Mensagens de Frio

Sinto o frio gélido da noite Nada me aquece, sinto frio O vento que sopra é como açoite Meu corpo treme em calafrios
Passas por mim e me ignoras Com teu agasalho de algodão Será que não percebes agora Que eu só queria tua compaixão?
Caminhas a passos tão rápidos Ao teu lado uma criança como eu Nem vês nos meus olhos molhados As lágrimas de um silencioso adeus
Sinto frio, vem logo me aquecer Sou órfão de mãe e órfão da vida Queria ao menos poder esquecer Que é chegada à hora da partida
Sinto frio também em minha alma Estou sozinho sem abrigo e carinho Meu frágil corpo busca a calma Como uma ave busca seu ninho
Sinto frio bem dentro do meu coração Sou mais um dos excluídos da vida Segura ao menos de leve a minha mão Para que eu possa sorrir na despedida
Sinto frio, não desapareça agora não Quero somente um pouco de atenção Se não puder segurar a minha mão Lance-me apenas um olhar de compaixão
Sinto frio, que pena já não estais aqui Como muitos, tu desapareceste na rua Sem perceber que naquele banco ali Havia uma criança que poderia ser tua
Ao findar da noite tudo se encerra A neblina me cobre com seu véu Já não sinto mais o frio desta terra Pois Jesus já me aquece aqui no céu

Durante uma conferência com alunos universitários um professor da Universidade de Berlim desafiou alguns alunos com esta pergunta: Deus criou tudo o que existe? Um aluno respondeu:
- Sim, criou.
- Deus criou tudo?
- Sim, senhor. - Se Deus criou tudo, então Deus fez o mal? Pois o mal existe, então Deus é mau?
O jovem calou-se e o professor ficou feliz porque tinha provado que a fé é um mito.
Outro aluno levantou a mão e disse:
- Posso fazer uma pergunta, professor?
- Lógico que podes.
O jovem, de pé, perguntou:
- Professor, existe o frio?
- Claro que existe, ou tu nunca sentiste frio?
Respondeu o jovem: De facto o frio não existe. Segundo as leis da Física, o que consideramos frio é ausência de calor.
Existe a escuridão? Continuou o aluno O professor respondeu: existe.
Mais um erro seu, professor. A escuridão também não existe. A escuridão é a ausência da luz.
Finalmente o aluno perguntou:
- Professor, o mal existe?
- Claro que existe: crimes, guerras. isso são coisas do mal.
O estudante respondeu: o mal não existe, pelo menos não existe por si mesmo. O mal é a ausência do bem. Deus não criou o mal. O mal é o resultado da humanidade não ter Deus presente nos seus corações.
É como acontece com o frio quando não há calor, ou a escuridão quando não há luz.
Este aluno foi aplaudido de pé, e o professor balançava a cabeça ficando calado
O Diretor da Universidade soube do caso e chamou o aluno e perguntou-lhe: como te chamas: e ele respondeu: Albert Einstein.

No silêncio desta noite,
Posso ouvir seus passos
Ao caminho do meu quarto.
Entre cobertores e travesseiros
Eu te espero nesta noite fria de inverno.
Seus passos não silenciam
E os sonhos não me conduzem a adormecer.
Ligo o rádio
E como obra do destino,
É exatamente a nossa canção que
Está ao toque desta noite fria.
Abro a janela
E um vento frio invade meu quarto,
Imagino que seja o frio da saudade
Tentando congelar meu coração.
Não encontro estrelas,
Não vejo encanto.
Fecho a janela,
E volto pra cama.
Ouço ainda seus passos
Que não deixam de caminhar,
A canção que não deixa de tocar
E o frio que não deixa de cessar.
A porta não se abre
E esta noite fria vai passando,
Junto com ela vai meu sono.
Amanhece,
E o silêncio acorda comigo...
E descubro que os passos
Era a solidão me procurando,
E o frio era a saudade me maltratando..

