Saudade - Mensagens

No silêncio desta noite,
Posso ouvir seus passos
Ao caminho do meu quarto.
Entre cobertores e travesseiros
Eu te espero nesta noite fria de inverno.
Seus passos não silenciam
E os sonhos não me conduzem a adormecer.
Ligo o rádio
E como obra do destino,
É exatamente a nossa canção que
Está ao toque desta noite fria.
Abro a janela
E um vento frio invade meu quarto,
Imagino que seja o frio da saudade
Tentando congelar meu coração.
Não encontro estrelas,
Não vejo encanto.
Fecho a janela,
E volto pra cama.
Ouço ainda seus passos
Que não deixam de caminhar,
A canção que não deixa de tocar
E o frio que não deixa de cessar.
A porta não se abre
E esta noite fria vai passando,
Junto com ela vai meu sono.
Amanhece,
E o silêncio acorda comigo...
E descubro que os passos
Era a solidão me procurando,
E o frio era a saudade me maltratando..

Estou com tanta saudades...
Saudades de você...
De sua voz...
De seus olhos...
De sua boca...
Seu toque, seu afago...
Estou com saudades,
De seu cheiro, seu abraço!
Estou com tanta saudades...
Saudades que dói
Saudades que agonia meu coração...
Saudades que não tem fim
Estou com saudades de você
Saudades amor...
Saudades de seu amor
De seu carinho...
Saudades, que sei, é só minha
Saudades de um amor
Que só eu senti
Só eu sonhei
Só eu amei...
Estou com saudades
Mesmo lembrando que foi tudo uma mentira...
Estou com saudades de você
Se o tempo voltasse
Seria tudo igual...
Mesmo sabendo que não foi real
Mesmo sabendo que foi uma doce mentira...
Mesmo sabendo que suas juras de amor
Nada foi real, tudo mentira.
Nada foi verdade sua, mesmo assim...
Se o tempo voltasse amor
Viveria tudo de novo com você!
Estou com saudades, ela está doendo.
Está apertando meu coração...
Estou em prantos a pensar em você
Estou sofrendo demais
Essa saudades dói...
Queria só por um minuto
Escutar tua voz, como no início.
Tão terna, tão linda.
Tão doce...
Minha alma se elevava
Meu coração vivia, tinha você!
Hoje minha alma vaga
A te procurar, e não encontrar...
Meu coração sangra de dor
Estou com saudades amor...
Saudades de ser amada
Mesmo enganada...
Estou com saudades amor
Estou com tantas saudades de você!

Estou com tanta saudade
Saudade de você
Da sua voz
Dos seus olhos
Da sua boca
Seu toque, seu afago.
Estou com saudade,
Do seu cheiro, seu abraço.
Estou com tanta saudade!
Saudade que dói
Saudade que agonia meu coração
Saudade que não tem fim.
Estou com saudades de você!
Saudades amor,
Saudades do seu amor
Do seu carinho.
Saudade, que sei, é só minha.
Saudade de um amor
Que só eu senti
Só eu sonhei
Só eu amei...
Estou com saudade
Mesmo lembrando
Que foi tudo uma mentira.
Estou com saudades de você!
Se o tempo voltasse
Seria tudo igual
Mesmo sabendo que não foi real
Mesmo sabendo que foi
Uma doce mentira.
Mesmo sabendo que
Suas juras de amor
Não foram reais, tudo mentira.
Nada foi verdade, e mesmo assim
Se o tempo voltasse, amor,
Viveria tudo de novo com você!
Estou com saudades, e está doendo.
Está apertando meu coração...
Estou em prantos a pensar em você
Estou sofrendo demais
Essa saudades dói!
Queria só por um minuto
Escutar sua voz como no início.
Tão terna, tão linda, tão doce.
Minha alma se elevava
Meu coração vivia, tinha você!
Hoje minha alma vaga
A procurar você, e não encontrar...
Meu coração sangra de dor
Estou com saudades amor!
Saudades de ser amada
Mesmo enganada...
Estou com saudades amor!
Estou com tantas saudades
De você!

