Mensagens de Reflexão

Boa tarde, meus amigos!

Amo o silêncio das tardes cinzas de outono
o desenho das aves gravados no céu,
amo andar por estes caminhos, entre árvores
a balançar na brisa que vem do mar...
Amo as horas paradas do tempo em
que o mundo parece ter estacionado numa praia,
onde as ondas fazem graça na areia branca.

Amo as tardes com suas aragens frias,
que buscam seu agasalho na alma,
amo o verde esperança das matas,
o azul pacífico das inquietas águas,
a natureza de tantas cores da ilha,
as mil cores imaginadas e vividas,
cores de doçura e de força,
numa prece que é pura natureza.

Sônia Schmorantz

Existe um ditado árabe que diz: "Quem planta tâmaras, não colhe tâmaras!"
Isso porque antigamente as tamareiras levavam de 80 a 100 anos pra produzir os primeiros frutos. Atualmente, com as técnicas de produção modernas, esse tempo é bastante reduzido, porém o ditado é antigo e sábio.
Conta-se que certa vez um senhor de idade avançada plantava tâmaras no deserto quando um jovem o abordou perguntando: “Mas por que o senhor perde tempo plantando o que não vai colher?”. O senhor virou a cabeça e calmamente respondeu: “Se todos pensassem como você, ninguém colheria tâmaras”. Ou seja, não importa se você vai colher, o que importa é o que vc vai deixar...Cultive, construa e plante ações que não sejam apenas para você, mas que possam servir para todos e para o futuro.

Sempre que você sentir necessidade de agradecer, agradeça a você também.

Egoísmo?

Não. É gratidão e reconhecimento com a única pessoa responsável por tudo que acontece com você.

Nada de bom ou ruim te acontece se você não permitir.

Achar culpados e heróis é perca de tempo, pense você é o responsável...

Ah! E Deus? Não é ele que decide tudo? Sim, mas você decide de que forma ele vai agir em sua vida.

Você que decide se ele te oriente ou te pune.

Se você parar um pouco e analisar, você entenderá...

Podes me dizer não tenho sorte. Eu te pergunto, você joga? Você arrisca?

Se me disseres "eu não progrido no trabalho". Pergunto você já procurou outro?

Assim é tudo na vida, você é o responsável...

Portanto, quando deres um "muito obrigado", dirija-se a você também, pois se alguém te ajudou, foi você que deu oportunidade a ele.

E tenha também a mesma conduta ao procurar culpados para fatos que te ocorreram, pois foi também você quem deu a oportunidade.

Se pensarmos assim termos um mundo mais justo e feliz, pois cada um iria se preocupar com seus atos e procurar fazer o melhor, para ter o melhor.

Na vida não precisamos acertar sempre, mas a cada dia errar menos. E é necessário que a cada erro, aprendamos o máximo possível para que esses erros tornem-se experiências aproveitáveis, das quais precisaremos no futuro, para não cometer os mesmo erros.
Mesmo sabendo que muitas dessas experiências machucam, nos trazem lembranças que fazem sofrer e que preferimos esquecer. Ainda assim, temos que ter consciência que devemos aproveitá-las para a cada dia errarmos menos e acertarmos mais. Porque a vida é assim, cheia de surpresa e precisamos aprender a conviver com ela, caso contrário, não conseguiremos ser alguém.
E certamente não estamos aqui por acaso, sem razão, à toa, sem um objetivo a conquistar. Estamos em busca de um espaço para deixarmos de ser mais um neste mundo. Por isso temos obrigação de aprender a viver e conviver com a realidade, tendo consciência de que em nossas mãos está o nosso futuro. Dependendo principalmente do que somos no presente, o que seremos neste futuro bem próximo.
Precisamos ter em mente algo muito importante: devemos ser sempre nós mesmos, respeitando ao nosso próximo como a si próprio.
Quando enxergarmos que isto está acontecendo, então sentiremos que nossos erros tornaram-se experiências. E que isso, é como um sinal de nosso amadurecimento. Ou seja, que deixamos de ser crianças e passamos a ser adultos, não no físico e sim no mental.