Queria lhe escrever alguma coisa que fuja das minhas cartas clichês de amor. Mas eu não sei como fazer isto, pois ouvir seu nome lembra-me, automaticamente, esse sentimento invasivo.
O amor toma conta do meu coração, eu já nem o controlo mais; faz com que eu perca-me em seus olhos e crie planos antes de dormir. Ouvir seu nome faz com que eu me sinta perto de ti mesmo quando você está sabe-se lá onde. E eu amo isso.
Amo qualquer sensação que esse amor me faz sentir. Amo seu cheiro, amo seu sorriso e seu jeito tímido, atrapalhado, convencido. Eu amo qualquer coisinha que faça parte de você.
Viu só, estava tentando fugir das palavras sempre usadas e torno a escrevê-las novamente... Que engraçado. Essas mesmas palavras podem enjoar a qualquer pessoa, menos a mim. Acho que é porque todas se referem a uma única pessoa: você.
Nada em ti é enjoativo. Nem mesmo suas brincadeiras que fazes fora de hora ou a forma como gosta de me irritar. Essas coisas todas são complicadas pra mim, pois nesses finais de tarde frios e chuvosos, eu gostaria de estar envolvida em seus braços, sussurrando no seu ouvido "eu te amo", e sei que você iria rir.
Mas isso não teria importância alguma. Você estaria comigo. E isso sim, importaria.

Saudades tuas... é tudo o que eu consigo dizer neste momento, pois é exatamente isto o que eu sinto: um profundo desejo de estar contigo, de ouvir tua voz, de tocar a tua pele e perceber a tua barba a roçar o meu rosto.
Quando é que vens? Quando é que eu vou sentir novamente o calor da tua companhia? Não demores, querido, os dias estão a ficar cada vez mais frios e o meu coração vai ficando triste e gelado quando não estás por perto.
Vem logo acabar com estas saudades. Traz mais uma vez a doçura e a alegria para a minha vida.
Sem ti por perto, até mesmo as coisas que eu mais gosto perdem a graça: os filmes no cinema nunca me parecem bons o suficiente e até as pipocas não têm o mesmo sabor que têm quando estás comigo...
Sei que tens os teus compromissos, mas não te alongues nas reuniões e nos negócios. Não deixes a tua agenda sem espaço para mim, pois eu estou a morrer de saudades tuas, e vais perceber a intensidade deste meu sentimento quando estiveres outra vez envolto no meu abraço.

Sinto saudades de conversar com você. As vezes me pego pensando no misterioso livro do nosso ser. veja só nós dois: Não nos conhecemos, não temos um mundo real, no nosso mundo só os sentimentos são reais.O meu mundo real fica milhas e milhas distante do seu, Deus abe quantas... e mesmo assim nos encontramos, por isso acredito que as coisas que são nossas chegam até nós de maneira as totalmente inesperada.
Deus prepara tudo...é só acreditar! Tudo que sei é que nessa imensa rede, bendita rede... encontramos um mundo e fizemos o nosso, onde os anos luz de solidão, ou algo assim que já vivemos não faz sentido, tão pouco importância.
Aqui em frente a tela não podemos nos ver fisicamente, mas sentimos o pulsar do coração do outro cheio de vida, vida real. Também não sabemos ao menos a cor dos nossos olhos, mais sentimos a emoção do olhar, contido nas linhas de e-mails.
Se não sentimos a força do abraço, imaginamos seu calor e ficamos aquecidos. E o perfume? o que é uma essência comparado ao cheiro de amizade que exala perfumes de alegria por simplesmente ler no final da mensagem:
Um Cheiro ou um Abraço, nesse instante o cheiro imaginado se confunde com o nosso. Tenho sonhos de um dia sairmos da tela para a vida real, assim daremos abraços mais reais ainda e beijos muito mais gostosos. O tempo? que importa o tempo?
Conheço pessoas que se veem todos os dias e no entanto pouco se conhecem, não conhecem sequer o próprio coração, imagine um outro, essas são pessoas de risos falsos e de beijos frios e sem sabor de apertos de mãos mornos e abraços gelados, são amores falsos e amigos de momento.
No entanto aqui estou eu te falando essas coisas todas sem medo de parecer boba ou tola, poderia te falar também outras verdades sobre mim... sem medo de te desagradar, afinal talvez nunca nos vejamos mesmo... você também não me deixaria traumas, estamos acima dessas coisas... sei que um entenderia o outro a vida já passou muita rasteira na gente, eu gosto de ouvir, dou meu tempo e empresto o ombro.
Quando sentir necessidade olha eu aqui.
Esperando você.

A palavra que Deus me deu para compartilhar com você hoje é sobre reavivamento espiritual. Nos últimos dias Deus me falou sobre este assunto e pude experimentar isso dentro de mim.