Ai, saudades que me consome.
Saudades de seus beijos, de seu toque, seu abraço.
Saudades de ouvir o calor de sua voz ao pé do ouvido.
Saudades de sentir o calor de sua pele, junto a minha.
Saudades de sentir o gosto de seu beijo, de sua pele.
Saudades de sentir a essência de seu perfume.
Saudades de poder deitar ao seu lado e ter um sono reparador, pois você está ao meu lado.
Saudades de sentir-me segura, ao seu lado e em seus braços.
Saudades de sentir o pulsar de seu coração em um só compasso com o meu.
Saudades, saudades, saudades de viver as lembranças e os momentos que vivemos.
Enfim, tenho saudades de você porque te amo demais.
Te amo!

A saudade é o que fica daquilo que partiu, daquilo que já não é mais. Saudade é ausência, é o sentimento de vazio que fica daquilo que se foi. Mas às vezes, a saudade é um vazio tão grande que ocupa muito espaço dentro do coração, e aperta tanto o peito que acaba transbordando e escorrendo pelos olhos.

Se sentimos saudades de algo ou de alguém é porque o objeto da saudade nos trouxe felicidade, foi algo ou alguém que amamos. Por isso a saudade dói. A saudade é a insistência da memória de manter vivo, presente e perto de nós o que já não temos. A saudade faz o ponto final virar uma vírgula na vida.

Há saudades que se podem matar, há outras que são capazes de nos fazer morrer. Mas a saudade é sempre uma memória de amor que não morre.

Com o tempo aprendi que sentir saudades é tão natural quanto respirar. Que se sentem saudades porque se inala um aroma qualquer que faz lembrar algo esquecido. Que se sentem saudades quando se passa em um lugar perdido no tempo, quando se revê um retrato que ficou no passado, quando se escuta um som de outros tempos.

Assim é comigo, e assim eu sinto saudades de pessoas que foram ficando perdidas nas memórias do meu passado, de uma infância que há muito se foi, de amores e amizades. Sinto saudades dos sonhos que costumava acalentar, das tradições que esqueci, da inocência que perdi.

Sinto saudades porque posso, porque sou humana, porque estou viva. Sinto saudades de tudo um pouco, e esse sentimento me conforta a alma, pois é sinônimo de um passado bonito. Mas por muita saudade que possa sentir do passado, muito mais anseio pelo futuro!

Meu peito pesa de saudades do ontem, das pessoas que viveram nesse ontem, desse tempo que passou e não volta mais.

Sinto saudades da infância, dessa época mais simples da vida em que doía o joelho de tanto cair, mas o coração estava intato.

Sinto saudades de ser livre, de poder sonhar sem me preocupar com o amanhã, de correr atrás de uma ilusão sem medo de cair e de novo quebrar o coração em pedaços.

Sinto saudades de olhar o futuro sem receio do que ele trará. Sinto saudades de sorrir porque sim.

Meu coração pesa de saudades por muita coisa, mas o que realmente pesa mais e cuja cura poderia aliviar tudo o resto, são as saudades que sinto de você, de tudo o que vivemos e principalmente do que ficou por viver...

A saudade não é um sentimento de ausência. A saudade é o sentimento de presença de quem não está. A verdadeira saudade não se desfaz. É a lembrança viva, é uma memória que aquece e às vezes arde, mas que não esfria, não se apaga. A saudade é uma chama que se mantém acesa pela falta que o outro faz.

O tempo da saudade é sempre o passado, porque a saudade é a vontade de trazer o passado para o presente e o levar conosco para o futuro, para toda a vida. A saudade é constante vontade de estar. Não há como melhor explicar a saudade. Basta fechar os olhos e se aquilo que mais deseja lhe parece tão distante na realidade como no sonho, então há saudade. A saudade é o eterno desejo da presença de quem está ausente ou daquilo que passou.