A Mãe e o Pai estavam assistindo televisão, quando a Mãe disse: – Estou cansada e já é tarde. Vou me deitar.
Foi à cozinha fazer uns sanduíches para o lanche do dia seguinte na escola, passou uma água nas taças, tirou carne do freezer para o jantar do dia seguinte, confirmou se as caixas dos cereais não estavam vazias, encheu o açucareiro, pôs tigelas e talheres na mesa e preparou a cafeteira do café para estar pronta para ligar no dia seguinte. Pôs ainda umas roupas na máquina de lavar, passou uma camisa e pregou um botão que estava caindo.
Guardou umas peças do jogo que ficaram em cima da mesa, e pôs a agenda do telefone no lugar dela. Regou as plantas, colocou o lixo, e pendurou uma toalha para secar.
Bocejou, espreguiçou-se, e se dirigiu para o quarto. Parou ainda na secretária e escreveu uma nota para o professor, pôs num envelope o dinheiro para uma visita de estudo, e apanhou um caderno que estava caído debaixo da cadeira.
Assinou um cartão de parabéns para uma amiga, selou o envelope, e fez uma pequena lista para o supermercado. Colocou ambos perto da carteira.
Nessa altura o Pai disse lá da sala – Pensei que você tinha ido deitar – Estou a caminho, respondeu ela.
Pôs água na tigela do cão, e chamou o gato para dentro de casa. Certificou-se que as portas estavam fechadas.
Espreitou para o quarto de cada um dos filhos, apagou a luz, pendurou uma camisa, atirou umas meias para o cesto da roupa suja, e conversou um bocadinho com o mais velho que ainda estava estudando.
Já no quarto, acertou o despertador, preparou a roupa para o dia seguinte e arrumou os sapatos. Depois lavou o rosto, passou creme, escovou os dentes e acertou uma unha partida.
A essa altura, o pai desligou a televisão e disse: – Vou me deitar... E foi... Sem mais nada.
Notam aqui alguma coisa de extraordinário? Ainda perguntam porque é que as mulheres vivem mais...?

Sonhe com aquilo que você quer ser,
porque você possui apenas uma vida
e nela só se tem uma chance
de fazer aquilo que quer.

Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.

As pessoas mais felizes não têm as melhores coisas.
Elas sabem fazer o melhor das oportunidades
que aparecem em seus caminhos.

A felicidade aparece para aqueles que choram.
Para aqueles que se machucam
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem
a importância das pessoas que passaram por suas vidas.

Clarice Lispector

Na incerteza do amanhã aproveite o hoje para ser feliz.
VALEU A PENA? Um dia você vai ver que não VALEU A PENA tanta correria, para ganhar dinheiro e não usufruir. Vai ver que o tempo passou e o cansaço tomou conta do seu corpo. Vai ver que mesmo rodeado de muita gente, você se sente só.
Um dia você vai recolher-se no quarto e vai ter vontade de abraçar o travesseiro, porque não sobrou ninguém pra abraçar. Vai ver que foi entrando numa roda viva que você viu que não é mais dono do tempo que dizem que é seu e que não pode cedê-lo a qualquer um. Vai ver que o carro já está se tornando um problema, e não um conforto, o telefone é chato, a gravata incomoda...
É... por mais que tente se livrar de tudo, é um escravo invejado por muitos. Vai ver que não VALEU A PENA os anos sem férias, sem descanso. Vai ver que não tem mais ilusões, e a esperança anda com vontade de dormir.
Um dia você vai ver que passou pela vida sem viver. Frequentou o mundo sem saber porque... Rodou, rodou, rodou, e não saiu do lugar, pensou que foi, mas ficou. Teve tudo e não sentiu nada.
Um dia você verá que o tempo escoa tão rápido como a areia fina pelos seus dedos. Vai ver que resta parar e gritar de cima de um edifício: "CHEGA" !
Vai ver que é hora de sorrir, de amar, de ser da família, de misturar-se com as crianças e dar a mão ao próximo... e Viver!