Precisamos de reavivamento, quando não conseguimos mais sonhar, quando não conseguimos mais crer, ou quando não conseguimos mais ter esperança. Precisamos de reavivamento quando a nossa alegria em servir ao Senhor está desaparecendo em nossos corações. Precisamos de reavivamento quando os dons do Espirito estão se apagando em nós ou quando não temos mais o prazer de evangelizar vidas, ganhando-as para Cristo.

Quantos estão espiritualmente quase mortos, vivendo sem alegria e gozo em estar na presença de Deus? Quantos estão presos a uma rotina de trabalho cansativa, desanimadora, onde não conseguem enxergar horizontes melhores e perspectivas de prosperidade? Quantos vivem uma vida familiar desgastada, arruinada e destruída pelo Diabo? Quantos estão na Igreja desanimados frios e sem vontade de produzir frutos no reino de Deus?

Hoje Deus quer mudar teu destino, tua sorte, e gerar vida.

Pr. Josias Moura

Namora, quem lê nos olhos e sente no coração as vontades saborosas do outro.

Namora, quem se embeleza em estado de amor.
A pele melhora, o olhar fica com brilho de manhã.

Namora, quem suspira, quem não sabe esperar, mas espera, quem se sacode de taquicardia e timidez diante da paixão.

Namora, quem ri por bobagem, quem entra em estado de música, quem sente frios e calores nas horas menos recomendáveis.

Namorados que se prezam tem a sua música e não temem se derreter quando ela toca.
Ou, se o namoro acabou, nunca mais dela se esquecem.

Namorados que se prezam gostam de beijo, suspiro, morderem o mesmo pastel, dividir a empada, bebem no mesmo copo.
Apreciam ternurinhas que matam de vergonha fora do namoro ou lhes parecem ridículas nos outros.
Por falar em beijo, só namora quem beija de mil maneiras e sabe cada pedaço e gostinho da boca amada.
Beijo de roçar, beijo fundo, inteirão, os molhados, os de língua, beijo na testa, beijo livre como o pensamento, beijo na hora certa e no lugar desejado.
Sem medo, nem preconceito.
Beijo na face, na nuca e aquele especial atrás da orelha, no lugar que só ele ou ela conhece.

Por isso, só namora quem se descobre dono de um lindo amor, tecido do melhor de si mesmo e do outro.
Só namora quem não precisa explicar, quem já começa a falar pelo fim, quem consegue manifestar com clareza e facilidade tudo o que fora do namoro é complicado.

Namora, quem diz: "precisamos muito conversar" e quem é capaz de perder tempo, muito tempo, com a mais útil das inutilidades e pensar no ser amado, degustar cada momento vivido e recordar palavras, fotos e carícias com uma vontade doida de estourar o tempo e embebedar-se de flores astrais.

Namora quem é bom, quem gosta da vida, de nuvem, de rio gelado e de parque de diversões.

Namora quem sonha, quem teima, quem vive morrendo de amor e quem morre vivendo de amar.

Foi tão rápido.
Me lembro dos dias em que brincávamos.
Dessa brincadeira elevou a um sentimento mais forte, que entrelaçou nossos corações, nossas vidas.
Peguei à tua mão, estava fria...
Te acariciei, mas sua pele estava sem aquele seu belo pigmento que me paralisavam o olhar, por haver tanta formosura.
Te beijei... Seus lábios não me corresponderam.
Estavam frios.

Sussurrei em seus ouvidos o que eu realmente sentia por você.
Mas... Você nem se quer se reagiu.
Entrelacei meus dedos nos teus; mas os teus não se envolviam com os meus.
Te abracei, e não senti o calor corporal vindo de você.

Senti uma sensação estranha.
Olhei para os teus lindos e perfeitos traços.
Coloquei minha mão em seu peito... E não senti o coração bater... Foi aí que percebi que os anjos a levaram, levaram para bem longe, onde não podia encontrá-la, mas que era bom.

A sua ausência foi por mim profundamente sentida... E aí percebi que já se fora meu amor...
Grande mortal... Que foras cair nos braços da morte apelando por socorro! Sendo vítima de um trágico fim causado pelo AMOR de homens que não tinham o amor por significado... Esses sim não são dignos de amar...

Ela se foi... Anjo se tornou.