Saudade...
Eu não queria senti-la, mas é mais forte que eu, todas essas lembranças me escravizam, me tiram a paz, sinto saudades de você, saudades dos nossos abraços, dos nossos carinhos, enfim, de tudo de bom que vivemos juntos e que a vida cruelmente roubou de mim.
Hoje, junto com a saudade, uma solidão terrível impera ao meu redor, tudo é vazio, tudo é triste; só a saudade de você que insiste em me machucar.
Quero reviver com você todos os nossos momentos, sentir o seu beijo, o seu corpo; eu tentei te esquecer, mas não consegui, perdi as rédeas do meu coração, eu sei que preciso superar tudo isso, mas se tornou muito difícil, sinto saudades, muitas saudades, não sei se lhe verei novamente algum dia, mas gostaria que essas palavras chegassem ao seu coração e você entendesse que minha vida perdeu a cor e deu lugar a uma imensa dor...
Não sei quais foram os motivos que nos separaram, até hoje isso me inconforma, talvez seja por isso que essa saudade dói tanto, a triste certeza de que não verei seu rosto, sentirei seu corpo, queria poder gritar, explodir essa angústia, mas ela se resume em um choro, onde ódio e tristeza se misturam.
Queria lhe procurar, mas não posso, queria que houvesse uma maneira de erradicar esse maldito sentimento da minha vida, queria lhe ver, olhar seus olhos, mas esse desejo é o mesmo que tentar agarrar o sol...
Tanto amor não foi suficiente para evitar esse desfecho, hoje sou sufocado pela saudade, e forçado a viver contra minha vontade...

Saudade... Eu não queria senti-la, mas é mais forte que eu. Todas essas lembranças me escravizam, me tiram a paz, sinto saudades de você, saudades dos nossos abraços, dos nossos carinhos, enfim, de tudo de bom que vivemos juntos e que a vida cruelmente roubou de mim.

Hoje, junto com a saudade, uma solidão terrível impera ao meu redor. Tudo é vazio, tudo é triste! Só há saudade de você que insiste em me machucar. Quero reviver com você todos os nossos momentos, sentir o seu beijo, o seu corpo.

Eu tentei esquecer você, mas não consegui, perdi as rédeas do meu coração. Eu sei que preciso superar tudo isso, mas se tornou muito difícil, sinto saudades, muitas saudades! Não sei se vou voltar a ver você novamente, algum dia, mas gostaria que essas palavras chegassem ao seu coração e você entendesse que minha vida perdeu a cor e deu lugar a uma imensa dor.

Não sei quais foram os motivos que nos separaram, até hoje isso me inconforma, talvez seja por isso que essa saudade dói tanto, a triste certeza de que não verei mais seu rosto, ou sentirei seu corpo. Queria poder gritar, explodir esta angústia, mas ela se resume em um choro onde ódio e tristeza se misturam.

Queria procurar você, mas não posso; queria que houvesse uma maneira de erradicar esse maldito sentimento da minha vida. Queria ver você, olhar nos seus olhos, mas esse desejo é o mesmo que tentar agarrar o sol... Tanto amor não foi suficiente para evitar esse desfecho, e hoje sou sufocado pela saudade, e forçado a viver contra minha vontade...

A saudade é a presença constante de uma ausência. A saudade é a falta de alguém ou de algo que bate em nosso peito, é a lembrança que lateja em nossa mente, é o momento que passou e não volta mais.

Para acabar com a saudade, só há um remédio: matá-la! E só conseguimos matar as saudades, quando aquilo que estava ausente, deixa de estar. Ou seja, para acabar de vez com a saudade, é preciso trazer para perto de nós aquilo que nos faz falta.

Infelizmente, nem tudo podemos trazer de volta. Os momentos felizes da vida podem até voltar a acontecer, mas nunca serão iguais aos do passado.

As pessoas que se foram para nunca mais voltar, transformam-se em eterna saudade, uma saudade que às vezes dói, mas com o tempo se torna uma memória suave e alegre, um sentimento de nostalgia!

Mas quando possível, devemos matar as saudades. A saudade é a única coisa que podemos matar sem dor nenhuma na consciência.

