado, um videogame, e eles nem perguntam por mais presentes. É muito mais bacana do que ver aquele monte de presentes que as crianças nem curtem e que na vida cotidiana só ocupam espaço e acumulam poeira.

Quando temos que dar presentes para familiares e amigos, sempre escolhemos artigos educativos reciclados que sempre surpreendem, inspiram e dão bom exemplo. Na escola, caso as crianças participem de alguma atividade relacionada à troca de presentes, sempre devemos pensar coletivamente e não enviar presentes caros que incentivem o consumismo. Livros bacanas e quebra-cabeças são ótimas opções. A escola é um ambiente educacional de suma importância. Os bons exemplos ali são fundamentais. Por isso, escolha sempre presentes de um valor médio, sem ostentação.

Fazer diferente é possível e fundamental para um futuro melhor.

Ana Cláudia Bessa

Desculpe o atraso, mas não me esqueci de você!
Não me esqueci desse dia tão especial... Desse dia que Deus trouxe ao mundo uma criaturinha cheia de graça, de beleza, de carinho, de amor no coração...
Uma pessoa muito especial, que sabe cativar e encantar quem a rodeia... Que sabe conquistar! Uma pessoa que mora dentro de meu coração, que preenche o vazio que às vezes toma conta da gente... Alguém a quem todos estimam, que é muito importante...
Gostaria de poder dar todos os presentes do mundo, não presentes caros, que o dinheiro compra. Presentes que devem estar presentes no seu dia-a-dia, aqueles que até quem nada tem pode dar: felicidade, amor, saúde, paz...
São estes os presentes que lhe desejo. Tentei colocá-los em uma grande caixa, embrulhada com um papel bonito e amarrada com uma linda fita de cetim. Mas estes presentes não caberiam em nenhuma caixa do mundo, por maior que fosse ela. Compreendi logo o motivo: eles estão presentes num abraço, em uma palavra amiga.
E por ter chegado um pouco atrasada essa mensagem, deixo-lhe o dobro de abraços para que você se esqueça do dia do seu aniversário como um dia só e transforme todos os dias de sua vida em seus dias!
Parabéns e felicidades sinceras!

Pessoas são um presente. Algumas vêm num embrulho bonito, como presentes natalinos. Outros vêm em embalagens bem comuns. E há os que ficam machucados no correio.
De vez em quando chega registrada.
Algumas pessoas vêm em invólucros fáceis. De outras é difícil tirar a embalagem. Mas a embalagem não é o presente... E... Tantas pessoas se enganam e confundem a embalagem com o presente.
Pessoas são presentes. Não raro o presente é difícil de abrir: precisa da ajuda de outros. Por que será que alguns presentes são difíceis de abrir?
Também você, também eu, somos presentes para os outros. Mas não podemos ser um presente-embalagem: muito bem embalado e quase nada lá dentro.
Há encontros superficiais, de epiderme, que não passam de troca de embalagem. Nunca chegam a ser troca de presente.
Nos verdadeiros encontros acontece uma coisa comovente e essencial: mutuamente nos vamos desembrulhando, desempacotando. Vamos nos descobrindo.
Você já experimentou esta imensa alegria da vida?

Muitos passam os mês dezembro fazendo compras, embrulhando presentes, decorando árvores de Natal e preparando-se para as festas e feriados, mas não se preparam para um Natal transformador, nem estão livres para experimentar seu significado real em todas as áreas da vida.

Minha preocupação maior é que o Natal não faça diferença alguma em nossa vida, que voltemos à mesma antiga rotina, às mesmas pessoas que éramos antes de tudo haver começado.

É possível festejar a estação e perder o Natal!

Imagine uma época em que você abriu todos os presentes, menos os de determinada pessoa. Sinta a mágoa dessa rejeição. Olhe para a situação da perspectiva divina. O que você acha que Ele deseja lhe dar?

Imagine-o esperando que você desembrulhe o seu presente.

Lembro-me que quando eu era criança, minha ansiedade nos dias que antecediam o Natal ia aumentando com cada presente que eu via marcado com a etiqueta "não abra antes do Natal"!