Meu amor, você não sabe o quanto é difícil passar o Dia dos Namorados tão longe de você. Mesmo quando faz sol, esta distância absurda torna os dias sempre frios e nublados para mim. Às vezes não consigo dormir e quando finalmente adormeço, me vem o sonho, a delirante esperança de ver você surgir de repente no meu quarto, para me acordar com beijos.
É muito triste estar tão distante do calor dos seus braços e do conforto da sua voz, mas o que me consola é saber que este martírio não vai durar para sempre, pois assim que você cumprir com todas as suas obrigações, voltará para o meu lado e para o meu carinhoso abraço. Quando você voltar, teremos bastante tempo para fazer tudo o que gostamos de fazer quando estamos juntos.
Não vejo a hora de ver você novamente e de tocar a sua pele, de passar as mãos sobre o teu rosto e desenhar cada um dos seus traços com as pontas dos meus dedos. Tenho rezado bastante para o tempo passar depressa e abreviar a minha solidão. Saiba que eu te amo muito e que realmente é muito difícil ficar tanto tempo sem você.
Saudade imensa e um beijo maior ainda!

Meu amor, já tentou contar esta longa distância que parece nos separar? Eu já me perdi em números, pois cada metro que te afasta de mim é como um corte profundo que sinto em minha carne. Cada dia que passo sem ver você parece interminável e me agoniza em um vazio infinito.

Ainda assim, por vezes me sinto tentada em dizer que não temos distância nos separando. Quantos relacionamentos acontecem debaixo do mesmo teto, mas seu carinho não é mais espontâneo? Quantos amores vivem de convivência diária, mas seus momentos são frios e baseados em rotina?

Não, meu amor, você não está distante de mim. Você vive comigo a toda hora, em meu coração e pensamento. Eu respiro saudade de seu beijo e minhas noites são sonhando com nós dois. Como poderia te amar tanto se você não estivesse tão presente? Por mais que nossos corpos estejam afastados, não há nada que te separe de mim.

Meus lençóis estão frios, nesta noite gélida. Os ponteiros do relógio entoam em meus ouvidos, uma canção triste de amor e saudade. É você quem mais eu queria, meu amor, agora e sempre. Ter você do meu lado e ser feliz em seu abraço, sem mais motivos para temer.

Esta distância que nos separa, não tira você do meu pensamento. Dentro de mim, uma imagem do seu rosto e do seu corpo, que me preenche e ao mesmo tempo me deixa tão vazia. Quanto mais te recordo, mais aumenta esta saudade, esta tristeza de querer você e ter só dor de sua falta.

Por isso, me refugio em doce esperança e profundas expectativas. Em ver você chegar e entrar por esta casa, dizendo que me ama vezes sem fim. Sentir você, mais perto do que nunca, mais próximo do que antes. E na dança desses pensamentos, ser feliz em saber o quanto te quero amar.

Meu amor, me perdoe
Sei que te machuquei
Você não merecia a minha desconfiança
Quero me reconciliar
Não consigo viver sem você
É duro saber que te magoei
Você é a pessoa mais importante nesse mundo para mim
Sem você meus dias são frios
Minhas noites sem estrela
Sem você não sei quem eu sou

Meu amor, me perdoe
Você merece ser feliz e eu quero te fazer feliz
Saber que por um momento te fiz infeliz me entristece profundamente
Quero me reconciliar
Faço o que for preciso para ter você novamente nos meus braços
Me desculpe, tudo que fiz não foi por te querer mal
Fiz tudo por amor

Meu amor, me perdoe
Te peço novamente
E te peço mil vezes se for preciso
Não seja orgulhoso, abra seu coração para uma reconciliação
Prometo te fazer feliz todos os dias, horas, minutos e segundos
Se eu errei foi por amar demais
Por te querer bem demais
Por ter um medo enorme de te perder
Peço não me deixes
Minha vida sem você não faz sentido
Perdão, perdão, perdão
Te amo agora e sempre

