Mensagens de Reflexão

Errar é algo inerente ao ser humano, tão intrínseco que para algumas pessoas pode ser até definido como um hábito. Mas, apesar do erro fazer parte da vida de qualquer indivíduo, como ele afetará a sua vida dependerá totalmente da sua disposição em repará-lo.

Nenhum deslize é irreparável, por mais grave que seja, a sinceridade ao declarar arrependimento é o primeiro passo para ser novamente respeitado e futuramente perdoado. Não é possível mudar o passado, mas admitir que tal atitude foi inadequada e se comprometer para jamais repeti-la, certamente é a melhor forma de conseguir um melhor futuro.

Com o erro reconhecido e a demonstração de que está verdadeiramente arrependido, a partir daí, a anterior falta de credibilidade deve ser trocada o mais rapidamente possível pela absoluta honestidade. Não adianta pedir perdão se a intenção e continuar no erro, é preciso acreditar com todas as forças que o deslize pode ser reparado e para isso, o comportamento tem que ser transformado.

Numa aldeia vietnamita, um orfanato dirigido por um grupo de missionários foi atingido por um bombardeio.

Os missionários e duas crianças tiveram morte imediata e as restantes ficaram gravemente feridas. Entre elas, uma menina de oito anos, considerada em pior estado. Era necessário chamar ajuda por um rádio e, ao fim de algum tempo, um médico e uma enfermeira da Marinha do EUA chegaram ao local. Teriam de agir rapidamente, senão a menina morreria devido aos traumatismos e à perda de sangue. Era urgente fazer uma transfusão, mas como?

Após alguns testes rápidos, puderam perceber que ninguém ali tinha sangue para doar. Reuniram as crianças e entre gesticulações, arranhadas no idioma, tentavam explicar o que estava acontecendo e que precisariam de um voluntário para doar sangue. Depois de um silêncio sepulcral, viu-se um braço magrinho levantar-se timidamente. Era uma menino chamado Heng. Ele foi preparado as pressas ao lado da menina agonizante e espetaram-lhe uma agulha na veia.

Ele se mantinha quietinho e com o olhar fixo no teto. Passado algum momento, ele deixou escapar um soluço e tapou o rosto com a mão que estava livre. O médico perguntou-lhe se estava doendo e ele negou. Mas não demorou muito a soluçar de novo, contendo as lágrimas. O médico ficou preocupado e voltou a perguntar-lhe novamente, e novamente ele negou. Os soluços ocasionais deram lugar a um choro silencioso, mas ininterrupto. Era evidente que alguma coisa estava errada. Foi então que apareceu uma enfermeira vietnamita vinda de outra aldeia. O médico pediu que ela procurasse saber o que estava acontecendo com Heng. Com a voz meiga e doce, a enfermeira foi conversando com ele e explicando coisas e o rostinho do menino foi se aliviando...

Minutos depois ele estava novamente tranquilo. A enfermeira então explicou aos americanos:

- Ele pensou que iria morrer, não tinha entendido direito o que vocês disseram e achava que ia ter que dar todo seu sangue para a menina não morrer.

O médico aproximou-se dele e, com a ajuda da enfermeira, perguntou:

- Mas, se era assim porque você se ofereceu para doar sangue?

E o menino respondeu:

- Ela é minha amiga...

Ser feliz não é ter uma vida isenta de perdas e frustrações.
É ser alegre, mesmo se vier a chorar;
É viver intensamente, mesmo no leito de um hospital;
É nunca deixar de sonhar, mesmo se tiver pesadelos;
É dialogar consigo mesmo, ainda que a solidão o cerque;
É sempre ser jovem, mesmo se os cabelos embranquecerem. É contar histórias para os filhos, mesmo se o tempo for escasso;
É amar os pais, mesmo se eles não compreenderem;
É agradecer muito, mesmo se as coisas derem erradas;
É transformar erros em lições de vida;
Ser feliz é sentir o sabor da água, sentir o frescor de uma brisa a tocar-lhe o rosto, é sentir o cheiro de terra molhada;
É extrair das pequenas coisas, grandes emoções;
É encontrar todos os dias, motivos para sorrir, mesmo que não existam grandes fatos;
É rir de suas próprias tolices;
É não desistir de quem se ama, mesmo se houver decepções;
É ter amigos para pedir consolo e dividir alegrias;
É agradecer a Deus pelo espetáculo da vida... e perceber o quanto é fácil e simples ser feliz...