Quando eu pensava que ninguém estava vendo eu me arrastava para debaixo da árvore, apertava chacoalhava os presentes, tentando adivinhar se o que estava envolto por aquele papel era o meu desejado presente.

Então, na véspera de Natal, eu ia para a cama e sonhava com o que certamente encontraria na manhã seguinte, ao abrir os presentes. O presente que desejo partilhar com você nestes dias que culminam com o Natal traz inscrita uma observação bem diferente. Nele está escrito o seu nome. E diz: "Abrir em preparação para o Natal e para ser desfrutado durante o ano todo!" O verdadeiro Natal acontece de coração para coração.

O presente do coração de Deus é o oferecimento de Cristo a você e a mim. A coisa mais trágica que poderia acontecer é passarmos a época do Natal sem jamais abrir, nem aceitar as dádivas de amor, alegria, esperança e paz que fluem do coração divino em direção ao nosso! Cristo traz tudo isso para nossa vida. Você já "abriu" o presente de Deus para você? Cristo é o motivo do seu Natal?

Pensamento para o dia:

Quero ter um Natal especial este ano. Quero que a alegria e a paz de Cristo me acompanhem em cada dia da minha vida daqui por diante.

Pessoas são presentes
Algumas vêm em embrulho bonito, ou em embalagem comum.
E há as que ficaram machucadas no correio
Eventualmente chega uma registrada. São os presentes valiosos.
Algumas pessoas trazem invólucros fáceis.
De outras, é dificílimo, quase impossível tirar a embalagem. É fita durex que não acaba mais
Mas A embalagem não é o presente. E tantas pessoas se enganam, confundindo a embalagem com o presente.
Por que será que alguns presentes são tão complicados para a gente abrir? Talvez porque dentro da bonita embalagem haja muito pouco valor. A decepção seria grande.
Somos presente um para o outro. Você para mim, eu para você.
Triste, se formos apenas um presente-embalagem: muito bem empacotado e quase sem nada lá dentro!
Quando existe o verdadeiro encontro com alguém, deixamos de ser mera embalagem e passamos à categoria de real presente.
Nos verdadeiros encontros, acontece alguma coisa muito comovente e essencial: mutuamente nós vamos desembrulhando, desempacotando, revelando.
Essa alegria profunda que nasce do recôndito de uma alma, quando duas pessoas se encontram, se comunicam, virando presente uma para outra.
Conteúdo interno é o segredo para quem deseja tornar-se presente e não apenas embalagem
A verdadeira alegria que a gente sente e não consegue descrever, só nasce no verdadeiro encontro com alguém

– Acabo de voltar de uma troca de presente. Ela disse.
– Alguém lhe deu algo que você não queria? Perguntei. – Não, de jeito nenhum. Ganhei mais do que pensei que ganharia. Ela respondeu.
– Então ganhou presentes demais? Perguntei. – Oh, não. Nunca se ganha "demais". Ela disse bem séria.
– Não estou entendendo. Você estava devolvendo um presente que você ganhou e não queria porque você tinha mais do que pode usar, mas nunca tem demais do seja lá o que for. Eu disse. Naturalmente eu não tinha nenhum ideia do que eu acabara de dizer, mas era o que eu tinha ouvido. – Não. Eu não devolvia nada. Eu distribuía. Ela disse.
Me senti como que assistindo a um episódio de "I love Lucy". – Vamos começar tudo de novo. Onde você estava? Perguntei. – Fui ao asilo. Fui visitar as pessoas que vivem lá. Ela disse.
– Você tinha dito que foi trocar presente.
– Oh, vejo seu problema. É assim que eu chamo minhas visitas ao asilo. "Troca de Presente". Eu vou ao asilo e passo meu tempo com algumas pessoas bem fascinantes. Sou a única com 40 anos. Aquelas pessoas estão pelos 70 ou 80 e até mais. Elas têm muito a oferecer. Suas histórias são presentes especiais para mim. Sua experiência de vida e lições são incrivelmente valiosas. Aprendo muito com elas. Ela disse.
– Então, isto é o trocar presente? Perguntei. – Sim, eu lhes dou o meu tempo e minha atenção, eles me ensinam sobre a vida.
Que ângulo incrível para se ver as coisas. Por todos estes anos que eu tenho escrito, todas as pessoas que eu encontrei ao longo do caminho fizeram parte da minha "Troca de Presente".
Por que você não se junta a nós. Dê um pouco de tempo para falar com alguém na rua hoje. Crie tempo para parar e dizer "olá" a alguém de sua vizinhança. Encontre novas pessoas. Visite um asilo. Telefone para alguém.
Você tem muito para dar e muito mais para receber.