Tudo o que hoje eu preciso realmente saber, sobre como viver, o que fazer e como ser, eu aprendi no jardim de infância. A sabedoria não se encontrava no topo de um curso de pós-graduação, mas no montinho de areia da escola de todo o dias. Estas são as coisa que aprendi lá:
- Compartilhe com tudo. -Jogue dentro das regras. -Não bata nos outros. -Coloque as caixas de volta onde pegou. -Arrume a sua bagunça.
-Não pegue as coisas dos outros. -Peça desculpas quando machucar alguém. -Lave as mãos antes de comer. -Dê descarga. -Biscoitos quentinhos e leite frios fazem bem para você.
-Respeite o outro. -Leve uma vida equilibrada, aprenda um pouco, pense um pouco... E desenhe... E pinte... E cante... E dance... E brinque... E trabalhe um pouco todos os dias. -Tire uma soneca todos os dias. -Quando sair, cuidado com os carros.
-Repare nas maravilhas da vida. Lembre-se da sementinha no copinho plástico. As raízes descem a planta sobe e ninguém sabe realmente como ou porque, mas todos somos assim. O peixinho dourado, o hamster, o camundongo branco, e até mesmo a sementinha no copinho plástico, todos morrem... Nós também.
A regra de ouro é o amor e a higiene básica. Ecologia... Política... E igualdade... E respeito... A vida sadia.
Temos que fazer a nossa parte.
E esta é sempre uma verdade, não importa a idade: "Ao sair para o mundo é sempre melhor darmos as mãos e ficarmos juntos."

Quando você sentir vontade de chorar, me chame que venho chorar com você.
Quando sentir vontade de sorrir, me chame que venho para sairmos juntos.
Quando sentir vontade de amar, me chame que venho amar você.
Quando sentir a nossa amizade desmoronando, me chame que venho ajuda-lo a reconstruir.
Quando você achar que o mundo é pequeno demais para a sua tristeza, me chama que venho ajudá-lo a fazê-lo grande para a sua felicidade.
Quando você precisar de companhia naqueles dias frios, me chama para nos aquecermos juntos.
Quando você precisar ouvir dizer "Eu Te Amo", me chame que venho dizer a qualquer momento.
Quando você não precisar mais de mim, me diga. Apesar de tanto te amar, mesmo assim, para a sua felicidade, simplesmente me afastarei de você.

Amor vai, amor volta, amor
vem na revolta e tudo é mar
e tudo é areia, e tudo é cru na
certeza que dois corações são
um só corpo, uma só pátria.

Eternidade, frio, calor, amor
vontade, chão, mão, e um
beijo imortal e um braço e
um abraço, e um bater do
coração, o meu, o seu, o seu.

Amor que dura vidas eternas
Amor que nasce sem morrer
Eternidade, frio, calor, amor
Um bater do coração
Um bater do coração.

Noite ainda, quando ela me pedia
Entre dois beijos que me fosse embora,
Eu, com os olhos em lágrimas, dizia:

"Espera ao menos que desponte a aurora!
Tua alcova é cheirosa como um ninho...
E olha que escuridão há lá por fora!

Como queres que eu vá, triste e sozinho,
Casando a treva e o frio de meu peito
Ao frio e à treva que há pelo caminho?!

Ouves? É o vento! É um temporal desfeito!
Não me arrojes à chuva e à tempestade!
Não me exiles do vale do teu leito!

Morrerei de aflição e de saudade...
Espera! até que o dia resplandeça,
Aquece-me com a tua mocidade!

Sobre o teu colo deixa-me a cabeça
Repousar, como há pouco repousava...
Espera um pouco! deixa que amanheça!"

E ela abria-me os braços. E eu ficava.

Olavo Bilac

Carta de escritor africano anônimo.
Meu irmão branco... Quando eu nasci, eu era negro Quando eu cresci, eu era negro Quando eu vou ao sol, eu sou negro Quando eu estou com frio, eu sou negro Quando eu estou com medo, eu sou negro Quando eu estou doente, eu sou negro Quando eu morrer, eu serei negro
E Você Homem Branco... Quando você nasceu, era rosa Quando você cresceu, era branco. Quando você vai ao sol, fica vermelho. Quando você fica com frio, fica roxo. Quando você está com medo, fica branco. Quando você fica doente, fica verde. Quando você morrer, ficará cinza.
Depois de tudo isso Homem Branco, você ainda tem o topete de me chamar de homem de cor?

