Mensagens de Esperança

Enquanto há vida, há esperança... esperança de dias melhores, de decisões certeiras, de reconciliação, consolidação, de novas amizades, de um encontro, de um tempo!
Ela jamais se esvai, pelo contrário, em meio aos ventos turbulentos, está sempre presente... em forma de forças, que nos sustenta, que não nos deixa desistir... ela não é a última ou jamais morre!
Não importa as circunstâncias, o momento tal qual num abraço, tal qual numa lágrima... ela sempre surge, como num ressoar, num desabrochar, nos liberta de ressentimentos e de maneira intensa desenrola o acreditar e dá asas aos sonhos desejados. Acredite nos seus sonhos... não desista, mesmo que o momento não seja propício, mas alimente-se desta possibilidade que tudo passa, tudo vai mudar! Considere a beleza da natureza, valorize o cantar dos rouxinóis, contemple com a clara luz vinda do sol e que se dissipa em variadas cores ao tocar o seu destino... olhe para as estrelas que iluminam as noites, os pequenos pontos brilhantes que tornam belo o véu negro que se estende. Reflita sobre a imensidão dos oceanos e mares, que beijam a orla a cada instante e com respeito dizem que não há impossíveis!
Não atente para quantidade tempo, não se prenda a esta condição. Deixe que tudo aconteça naturalmente, no seu devido tempo, quanto maior for a sua espera, a sua perseverança, maior será a realização dos seus sonhos... um dia chega!
E, quando você menos espera, a orquestra de lindas melodias chega para alegrar o seu coração, trazendo vida às forças dispersadas durante a trajetória árdua. Este tempo virá... creia! Creia em Deus... porque Ele é a esperança... Ele é o impossível... Ele direciona os seus passos... Ele arrebata os seus sentidos e te faz contemplar tudo o que é belo e que está ao seu lado... Ele te ajuda a valorizar os pequenos detalhes, as pequenas atitudes! Ele te dá uma nova visão de novas expectativas, de situações confortantes e duradouras, de situações de júbilo e paz!Acredite!

Fiquei impressionado com as imagens de bandidos fugindo, morro acima, em uma região de conflitos na cidade do Rio de Janeiro. Bandos surgindo e fugindo entre a vegetação. Feridos sendo arrastados e até abandonados. Chocante!

A violência acaba também, infelizmente, virando show para alguns veículos de comunicação. A própria polícia tem reclamado dos helicópteros das grandes redes de televisão que, de alguma forma, acabam atrapalhando as operações e colocando em risco os próprios profissionais dessas empresas.

Lamentável, porém, é o ponto em que a situação acabou chegando. Caos puro. O medo e a insegurança apavoram inocentes cidadãos de bem. E com razão. Em meio ao fogo cruzado estão trabalhadores, cristãos sinceros, crianças e mulheres impotentes diante do nítido quadro de uma guerra civil.

O que fazer diante de tudo isso? Em seu twitter o locutor Cid Moreira (@cidfantastico) questiona e sugere: Em que podemos ajudar para minimizar isso? Qual nossa contribuição? Podemos orar, vamos fazer isso!!! Invocar nosso Deus?

O problema não é só no Rio. O mundo está tomado pela violência. O profeta Ezequiel descreve, profeticamente, o triste quadro: Tudo é confusão e as cidades estão cheias de violência (7:23). Para o estudante da Bíblia, porém, é preciso crer, esperar e confiar: não percam a coragem, nem fiquem com medo das notícias que ouvirem, são notícias de violência na terra (Jeremias 51:46).

Há esperança? Sim!!! Tudo isso vai terminar em um final feliz. Para os amantes da paz. Leia Apocalipse 21 e 22. O novo tempo prometido por Jesus é garantido e urgente: Eis que venho sem demora ( 22:7). Eu creio. E você?

Os tamanhos variam conforme o grau de envolvimento.

Uma pessoa é enorme para você, quando fala do que leu e viveu,
quando trata você com carinho e respeito,
quando olha nos olhos e sorri destravado.

É pequena para você quando só pensa em si mesma,
quando se comporta de uma maneira pouco gentil,
quando fracassa justamente no momento em que teria que demonstrar
o que há de mais importante entre duas pessoas: a amizade, o carinho,
o respeito, o zelo e, até mesmo, o amor.