A qualquer hora em que chegares,
sentarás comigo à minha mesa.

A qualquer hora em que bateres a minha porta,
o meu coração também se abrirá.

A qualquer hora em que chamares,
eu me apressarei.

A qualquer hora em que vieres,
será o melhor tempo de te receber.

A qualquer hora em que te decidires,
estarei pronto para te seguir.

A qualquer hora em que quiseres beber,
eu irei a fonte.

A qualquer hora em que te alegrares,
eu bendirei ao Senhor.

A qualquer hora em que sorrires,
será mais uma graça que o senhor me concede.

A qualquer hora em que quiseres partir;
eu irei à frente nos caminhos.

A qualquer hora em que caíres,
eu estenderei os braços.

A qualquer hora, em que te cansares,
eu levarei a cruz.

A qualquer hora em que te sentires triste,
eu permanecerei contigo.

A qualquer hora em que te lembrares de mim,
eu acharei a vida mais bela.

A qualquer hora em que partires,
ficarás com a lembrança de uma flor.

A qualquer hora em que voltares,
renovarás todas minhas alegrias.

A qualquer hora que quiseres uma rosa,
eu te darei toda roseira.

Eu te digo tudo isso, porque não posso imaginar
uma amizade que não seja toda,
de todos os instantes e para todo bem.

Na vida não precisamos acertar sempre, mas a cada dia errar menos. E é necessário que a cada erro, aprendamos o máximo possível para que esses erros tornem-se experiências aproveitáveis, das quais precisaremos no futuro, para não cometer os mesmo erros.
Mesmo sabendo que muitas dessas experiências machucam, nos trazem lembranças que fazem sofrer e que preferimos esquecer. Ainda assim, temos que ter consciência que devemos aproveitá-las para a cada dia errarmos menos e acertarmos mais. Porque a vida é assim, cheia de surpresa e precisamos aprender a conviver com ela, caso contrário, não conseguiremos ser alguém.
E certamente não estamos aqui por acaso, sem razão, à toa, sem um objetivo a conquistar. Estamos em busca de um espaço para deixarmos de ser mais um neste mundo. Por isso temos obrigação de aprender a viver e conviver com a realidade, tendo consciência de que em nossas mãos está o nosso futuro. Dependendo principalmente do que somos no presente, o que seremos neste futuro bem próximo.
Precisamos ter em mente algo muito importante: devemos ser sempre nós mesmos, respeitando ao nosso próximo como a si próprio.
Quando enxergarmos que isto está acontecendo, então sentiremos que nossos erros tornaram-se experiências. E que isso, é como um sinal de nosso amadurecimento. Ou seja, que deixamos de ser crianças e passamos a ser adultos, não no físico e sim no mental.

Uma das poucas coisas que levamos para o resto das nossas vidas são as lembranças. Sejam elas boas ou más, estão sempre lá, despertadas por um cheiro, uma música ou até outro momento parecido. Poucas pessoas devem pensar nisso, mas nossas lembranças são determinadas pelas nossas atitudes no presente, produzidas a partir da forma como lidamos as situações já esperadas no futuro.

Além de pensar nas consequências que seus atos podem provocar, não se esqueça principalmente das lembranças que irão ocasionar. Certas recordações são praticamente impossíveis de esquecer e nosso cérebro sempre foca naquelas mais marcantes, independentemente de causarem alegria ou sofrimento.