Quando o nosso filho Julinho tinha seis anos, estávamos atravessando um período de má situação financeira e só podíamos comprar o indispensável para viver. Alguns dias antes do Natal, dissemos a ele que não poderíamos comprar presentes nas lojas, para nenhum de nós.
Mas com imaginação e amor poderíamos brincar de presentear uns aos outros.
Assim, nós combinamos que cada um desenharia o presente que gostaríamos de dar aos outros da família. A ideia agradou e a partir desse dia começamos a trabalhar em segredo com muita alegria e sorrisos misteriosos.
Um carro verde para o papai. Uma pulseira e uns brincos para mim. Para o Julinho os presentes eram aqueles que recortávamos de algumas revistas. Os melhores presentes para ele foram um tenda de brincar de índio e uma piscina de plástico, desenhadas pelo papai.
O presente melhor do papai para mim foi a nossa casa dos sonhos, pintada à aquarela, branca, com janelas verdes e touceiras de flores no jardim. E o papai recebeu um punhado de versos meus, inspirados nas coisas tristes e acontecimentos alegres das nossas vidas.
Naturalmente não esperávamos nenhum "melhor presente" do Julinho. Mas, com gritinhos de alegria, ele entregou um desenho grande, feito por ele, com lápis de cor, dentro da mais pura "técnica surrealista". Era sem dúvida um grupo de três pessoas rindo: um homem, uma mulher e um menininho. Tinham seus braços entrelaçados uns nos outros de tal forma que pareciam uma só pessoa. Embaixo do desenho, ele escreveu apenas uma palavra: "Nós".
Foi, sem dúvida, um Natal de Amor.

Tive um sonho esta noite, José. E não entendo. Realmente, não entendo, mas acho que foi sobre uma celebração de aniversário para nosso Filho. As pessoas tinham se preparado para isso durante umas seis semanas aproximadamente. Tinham decorado a casa e comprado novas roupas. Tinham feito muitas compras e presentes bem elaborados também foram comprados.
Era peculiar, embora, porque os presentes não eram para nosso filho. Embrulharam-nos em papel lindo e os amarraram com laços adoráveis e os empilharam sob uma árvore.
- Sim, isso mesmo, uma árvore, José, dentro de casa. Tinham decorado a árvore também. Os ramos estavam cheios de bolas e ornamentos cintilantes. Havia uma figura no topo da árvore. Pareceu-me ser um anjo.
- Ó, mas era lindo. Todo o mundo risonho e feliz. Estavam todos animados com os presentes. Deram os presentes um ao outro, José, mas não a nosso Filho.
- Eu acho que eles não o conheciam. Eles nunca mencionaram seu nome. Não te parece estranho as pessoas celebrarem o aniversário se eles não conhecem o aniversariante?
- Tive o estranho sentimento que se nosso filho tivesse ido a esta celebração, ele teria sido um intrometido.
- Tudo era tão lindo, José, e todo o mundo tão cheio de alegria, mas fizeram-me chorar. Como é triste para Jesus não ser querido na celebração de seu próprio aniversário...
- Mas estou feliz por ter sido apenas um sonho, José. Como seria terrível se tivesse sido real...

Havia duas vizinhas que viviam em pé de guerra.

Não podiam se encontrar na rua que era briga na certa.