O que adianta pedir pela PAZ
Numa simples frase...
Seria inútil,
Pois seria uma simples mortal
Gritando PAZ em meio a uma multidão,
Gritando "MORTE"...
São lágrimas de decepção,
Que descem dos olhos de Deus...
Lágrimas de tristeza por ver seus filhos tão amados
Esbanjando infelicidade e dor,
Desprezando a maneira de viver em torno da PAZ...
Assim...
Só terão a noção de que a PAZ é tudo,
Quando o mundo não será mais mundo
Será apenas um horizonte,
Sem pensamentos e sem sentimentos...
Os "Homens" não valorizam a vida,
Deus nos presenteia com a vida,
E muitos de nós
Jogamos este presente tão especial fora
Sem ao menos abri-lo para ver as belezas que se guarda...
Estamos prestes a ouvir os gritos do mundo...
Gritos de dor.
Serão pessoas perdendo suas vidas pela Pátria...
E os chamados "Reis" só conseguirão seus troféus de vitória,
Manchados de sangue
de Seres Inocentes...

Suponha que alguém lhe deu uma caneta. Você não pode ver quanta tinta tem. Pode secar logo depois das primeiras palavras ou durar o suficiente para você criar uma esplêndida obra (ou diversas). ou que durasse para sempre. Você não sabe até que você comece.
São as regras do jogo, você realmente nunca sabe. Você tem que examinar cada possibilidade! A regra do jogo não obriga você a fazer qualquer coisa. Você pode, ao invés de usar a caneta, deixá-la em uma prateleira ou em uma gaveta onde secasse sem ser utilizada. Mas se você decidisse usar, o que você faria? Como você jogaria esse jogo?
Você iria planejar e planejar antes de escrever cada palavra? Seus planos seriam tão extensos que você nunca começaria? Ou você colocaria a caneta na mão e simplesmente escreveria, esforçando-se para prosseguir com um monte de palavras? Você escreveria cautelosamente e com cuidado, como se a caneta secasse no momento seguinte, ou você fingiria ou acreditaria (ou fingiria acreditar) que a caneta escreverá para sempre?
E sobre o que você escreveria: sobre amor? Ódio? Divertimento? Miséria? Vida? Morte? Nada? Tudo? Você escreveria sobre si mesmo? Ou sobre os outros? Ou sobre si mesmo sob a ótica dos outros? Suas letras seriam trêmulas e tímidas ou brilhante e realçada? Enfeitadas ou simples?
Você escreveria mesmo? Uma vez que você tem a caneta, nenhuma regra diz que você tem que escrever. Você rascunharia? Borrões ou desenhos? Você permaneceria nas linhas, ou não veria nenhuma linha, mesmo se estivessem lá?
Há muito o que pensar sobre isso, não é? Agora, suponha que alguém lhe deu uma vida...

Vida da minha vida,
Vida do meu viver,
Só não te dou a minha vida porque a minha vida é você,
Na paz do meu coração sempre te encontrei,
Na minha vida de ilusão nunca te esquecerei,
Pois a minha vida te darei, e seu coração encontrarei!

Hoje quero falar de amor.
Quero falar do meu amor,
Quero esquecer de mim e viver só de você.
Quero colocar o teu amor como um selo sobre o meu coração.
Das lágrimas que derramei, dos sonhos que não realizei.
Você... Foi o encontro entre o meu maior desejo
E a minha maior realização.
Vieste até mim tal como um passarinho...
E fizeste teu ninho em meu coração.
Quero que me vejas em cada sonho teu,
Quero ser o ar que respiras,
Quero ser sua fantasia e sua realidade,
Quero poder te dar um mundo de felicidade.
Somos um misto de poesia e canção,
Tu és meu sonho, meu sorriso,
Meu ponto de chegada e partida.
Tu és Meu Amor, Minha Vida.

É loucura odiar todas as rosas porque uma te espetou. Entregar todos os teus sonhos porque um deles não se realizou. Perder a fé em todas as orações porque em uma não foi atendido. Desistir de todos os esforços porque um deles fracassou.
É loucura condenar todas as amizades porque uma te traiu. Descrer de todo amor porque um deles te foi infiel.
É loucura jogar fora todas as chances de ser feliz porque uma tentativa não deu certo.
Espero que na tua caminhada não cometas estas loucuras. Lembrando que sempre há uma outra chance, uma nova amizade, um outro amor, uma nova força. Para todo fim, um recomeço...