É por isso que devemos ser cautelosos, sejam qual for o momento, pense na forma que lembrará dele para o resto da sua vida e tente construir boas lembranças. Faça das más recordações uma exceção, com uma grande quantidade de bons momentos, aumentará também a possibilidade de boas lembranças surgirem no seu pensamento.

Um dia uma professora escreveu assim no quadro:

9x1 = 07
9x2 = 18
9x3 = 27
9x4 = 36
9x5 = 45
9x6 = 54
9x7 = 63
9x8 = 72
9x9 = 81
9x10=90

Na sala não faltou piadas porque ela tinha errado o
*9x1= 7*, sendo que a resposta certa é número 9...

Todo mundo riu dela. Ela então esperou todo mundo se calar, e somente depois disse:

É assim que você é visto no mundo.
Errei de propósito pra mostrar a vocês como o mundo se comporta diante de algum erro seu.

NINGUÉM te elogiou por ter acertado nove vezes, NINGUÉM te viu acertando e te deu os parabéns, mas TODO MUNDO te ridicularizou, blasfemou, humilhou e zombou porque você errou apenas UMA RESPOSTA.

Assim é a vida:

Devemos aprender a valorizar as pessoas pelos acertos.
Há pessoas que acertam muito mais do que erram, e acabam sendo julgadas por apenas UM erro, e não são valorizadas pelos outros NOVE acertos.
Isso serve pra todos nós.

Mais elogios e menos críticas.
Mais amor e carinho e menos ódio e crueldade.

Em todas as coisas belas da vida existe magia, como explicar o encanto
que certas pessoas exercem sobre a gente? É tão difícil explicar e tão
fácil de perceber.
Há magia no ar, quando algo de especial acontece.
É tão bom viver esses momentos. Por um instante perceber a sincronia,
fazer parte de um segredo, estar vendo as engrenagens do universo se
encaixando com perfeição, porque nada - mas nada mesmo - acontece por
acaso...

Sentir saudades do que não vivi, é viver com um "se" atravessado no peito! Mas a verdade, é que a vida é cheia de "ses". E cada "se" que encontramos, é uma estrada diferente que poderíamos escolher para construir o nosso caminho.

Cada escolha que fazemos é um passo que damos na vida, é um "se" que se torna um sim. Mas mesmo certo do caminho que percorri até aqui, quando olho para trás, vejo paisagens por onde não passei. E é nessas horas que me pergunto: será que esta foi a melhor escolha?

Começo a imaginar a minha vida toda diferente, e sinto saudades do que não vivi, das travessias que não fiz. Sinto a nostalgia do tempo que passou, e que não volta mais, e o peso de cada passo que dei.

Mas se sinto saudades do que não vivi, não é porque me arrependo das escolhas que fiz. E sim porque lamento que a vida seja feita de uma estrada de via única. Queria eu poder ir e voltar, quando bem entendesse!

O que me conforta é poder lembrar dos momentos felizes que vivi com alegria, e das dificuldades e tristezas com mais sabedoria. E das saudades que sinto do que não vivi, na minha cabeça transformo ficção. O "se" encravado no peito, liberto com a imaginação, sem arrependimento ou amargura.

Sentir saudades do que não vivemos, é o preço que pagamos por termos a liberdade de escolher o nosso próprio caminho. Mas em qualquer dos casos, viver é sentir saudades!

Conte seu jardim só por suas flores e
nunca pelas folhas caídas no chão.
E a vida pelas horas mais felizes
e não pela escuridão.
Conte suas noites pelas estrelas,
nunca pelas sombras que vão deixar.
E a vida pelos encantos dos sorrisos
não pelo seu chorar.
Viva a vida com alegria! contando-a não pelos seus dias mas pelo bem que conseguiu
realizar.

Ser madrinha é um orgulho, um privilégio, é criar um laço eterno, é amar incondicionalmente um filho de outros, mas como se fosse seu!