Depois de um tempo, dona Maria descobriu o verdadeiro valor da amizade e resolveu que iria fazer as pazes com dona Clotilde. Ao se encontrarem na rua, muito humildemente, disse dona Maria:

- Minha querida Clotilde, já estamos nessa desavença há anos e sem nenhum motivo aparente. Estou propondo para você que façamos as pazes e vivamos como duas boas e velhas amigas.

Dona Clotilde, na hora estranhou a atitude da velha rival, e disse que iria pensar no caso. Pelo caminho foi matutando:

- Essa dona Maria não me engana, está querendo me aprontar alguma coisa e eu não vou deixar barato.

Vou mandar-lhe um presente para ver sua reação. Chegando em casa, preparou uma bela cesta de presentes, cobrindo-a com um lindo papel, mas encheu-a de esterco de vaca.

"Eu adoraria ver a cara da dona Maria ao receber esse 'maravilhoso' presente. Vamos ver se ela vai gostar dessa". Mandou a empregada levar o presente a casa da rival, com um bilhete: "Aceito sua proposta de paz e para selarmos nosso compromisso, envio-te esse lindo presente".

Dona Maria estranhou o presente, mas não se exaltou. Que ela está propondo com isso? Não estamos fazendo as pazes? Bem, deixa pra lá. Alguns dias depois dona Clotilde atende a porta e recebe uma linda cesta de presentes coberta com um belo papel.

- É a vingança daquela asquerosa da Maria. Que será que ela me aprontou!

Qual não foi sua surpresa ao abrir a cesta e ver um lindo arranjo das mais belas flores que podiam existir num jardim, e um cartão com a seguinte mensagem:

"Estas flores é o que te ofereço em prova da minha amizade. Foram cultivadas com o esterco que você me enviou e que proporcionou excelente adubo para meu jardim. AFINAL, CADA UM DÁ O QUE TEM EM ABUNDÂNCIA EM SUA VIDA".

O PRESENTE ESCUTAR... Mas você deve realmente escutar. Sem interrupção, sem distração, sem planejar sua resposta. Apenas escutar.
O PRESENTE AFEIÇÃO... Seja generoso com abraços, beijos, tapinhas nas costas e aperto de mãos. Deixe estas pequenas ações demonstrarem o amor que você tem por família e amigos.
O PRESENTE SORRISO... Junte alguns desenhos. Compartilhe artigos e histórias engraçadas. Seu presente será dizer, "Eu adoro rir com você."
O PRESENTE BILHETINHO... Pode ser um simples bilhete de "Muito obrigado por sua ajuda" ou um soneto completo. Um breve bilhete escrito à mão pode ser lembrado pelo resto da vida, e pode mesmo mudar uma vida.
O PRESENTE ELOGIO... Um simples e sincero, "Você ficou muito bem de vermelho", "Você fez um super trabalho" ou "Que comida maravilhosa" faz o dia de alguém.
O PRESENTE FAVOR... Todo dia, faça algo amável.
O PRESENTE SOLIDÃO... Tem momentos em que nós não queremos nada mais do que ficar sozinhos. Seja sensível a esses momentos e dê o presente da solidão ao outro.
O PRESENTE DISPOSIÇÃO... A maneira mais fácil de sentir-se bem é colocar-se à disposição de alguém, e isso não é difícil de ser feito.

Para muitos de nós, o Natal perdeu a sua real importância, perdeu o seu significado simbólico. O Natal não é trocar presentes, não é esperar e nem desejar um presente caro. O simbolismo do Natal é o renascimento, é o fogo da vida aceso dentro de nós, é paz, amor e confraternização.

Os presentes são apenas uma lembrança dos presentes dados pelos Reis Magos ao Menino Jesus. Como renascemos no Natal, também recebemos uma lembrança, mas deveria ser simbólica, algo cheio de afeto e não uma fonte de investimento financeiro. Nenhum presente tem importância sem a presença de Deus.

Não podemos esquecer o que é o Natal. A celebração do Natal é a celebração do amor, da união, da família e da renovação. Viva o Natal de verdade!