Não sei se saudades tem cor.
Dizem que sim
O que eu sei é que ela tem forma
Tem gosto. Tem cheiro e peso também.
E, acreditem, ela tem asas!
Se não, como nos transportaria
Tantas vezes a lugares
Tão distantes?
E sei ainda que ela se agiganta
Quando mais tentamos
Diminuí-la.
Sei que ela dói de dor
Intensa e sem remédio
Se não fosse ela, não sei se teríamos consciência
Do tamanho da importância
Das pessoas para gente
Porque quando amamos alguém
A saudades já chega por antecipação, sorrateira
Disfarçada de algo que não conseguimos decifrar
É aquela dor fininha
De não sei o que, a angústia boba que nos invade só de imaginar
A separação
E a gente fica meio sem saber
O que fazer
Mas é assim...
É uma dor que gostamos
De sentir, um sabor que
Queremos provar, é algo
Que não sabemos explicar
Mas é quase palpável
É amor disfarçado de muita coisa
São emoções guardadas bem lá no fundo
Saudades... Do que foi
E do que vai ser
Saudades
Que nos acompanha para
Diminuir a solidão
E que nos mostra, sobretudo
Que estamos vivos.
Aprendi ainda que saudades não mata.
É só quase
A gente pensa que vai morrer
Mas sobrevive sempre
Porque ela traz escondidinha nela uma outra coisa
Que chamamos de esperança
Que nos ajuda a caminhar
Porque saudades, como o amor, não é cega
Saudades vê mais além.

Hoje eu decidi
Vou deixar a saudade chegar
Vou deixar a saudade
me abraçar com seu manto
E se for preciso chorar, vou chorar
Quem sabe entre uma lágrima
e outra, o riso aparece?
Afinal, a mesma saudade
que machuca também acaricia
com suas lembranças

Hoje eu decidi
Não vou evitar a saudade
Vou aceitá-la de coração
e braços abertos
Vou cantar para ela
a nossa canção preferida
Vou recitar aquele poema de amor
que você um dia me dedicou

Quem sabe se eu abrir
as portas da minha casa e meu coração
A saudade me dê uma trégua
E se torne um aconchego
ao invés de um tormento
Quero fazer as pazes com a saudade
Preciso fazer as pazes com a saudade
Já que ela é minha companheira,
não posso mais evitá-la

Venha saudade
Encha minha casa tão vazia
Escute as minhas canções de amor
E meus poemas inacabados
Dancemos essa valsa solitária
E enquanto um novo amor não chega
Você será bem vinda

Que mundo é este feito de saudade? Para onde olho, eu vejo saudade. Saudade que invade e me aperta o coração. Saudade espalhada pelos caminhos que percorremos, em todos os cheiros e cores que me lembram de você. Saudade dos momentos que passamos juntos e até daqueles que ainda quero viver.

Mesmo distante de mim, quando eu sinto saudade consigo perceber como você está tão presente. Memórias de nós dois ganham vida e mostram como nada as conseguem apagar. Nossa história está marcada em minha alma, como tatuagem que não pode sair da carne. E eu sou feliz por sentir que nosso amor continua forte.

Mas, por outro lado, meus lábios sentem tanta falta dos seus que doem de apenas os desejarem. Minha alma se sente vazia e é só de suas palavras que ela precisa. Quando nossos olhos não se podem cruzar, tudo se agita e nada faz mais sentido.

Ai saudade, saudade. Talvez só lhe abra de vez a porta, se junto com ela trouxer você, meu amor.

Minha princesa, eu amo tanto você que em cada segundo que estamos separados eu enlouqueço de saudades. Às vezes, mesmo ao seu lado eu sinto saudades suas, pois temo a todo instante ficar longe de você.

Quando estamos afastados, no silêncio da sua ausência, eu penso escutar sua voz me sussurrando palavras de amor. Mas na verdade, é apenas a saudade que eu escuto reprovando a minha existência longe da sua.

São as saudades dos seus beijos doces que me enfeitiçam; são as saudades do calor da sua pele macia, da suavidade do seu toque, da intensidade do seu abraço.

Você é o combustível que alimenta e a luz que ilumina os meus dias, e sem você por perto a luz se apaga, o silêncio reina e a saudade consome...

Saudade é solidão acompanhada,
é quando o amor ainda não foi embora,
mas o amado já...

Saudade é amar um passado que ainda não passou,
é recusar um presente que nos machuca,
é não ver o futuro que nos convida...

Saudade é sentir que existe o que não existe mais...

Saudade é o inferno dos que perderam,
é a dor dos que ficaram para trás,
é o gosto de morte na boca dos que continuam...

Só uma pessoa no mundo deseja sentir saudade:
aquela que nunca amou.

E esse é o maior dos sofrimentos:
não ter por quem sentir saudades,
passar pela vida e não viver.