Ser madrinha é sentir o que eu sinto, uma emoção tremenda no peito, desde que aceitei a grande responsabilidade de ser sua madrinha, minha adorada afilhada, e ainda mais hoje, no dia do seu batizado.

E não vejo a hora de ouvir você me chamar de dinda, e de a cada passo seu a acompanhar pela vida. De estar sempre presente, de a apoiar quando precisar, de a orientar e principalmente de a mimar e amar sempre!

Aos papais eu agradeço pela confiança que em mim depositam, prometendo eterno compromisso! A você, minha afilhada, eu desejo uma vida longa e abençoada por muita felicidade, e que Deus guie e ilumine sempre o seu caminho!

Ir mais além.

Vencer um desafio,
Procurar a superação,
Escapar por um fio,
E torná-se campeão,

Superá-se em cada gesto,
Conquistar o infinito,
Ir mais além do que o certo,
Ultrapassar o mais bonito,

Ir além da superação
E conquistar o impossível,
Ir além da imaginação
Para vencer o invencível.

Rômulo Raulino

Um neto é uma bênção que nunca chega tarde demais. É uma nova aprendizagem que vem enriquecer muito nossas vidas, não importa a idade e a experiência que já tenhamos adquirido.

Eu sou uma pessoa mais feliz quando estou rodeada dos meus queridos netos. Sinto que nada mais me interessa, a não ser vê-los de boa saúde. Dava tudo para viver por muitos mais anos, só para poder acompanhar o crescimento e o sucesso deles.

A vida é um longo caminho onde nem sempre tomamos decisões acertadas. Há momentos em que as escolhas que fazemos trazem benefícios, mas às vezes por precipitação ou ingenuidade acabamos por errar e sofrer as devidas consequências.

O importante não é acertar sempre ou vencer em todas as ocasiões, mas sim não desistir após uma tentativa falhada, pois se persistirmos na luta a vitória mais tarde ou mais cedo acontece.

Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não ouve música, quem não encontra graça em si mesmo.
Morre lentamente quem destrói o seu amor-próprio, quem não se deixa ajudar.
Morre lentamente quem se transforma em escravo do hábito, repetindo todos os dias os mesmos trajetos, quem não muda de marca, não se arrisca a vestir uma nova cor ou não conversa com quem não conhece.
Morre lentamente quem faz da televisão o seu guru.
Morre lentamente quem evita uma paixão, quem prefere o negro sobre o branco e os pontos sobre os "is" em detrimento de um redemoinho de emoções justamente as que resgatam o brilho dos olhos, sorrisos dos bocejos, corações aos tropeços e sentimentos.
Morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz, quem não arrisca o certo pelo incerto para ir atrás de um sonho, quem não se permite pelo menos uma vez na vida fugir dos conselhos sensatos.
Morre lentamente, quem passa os dias queixando-se da sua má sorte ou da chuva incessante.
Morre lentamente, quem abandona um projeto antes de iniciá-lo, não pergunta sobre um assunto que desconhece ou não responde quando lhe indagam sobre algo que sabe.
Morre lentamente...

Hoje estou sozinha,
Não tenho ninguém,
Apenas meus pensamentos,
minhas tristezas e necessidades.
Preciso de uma verdade,
preciso de uma pessoa...
Que sempre amei, e sempre vou amar.
Não e apenas gostar ou adorar,
e sim um sentimento verdadeiro.
Ele esta em meus pensamentos,
nos meus dias,
nas minhas alegrias,
e nas minhas tristezas.
Ele ri e chora ao meu lado,
ele participa de tudo,
lembra de tudo.
Que tudo e sempre me tem em muitas horas,
dias,
minutos,
segundos,
a vida inteira,
por toda eternidade.