Era tempo de Natal e um homem observava as pessoas apressadas em uma espécie de marcha. Olhava fixamente todas as luzes do Natal, enfeites em toda parte, no centro do shopping Papai Noel com crianças no colo.
O shopping lotado de pessoas andando pra lá e pra cá, algumas sorrindo e algumas com frontes franzidas e outras muito cansadas. Descansavam nos bancos ou apressavam-se em seu caminho lutando contra a multidão para levar as compras para casa.
A música alta e Papai Noel, e neve, e até uma rena engraçada. Ouviu as pessoas falarem sobre os bons tempos, das festas, do divertimento e da comida farta, e dos presentes que trocariam nesse dia.
– Eu gostaria de saber um pouco mais sobre o que está acontecendo. – Ouviram o homem dizer – Parece haver algum tipo de celebração. E você que está todo vestido em vermelho e branco, pode me explicar? E porque as crianças lhe perguntam sobre uma noite especial?
A resposta veio descrente, – Não posso acreditar em meus ouvidos! Não posso acreditar que você não sabe que é tempo de Natal. O dia que Papai Noel distribui presentes para meninas e meninos, enquanto estão dormindo. Deixa-lhes livros e brinquedos.
– O homem que você vê de vermelho e branco é Papai Noel. As crianças adoram seu riso alegre e seus olhos brilham. Seus presentes estão no trenó que é puxado pelas renas que voam rapidamente, daqui pra lá e de lá pra cá.
– As crianças aprendem sobre Papai Noel quando ainda são pequenas. Quando chega o Natal, é o mais importante de tudo!
O desconhecido deixou cair a cabeça, entristecido, e fechou a mão perfurada por um prego. Seu corpo agitou-se em descrença, ele não compreendia. Uma sombra cruzou sua face, sua voz soou baixa mas claramente, – Depois de todos estes anos, ainda não aprenderam. E uma lágrima verteu no rosto de Jesus.

A vida tem sido tão bondosa comigo. Ela me tem oferecido presentes dignos de deusa. Presentes de diva que tudo pode e que podendo tudo, tudo tem. De todas os presentes, se destaca a maior dádiva que alguma vez poderia imaginar que iria ter. Estou falando de vocês, meus filhos gêmeos que tanto amo.

Coisas dessas só acontecem a pessoas com muita sorte e com a graça do Senhor. É que um filho eu sempre quis, agora dois meninos ao mesmo tempo é felicidade a duplicar. Sinto que sou abençoada. Vocês são absolutamente maravilhosos. É por vocês que me levanto todas as manhãs com a esperança no coração. Todos os dias, são dias de celebração para mim, até porque de outra forma eu estaria sendo ingrata. Vocês me dão tanto, o mínimo que posso fazer é retribuir a vocês e ao mundo o amor que recebo de vossos rostos, de vossas palavras, de vossos beijos e abraços.

Vocês são o melhor que a vida me ofereceu.
Obrigado, meus filhos!

Era uma dessas bicicletas com dois assentos e meu novo companheiro ia no banco de trás me ajudando a pedalar. Não me lembro bem de quando foi que ele sugeriu que mudássemos de lugar mas, desde então, minha vida não foi mais a mesma.
Enquanto eu estava no controle, eu sabia o caminho. Era bastante chato, mas era sempre a previsível menor distância entre dois pontos. Mas quando ele tomou a iniciativa, ele passou por incríveis descidas, por vales, por cima de altas montanhas e por lugares rochosos em perigosa velocidade.
Embora parecesse loucura, ele disse: – Pedale! Eu estava preocupado e ansioso e perguntei: – Para onde você está me levando?
Ele riu e não respondeu, e eu comecei a aprender a confiar. Me esqueci de minha vidinha chata e embarquei na aventura. E quando eu dizia: – Estou com medo.
Ele apenas tocava em minha mão. Eu conquistei amor, paz, aceitação e alegria. presentes recebidos em nossa jornada. E lá íamos nós. Ele disse: – Doe estes presentes. São bagagem extra, peso demais. Então eu fiz isto, dei os presentes para as pessoas que encontramos, e acho que ao dar eu recebi. Mas nossa carga estava mais leve.
Eu não confiei à ele, logo de cara, o controle de minha vida. Eu achava que me arruinaria. mas ele conhece bem os segredos da bicicleta, sabe como fazer cada curva, sabe como evitar as pedras altas, sabe como saltar para encurtar as passagens assustadoras.
Estou aprendendo a pedalar por lugares que me eram estranhos e estou começando a apreciar a vista e a brisa fresca em meu rosto, sempre com meu companheiro, Jesus Cristo.
E quando eu estou certo de que não posso fazer mais, Ele apenas sorri e diz: "PEDALE"
E você! já deu umas pedaladas hoje? não! seu companheiro esta ai se preparando... para lhe acompanhar...