Uma pessoa é gigante para você quando se interessa pela sua vida,
quando busca alternativas para o seu crescimento,
quando sonha junto com você. E pequena quando desvia do assunto.

Uma pessoa é grande quando perdoa, quando compreende,
quando se coloca no lugar do outro,
quando age não de acordo com o que esperam dela,
mas de acordo com o que espera de si mesma.

Uma pessoa é pequena quando se deixa reger por
comportamentos clichês.
Uma mesma pessoa pode aparentar grandeza ou miudeza dentro de um relacionamento, pode crescer ou decrescer num espaço de poucas semanas.

Uma decepção pode diminuir o tamanho de um amor que parecia ser grande.
Uma ausência pode aumentar o tamanho de um amor que parecia ser ínfimo.

É difícil conviver com esta elasticidade: as pessoas que se agigantam nas críticas e se encolhem quando estão diante dos olhos que sabem "seus segredos íntimos e suas atitudes covardes fruto de sua própria insegurança".
Nosso julgamento é feito não através de centímetros e metros,
mas de ações e reações, de expectativas e frustrações.

Uma pessoa é única ao estender a mão; e ao recolhê-la inesperadamente,
se torna mais uma.

O egoísmo unifica os insignificantes.

Não é a altura, nem o peso, nem os músculos que tornam uma pessoa grande...é a sua sensibilidade, sem tamanho...
E ainda dizem que "interferência" é atrapalhar o caminhar do próximo. Na maioria das vezes é despertar a "coragem e a capacidade" nos covardes e incompetentes.

A esperança está na certeza que estes se rendem diante da própria imagem diante do espelho que se olham a cada dia mais infelizes.

Nas neves lindas e frias do inverno europeu,
No sol causticante do deserto africano,
Nos mares azuis do nordeste brasileiro,
Nos verdes das florestas brasilianas.
É hora de paz, harmonia e amor,
Amor regado à verdade no seu apogeu.
Enxuga teu pranto no amor humano,
Vivenciando a destreza de refúgios altaneiros.
Espelhe a sua paz interior e isoles as ações deletérias.
A gratidão é ação terna e cheia de esplendor,
O céu brilha ao raiar do dia, mostrando a força de Deus,
No seu apogeu magistral o tempo passa sem que denotemos
As horas vividas sem consolo, sem guarida e pequenos esmeros,
Vivenciar é esperança de amor, gratidão, harmonia e fulgor.
No recesso do lar, no rumo certo, na luz da vida, no sorriso de um adeus.
Vem à lembrança do bálsamo da vida de uma criança que amaremos,
O firmamento florescerá de estrelas cintilantes anunciando o nazareno.
O menino esperança, que veio ao mundo numa noite de Natal esplendorosa.
É um botão, uma rosa divina que destina amor e esperanças gloriosas,
É o salvador, que veio ensinar a perdoar e amar sobre todas as coisas.
É dia de festas, as constelações brilham cintilantes, brindando o salvador.
As casas resplandecem em cores, a luz brilhará mais forte, fenecendo tristezas,
Gerando alegrias, pelo presente divino que o Pai nos ofertou, com louvor.
Dedicamos todas as esperanças com sua chegada e que nos faça nascer de novo.
No mundo de alegrias, repleto de harmonia onde o sol irradia
momentos de paz e não estorvo.
Que o argueiro e a trave se dispersem e as glórias dos céus venham abençoar magna data,
Onde se recata as esperanças, na retífica da visão, na construção
da paz, no sorriso de um menino recata.
A Luz da vida, onde o bem vencerá, haverá momentos de alegrias,
silêncio e preces altaneiras e renovadoras,
De ingredientes de paz, de dulcificação de mãos misericordiosas,
nos caminhos da libertação das masmorras.
Nas manjedouras divinas onde se instalarão vidas fortalecedoras
e benfeitoras de uma paz imorredoura.
Natal, dia de esperanças, meditação, conforto espiritual, orgias
jamais, a luz da vida voltará a brilhar, é Cristo com sua energia benfeitora.