Serei para ti um verso de canção
No horizonte, o sol a brilhar
Ou quem sabe, a terna emoção,
Que te fez um dia sonhar
Serei para ti, o amor calmo e tranquilo,
A chuva que cai serenamente.
Ou quem sabe, serei tudo aquilo,
Que teu coração almeja docemente.
Serei para ti, o entardecer com mil promessas,
O luar prateando teu rosto.
Ou serei aquele amor doce e gentil,
Que a ti, por Deus foi proposto
Serei para ti, a sensual madrugada,
Que estonteia de desejos o coração.
Ou quem sabe serei aquela amada,
Que quase te mata de paixão.
Serei para ti, o ar que respiras,
O alimento que precisas para viver.
Ou quem sabe, serei a derradeira mira,
Repleta de encantos, amor e prazer...

Quando eu era jovem e livre, sonhava em mudar o mundo. Na maturidade, descobri que o mundo não mudaria. Então resolvi transformar meu país.
Depois de algum esforço, terminei por entender que isto também era impossível. No final de meus anos procurei mudar minha família, mas eles continuaram a ser como eram.
Agora, quase me despedindo da vida, descubro que minha missão teria sido mudar a mim mesmo. Se tivesse feito isto, eu teria sido capaz de transformar minha família.
Então, com um pouco de sorte, esta mudança afetaria meu país e quem sabe o mundo inteiro.
Não espere chegar ao fim da estrada para descobrir que você poderia consertar o percurso que às vezes te leva para lugar nenhum. Não tenha a arrogância de achar que o mundo todo está errado e só você está certo em algumas situações.
Saiba aceitar as críticas e sugestões, mesmo achando que elas não acrescentam em nada. Ouvir com os ouvidos da humildade já é um grande passo para a correção dos seus atos.

Bom começo de semana para todos!

Procure compreender as dificuldades do próximo.
Não conserve ressentimentos.
Desculpe ofensas, sejam quais sejam, colocando os assuntos desagradáveis no esquecimento.
Trabalhe quanto puder, tornando-se útil quanto possível.
Mobilize o tempo de que disponha no serviço aos Semelhantes.
Adote a simplicidade por clima de Paz.
Continue aprendendo sempre.
Esqueça você mesmo, criando alegria para os outros.
Viva em Paz com a própria consciência e deixe que os Companheiros vivam a existência deles próprios.
Cultive a paciência sem ansiedade e, procedendo com os Semelhantes, como estima que com você procedam, estará sempre no caminho da verdadeira Felicidade.

André Luiz

Ninguém neste mundo é capaz de nos trazer paz. A paz deve ser cultivada dentro de nós mesmos. Aprender a relevar e a perdoar é uma das mais eficazes maneiras de ter paz. Quando relevamos, deixamos de criar problemas e passamos a valorizar o que realmente importa. Quando perdoamos, aos outros e a nós mesmos, conseguimos tirar o peso da raiva, da revolta e da angústia de nossos corações.

Outra virtude que devemos cultivar se quisermos paz de espírito é a paciência. A paciência nos mostra que é preciso aceitar situações e pessoas do jeito que elas são, e não do jeito que queremos que elas sejam. Quando somos pacientes, aprendemos a aceitar e a amar e isso nos leva à paz.

A paz é uma mudança de atitude que só você pode ter. Mude de atitude, ao invés do imediatismo, cultive a paciência. Ao invés do julgamento, semeie o entendimento e a compreensão. Não queira ter razão sempre, procure conversar e estar aberto para ouvir. Escutar o outro leva a um conhecimento maior do ser humano e consequentemente de nós mesmos. Quem se conhece melhor, se entende melhor, e quando nos entendemos melhor conseguimos buscar caminhos para uma vida mais feliz, uma vida em paz.

Não choro, porque você me ensinou a sorrir.
Não sofro, porque você me ensinou a amar.
Não morro, porque você me ensinou a viver.
Mas se um dia você deixar de existir eu choro, sofro e até morro, porque a única coisa que você não me ensinou foi viver sem você.
AMO-TE!

Quando eu tinha 17 anos, eu li uma citação que era mais ou menos assim: "Se você viver cada dia como se fosse o último, um dia com certeza você acertará." Eu fiquei bastante impressionado e desde essa altura, nos últimos 33 anos, eu me olho no espelho todas as manhãs e pergunto: "Se hoje fosse o último dia da minha vida, será que eu ia querer fazer aquilo que eu vou fazer hoje?" E sempre que a minha resposta é "Não" durante muitos dias seguidos, eu sei que tenho que mudar alguma coisa.