Meu presente de Natal é tão belo e diferente, que jamais se encontrará em lojas que vendem presentes.
Ele é fácil de fazer e não precisa dinheiro, é uma árvore de Natal com presentes verdadeiros.
Na ponteira tem uma estrela que brilha mais do que ouro, é a estrela da amizade presente maior que tesouro.
Minha árvore é toda enfeitada com os mais belos sentimentos, que transformam nossas vidas nos mais puros e belos momentos.
Festões dourados de amor que com o carinho e a bondade misturados, dão um toque de suavidade aos nossos sonhos e anseios, de paz para a humanidade!

É importante recordarmos o adolescente que nós fomos. Eu lembro que no aniversário de um amigo, nós- adolescentes- resolvemos fazer uma brincadeira e entregar-lhe um presente.
Era uma caixa muito grande! Surpreso diante dos convidados, ele abriu a caixa, e encontrou uma caixa um pouco menor. Abriu-a e tornou a encontrar outra, numa sucessão de embrulhos e caixas que parecia não ter fim.
Havia passado um longo tempo desembrulhando caixas, com a ajuda dos convidados, quando, finalmente, lá estava uma caixinha, onde ele encontrou um anel, que o deixou emocionado. Nas tantas circunstâncias em que a vida nos separa de seres que um dia nos foram tão caros, eu perdi o contato com esse amigo, mas suponho que ele guarda esse presente até hoje, pelo menos na lembrança. Essa recordação nos permite fazer uma comparação. A cada momento a vida está nos presenteando com oportunidades, mas esse presentes estão quase sempre muito bem embrulhados, por isso não o vemos com facilidade.
É preciso ter a observação treinada e a sensibilidade sem travas. É preciso paciência ativa para desembrulhá-los com a reflexão, porque as oportunidades só encontram quem está preparado para recebê-las. A arte de viver começa a ser percebida quando aprendemos a desembrulhar os presentes que a vida nos oferece e quando conseguimos presentear com sentimentos perceptíveis os seres que amamos.

Toda a felicidade e realização que os seres humanos anseiam existe no momento presente.

No agora, o tempo pára de existir e nós experimentamos uma presença que é toda absorvente, completamente em paz, e totalmente satisfatória.

Nada pode estar mais próximo do que o presente, no entanto, nada nos escapa mais rápido.

Em um instante a nossa mente nos leva para longe em memórias do passado ou fantasias sobre o futuro.

Ou nós podemos nos perceber em uma corrida contra o relógio, sentindo como se nunca existisse tempo suficiente.

Nós dizemos coisas como "O tempo está voando", "O tempo está se acabando", ou "Nunca existem horas suficientes em um dia."

De algum modo nós nos esquecemos que escolhemos se queremos que o tempo seja nosso inimigo ou um aliado. Nós podemos mudar de uma percepção presa ao tempo para uma percepção atemporal para o êxtase que somente pode ser encontrado no momento presente.

Se você quer ter todo o tempo do mundo, você pode treinar a si mesmo através das seguintes práticas simples:

Pratique o prestar atenção.