Ela sorriu descontraída para um triste desconhecido que passava. O sorriso dela fez com que ele se sentisse muito melhor.
Ele lembrou-se de uma bondade passada de um amigo e lhe escreveu uma carta de agradecimento. O amigo ficou tão satisfeito com o agradecimento que deu uma grande gorjeta após o almoço.
A garçonete, surpreendida pelo tamanho da gorjeta, apostou tudo confiando em um pressentimento. No dia seguinte descobriu que ganhara e deu boa parte a um mendigo na rua.
O mendigo ficou agradecido. por dois dias não tinha o que comer. Depois que terminou seu jantar, ele foi para seu sujo e pequeno quarto nos fundos de uma casa (Não sabia que iria enfrentar a morte).
No caminho recolheu um filhote de cachorro que tremia de frio e o levou, nos braços, para casa e o cãozinho começou a se aquecer
O filhote de cachorro ficou muito agradecido por estar protegido do frio. Naquela noite a casa pegou fogo. O filhote de cachorro latiu dando o alarme. Latiu até que acordou a casa inteira e salvou todos.
Um dos meninos que se salvou cresceu, estudou e tornou-se presidente. Tudo isto por causa de um simples sorriso. E isso não custou nem um centavo.

A chuva está a cair e a molhar os meus cabelos. É o prenúncio do inverno que logo vai começar. É no frio que sinto saudades das pessoas queridas, que por um motivo ou por outro, deixamos ficar pelos caminhos da vida.
E agora me peguei lembrando de ti, cujo paradeiro havia me esquecido, perdido que foi na poeira do tempo. Sabes que um dia cheguei a considerar a tua presença imprescindível, pois quando estávamos apaixonados, vivíamos o nosso amor só na base do: só vou se tu fores.
Quando o tempo começa a esfriar, o inverno vem chegando e propicia o milagre. Nas noites frias solitárias, remexo no arquivo da memória lembrando os momentos felizes que vivi. E num estalo tu surgiste na minha mente.
Foram poucos os dias e noites do inverno que ficamos juntos, mas foram inesquecíveis. Passamos horas felizes como só acontece aos apaixonados. Embora passageiro, o nosso amor ficou gravado na mente e no coração. um filme que ainda é projetado na minha mente.
Seria tão bom se pudéssemos reviver aqueles dias neste próximo inverno. É certo que não vivemos nada sério, mas foi tudo muito bom. Recordo como tu és caliente e penso ter aquelas horas felizes de novo, no inverno que está chegando e promete ser muito frio. Que tal?

Numa manhã, na mesma escola que o Smilinguido frequentava, o mestre Formisã dá início a mais um dia para aprender coisas novas.
A classe estava cheia, porém um estava faltando: o Forfo.
Mestre Formisã deu inicio a sua aula pensando por que será que o Forfo tem se atrasado tanto ultimamente. No meio da manhã o Forfo chega.
- Oi turma! - cumprimenta o Forfo.
- Olá Forfo! O que aconteceu para você se atrasar novamente?
- Ehh... Na verdade tem sido difícil levantar. Está frio, e minha cama é tão quentinha e tão gostosa que é difícil sair dela - respondeu timidamente.
- Forfo, nós todos entendemos você, tem feito muito frio ultimamente. Porém não podemos deixar de lado nossas obrigações. Isso se chama preguiça. Explica o mestre.
E a Faniquita logo diz:
- É Forfo, o Senhor criador não gosta dos preguiçosos.
Mestre Formisã corrige:
- Não é que Ele não gosta de preguiçosos. Ele não gosta da preguiça! Por causa da preguiça deixamos de fazer coisas importantes, perdemos oportunidades.
Forfo concorda com o mestre:
- Está certo, não sabia que a preguiça faz tudo isso! Vou tentar dormir mais cedo para não me atrasar, mesmo com esse friozinho.

Na bíblia está escrito que quem é preguiçoso e dorminhoco acabará passando fome.

Bíblia

Ainda me lembro bem daquela quinta-feira
Cinco malandros em volta da fogueira
Ouvi o grito de dor de um homem que falava a verdade
mas ninguém se importava
Botando pra fora tudo o que sentiu na pele
Mas ninguém lhe dava ouvidos não

Deixou a marca da fogueira que acendeu pra se livrar do frio que mata
Miséria impune, notável, sincera não acaba nunca

Parecia inofensiva mas te dominou, te dominou, te dominou, dominou

Difícil é desviar de quem tá sempre querendo
ela mantém a porta aberta ela te faz de instrumento,
vai te dominar, se já não dominou

Ouvi o grito de dor de um homem que falava a verdade
mas ninguém se importava
Botando pra fora tudo o que sentiu na pele
Mas ninguém lhe dava ouvidos não

Deixou a marca da fogueira que acendeu pra se livrar do frio que mata
Miséria impune, notável, sincera não acaba nunca

Parecia inofensiva mas te dominou, te dominou, te dominou, dominou

Charlie Brown Jr.