Steve Jobs

Felicidades para você, por este dia tão especial que é o seu aniversário.

Parabéns, que possa ter muitos anos de vida, abençoados e felizes, e que estes dias futuros sejam todos de harmonia, paz e desejos realizados.

Que seu coração, esteja sempre em festa, porque você é um ser de luz e especial para mim.

Com todas as minhas forças, eu te desejo um feliz aniversário!

Que seu caminhar seja sempre premiado com a presença de Deus, guiando seus passos e intuindo suas decisões, para que suas conquistas e vitórias, sejam constantes em seus dias.

Parabéns por hoje, mas felicidades sempre.

A felicidade é construída de bons momentos e é impossível alguém passar a vida inteira sem uma única visita da tristeza. Algumas pessoas são mais convidativas e permitem que a tristeza tome conta completamente das suas vidas, mas também há muita gente que a tratam como uma visita indesejada, e faz sempre o possível para que ele vá logo para outro lado.

Uma ótima forma de expulsar a tristeza da sua vida é relembrando os bons momentos que já foram vividos, pois no mínimo conseguimos retomar boas emoções ao recordarmos que já houve felicidade no passado. Os detalhes chegam e logo conseguimos desabrochar um sorriso, à medida que lembramos as ocasiões felizes, no mínimo esquecemos aquelas que nos deixaram tristes e isso já é um bom começo para acabar com a visita da tristeza.

Sempre que bater um desânimo, foque nas boas lembranças e sinta como foi bom ter vivido tudo isso. Entenda a tristeza como algo passageiro e que quem determina o tempo de permanência é você com uma grande ajuda da sua consciência. Use ao máximo sua memória e reviva algumas situações felizes, até o momento que poderá ser aproveitado novamente no presente.

Um professor pediu para que os alunos levassem batatas e uma bolsa de plástico para a aula. Ele pediu para que separassem uma batata para cada pessoa de quem sentiam mágoas, escrevessem os seus nomes nas batatas e as colocassem dentro da bolsa.
Quase todas as bolsas ficaram muito pesadas. A tarefa era a seguinte: Durante uma semana os alunos tinham que levar a bolsa com as batatas para todos os lados.
As batatas foram apodrecendo naturalmente com o tempo. O fato de ficar atento à bolsa, para não esquecê-la em nenhum lugar, fazia com que os alunos deixassem de prestar atenção a outras coisas que eram importantes para eles. O incômodo de carregar a bolsa, o tempo todo, acabou mostrando o tamanho do peso que tem a mágoa.
Quando damos importância aos problemas não resolvidos ou às promessas não cumpridas, nossos pensamentos enchem-se de mágoa, aumentando o estresse e roubando nossa alegria. Perdoar e deixar esses sentimentos irem embora é a única forma de trazer de volta a paz e a calma. Para não carregar essa bolsa cheia de mágoas, jogue fora suas "batatas" e deixe o ressentimento de lado. Faz bem para você, para a vida e para quem está perto de você.

Era uma vez quatro velas estavam queimando calmamente...

O ambiente estava tão silencioso que se podia ouvir o diálogo que travavam...
- Eu sou a paz!

Apesar da minha luz as pessoas não conseguem manter-me, acho que vou apagar.

E diminuindo, devagarinho, apagou-se totalmente. A segunda disse:
- Eu sou a fé!... Infelizmente sou muito tênue.

As pessoas não querem saber de Deus.
Não faz sentido continuar queimando.
Ao terminar de falar bateu um leve vento e a apagou.

Baixinho e triste a terceira vela se manifestou:
- Eu sou o amor!... Não tenho mais forças para queimar. As pessoas me deixam de lado, só conseguem se enxergar, esquecem-se até daqueles à sua volta. E, num piscar de olhos, apagou !!!

De repente... Entrou uma criança e viu as três velas apagadas.
- O que é isto? Vocês deviam queimar até o fim.
Dizendo isso começou a chorar.

Então a quarta vela disse:
- Não tenhas medo criança. Enquanto eu ainda queimar podemos acender as outras velas... Eu sou a esperança!

A criança com os olhos brilhantes pegou a vela que restava e acendeu as demais.
Que a vela da esperança jamais se apague dentro de você.