Durante o seu dia, quando notar que seus pensamentos se dispersaram, volte para onde você está. Instantaneamente você verá porque se distraiu, seja porque estava entediado, ansioso, vivendo no passado, ou antecipando o futuro.

Não julgue a si mesmo; simplesmente retorne sua atenção para o que está na sua frente nesse momento.

Sinta as sensações do seu corpo.

Enquanto que a mente vive no passado e no futuro, o corpo vive no agora. Conectar-se aos sentimentos do seu corpo faz com que você retorne à consciência do momento presente.

Os nossos pensamentos estão sempre nos puxando para o futuro ou para o passado, para longe do presente.

Porém é no momento presente que nós encontramos o Espírito, o nosso ser essencial e a força que anima toda a vida.

Ao se conectar com o presente nós voltamos a nossa atenção para dentro, para longe de todo o caos e atividade e experimentamos a nossa eterna e ilimitada natureza.

Deepak Chopra

Os amigos são verdadeiros presentes que a vida nos dá. Eles tornam os nossos dias mais felizes, e os pesos da vida mais leves de carregar. Mas a amizade, para durar, precisa ser cultivada. Precisamos nos fazer presentes e tempo a eles dedicar.

Recorrer a um amigo apenas no momento em que precisamos de algo, e não estarmos disponíveis quando precisam de nós não é um comportamento leal. Um amigo de verdade está para o que der e vier, é alguém com quem sabemos que podemos contar. Por mais que haja amizades que se mantém à distância, é importante tentar se fazer presente. Mas não por obrigação, e sim de coração.

Além disso, não há nada que faça melhor para a alma do que estar cercado de amigos, de pessoas com quem nos sentimos seguros, confortáveis e à vontade. Sempre que possível, junte os seus amigos!

O presente é esse instante em que você vive permanentemente, é essa consciência de estar vivo, é essa necessidade de sonhar. O presente é esse momento em que você fica pensando no passado e imaginando o seu futuro.

O presente é assim o único tempo que importa, o único onde você pode executar uma ação, fazer a diferença com uma atitude. O presente é também o único tempo que deve ocupar a sua mente.

Recordar o passado é bonito, idealizar o futuro é inevitável, mas o que realmente conta e importa é agir no presente para que um se possa ultrapassar e o outro se concretize. Viva o presente de forma intensa e real, pois é a única forma de alcançar a felicidade e viver a vida em plenitude!

Eu queria ser um artista para perpetuar sua imagem numa obra de arte. Retratar todas as linhas do seu corpo, todos os traços de seu lindo rosto, e depois lhe oferecer como presente de Natal.
Eu queria ser um músico para compor a mais linda melodia, que falasse da sua beleza, e do nosso amor, e depois, cantá-la para você, como presente de Natal...
Meu amor; eu queria ser um ator, para viver ao seu lado, todos os papéis, todas as vidas numa porção de estreias, e oferece-las como presente de Natal.
Eu queria ser até malabarista de circo, virar me do avesso, para mostrar-lhe o meu amor. E oferecê-lo para você como presente de Natal... Mas não sou nada disso! Sou apenas um mortal, que morre de amor por você, e só quer estar ao seu lado neste Natal.
O presente será tudo aquilo que eu adoro te dar... Beijos, abraços, carinho e muito amor. O presente serei eu mesmo, meu corpo e minha alma, meu coração e minha vida. Te amo!
Feliz Natal!

Hoje é um dia especial e eu queria te presentear com o maior de todos os presentes. Mas o maior presente ainda seria pequeno diante da sua grandiosidade, pois Deus colocou dentro de você um enorme presente, renovado a cada dia. Presente este que se chama "amor", pois todos os dias, todos os instantes, seu coração está pronto para amar e perdoar.
Eu peço a Deus para te abençoar, te dar muita paz, alegria e saúde com abundância para poder realizar todos os seus sonhos e projetos...
Parabéns mamãe e feliz aniversário...
Um grande beijo e um forte abraço pra você...
Te amo...
Você é a rainha que enfeita meu castelo de sonhos!