O maior dos sofrimentos é nunca ter sofrido.

Pablo Neruda

Sinto saudade do tempo.
Do tempo em que eu era criança
Do tempo em que tudo era só brincadeira
Do tempo em que eu era feliz.
E não sabia

Sinto saudade do tempo em que as coisas eram apenas novidade
Do tempo em que tudo o que eu fazia dava certo
Das pessoas que conheci
Das amizades que fiz
Dos relacionamentos que tive

Sinto saudade do tempo
De quando amar parecia algo muito distante
De quando a vida era apenas uma festa
Das brincadeiras que fazia com meus amigos

Sinto saudade do tempo
Tempo em que não dava satisfações de minha vida
De não ter que dar explicações
De fazer o que queria e não me arrepender

Sinto saudade
Do tempo que passou
E que não volta mais

Mas de tudo isso
Também sinto saudade...

Do tempo em que você esteve COMIGO!

Se queres compreender o que é saudade
Terás que antes que tudo conhecer
Sentir o que é querer, o que é ternura
E ter por bem um grande amor viver
Então, compreenderás o que é saudade
Depois de ter vivido um grande amor
Saudade é solidão! Melancolia!
É nostalgia! É recordar... Viver!
Se queres compreender o que é saudade...
Terás que antes que tudo conhecer!
Sentir o que é querer, o que é ternura!
E ter por bem um grande amor viver!
Então, compreenderás o que é saudade!
Depois de ter vivido um grande amor...
Saudade é solidão! Melancolia! É nostalgia! É recordar. Viver!

A saudade é feroz! Ela machuca; ela morde! A saudade não pede licença para rebentar com o coração – ela simplesmente invade qualquer paz. Ela destrói harmonia! Ela é uma prova de fogo, é um pecado até para os sentimentos mais ruins.

A saudade é crua. Ela compartilha sensações escuras; ela provoca lágrimas. Ela transforma dias bons e positivos em pesadelos após levantar da cama. Mas a saudade é também um teste: ela depende da união, de um trabalho já realizado.

Saudade é só saudade. Não permita que ela consuma sua energia mais que necessário!

Saudade boa é pensar no passado sem tristeza ou pesar. É lembrar com alegria dos velhos tempos, dos dias felizes, da infância, dos antigos amigos e do cheiro de material escolar.

Saudade boa é lembrar da vida vivida e sorrir. É lembrar do perfume que usava a vó, do sabor da comida da mãe, e do desafio de aprender a nadar.

Saudade boa é aquela que não nos faz lamentar o tempo passado, mas sim nos faz olhar para trás com leveza, e viver o presente com a alegria e a sabedoria dos dias que já se foram.

Saudade boa é reviver um pedacinho da vida quando olhamos uma fotografia já amarelada, quando encontramos um antigo brinquedo esquecido num canto, ou tiramos uma roupa velha do fundo do baú.

Mas saudade boa mesmo, é aquela que a gente sabe que tem data e hora marcada para acabar. É a saudade que eu sinto de você, que eu sei que logo logo vai chegar!

Em silêncio
Meus pensamentos te buscam
O tempo se congela
E canções alimentam a alma.
A saudade
Torna-se dona de mim.
As estrelas me enfeitiçam
Como o encanto de seu olhar.
Tento ser forte
Suportando a saudade
E segurando as lágrimas,
Mas é inútil
Pois a noite é amiga da saudade
E unidas elas me vencem
E me faz render-se.
A saudade me prende
E as lágrimas me desobedecem,
Nada me faz esquecer
Nem passa-tempos me distraem
Cada gesto,
Cada olhar,
Está você...
Minha alma parece estar unida a sua
Pois já busquei mil maneiras
De lidar com a saudade
Mas ela sempre me vence...
É mais forte que meus instintos
É maior que meus limites
É uma
Incombatível Saudade.

Saudades do colo, dos risos compartilhados, dos gritos ecoando pela casa. Saudades do apoio, do amor incondicional, do conforto de uma união de sangue e de coração.

Saudades da família onde a alegria e a compreensão reinavam, mesmo nos momentos difíceis. Onde os laços foram apertados para toda a eternidade. Saudades da minha família, para mim fonte de felicidade incalculável!