O bem mais precioso que uma pessoa pode ter é a família unida. Por outro lado, quem tem uma família desunida é pobre e vive com um vazio do tamanho do mundo. Nossa família não está sendo agradecida. Nós estamos virando isto tudo de pernas para o ar, estamos jogando fora coisas tão importantes como a união e o amor que todos deveríamos ter uns pelos outros.

Está na hora da gente enxergar o que está acontecendo com todos nós. Eu acredito que está faltando muita paz, essencialmente é isso, tolerância e paz. Não faz sentido nenhuma das nossas desavenças. Coisas mesquinhas estão destruindo o amor que eu sei que todos sentimos em nossa família.

Então é hora de todo mundo fazer sua parte, ir com calma, tratar toda a gente com carinho. Demonstrar o amor e viver em harmonia, finalmente! A paz tem andando à espera da gente, ela tem passado o tempo em nossa porta. É hora de deixar ela entrar, é hora de dar um jeito à nossa família.

Diz uma linda lenda árabe que dois amigos viajavam pelo deserto e em um determinado ponto da viagem discutiram.
O amigo ofendido, sem nada dizer,
escreveu na areia:

HOJE, MEU MELHOR AMIGO ME BATEU NO ROSTO.

Seguiram e chegaram a um oásis onde resolveram banhar-se.
O que havia sido esbofeteado começou a
afogar-se sendo salvo pelo amigo.
Ao recuperar-se pegou um estilete e escreveu numa pedra:

HOJE, MEU MELHOR AMIGO SALVOU-ME A VIDA.

Intrigado, o amigo perguntou:

Por que depois que te bati, você escreveu na areia e agora que te salvei, escrevestes na pedra?

Sorrindo, o outro amigo respondeu:

Quando um grande amigo nos ofende, devemos escrever na areia onde o vento do esquecimento e do perdão se encarregam de apagar.
Porém quando nos faz algo grandioso, devemos gravar na pedra da memória e do coração; onde vento nenhum do mundo poderá apagar.

Ninguém neste mundo é capaz de nos trazer paz. A paz deve ser cultivada dentro de nós mesmos. Aprender a relevar e a perdoar é uma das mais eficazes maneiras de ter paz. Quando relevamos, deixamos de criar problemas e passamos a valorizar o que realmente importa. Quando perdoamos, aos outros e a nós mesmos, conseguimos tirar o peso da raiva, da revolta e da angústia de nossos corações.

Outra virtude que devemos cultivar se quisermos paz de espírito é a paciência. A paciência nos mostra que é preciso aceitar situações e pessoas do jeito que elas são, e não do jeito que queremos que elas sejam. Quando somos pacientes, aprendemos a aceitar e a amar e isso nos leva à paz.

A paz é uma mudança de atitude que só você pode ter. Mude de atitude, ao invés do imediatismo, cultive a paciência. Ao invés do julgamento, semeie o entendimento e a compreensão. Não queira ter razão sempre, procure conversar e estar aberto para ouvir. Escutar o outro leva a um conhecimento maior do ser humano e consequentemente de nós mesmos. Quem se conhece melhor, se entende melhor, e quando nos entendemos melhor conseguimos buscar caminhos para uma vida mais feliz, uma vida em paz.

Só Deus pode criar, mas você pode valorizar o que Ele criou.
Só Deus pode dar a vida, mas você pode transmiti-la e respeita-la.

Só Deus pode dar a saúde, mas você pode orientar e guiar.
Só Deus pode dar a fé, mas você pode dar o seu testemunho.

Só Deus pode infundir esperança, mas você pode restituir a confiança ao irmão.
Só Deus pode dar o amor, mas você pode ensinar o seu irmão a amar.

Só Deus pode dar a paz, mas você pode semear a união.
Só Deus pode dar a alegria, mas você pode sorrir a todos.

Só Deus pode dar a força, mas você pode apoiar quem desanimou.
Só Deus é o caminho, mas você pode indica-lo aos outros.

Só Deus é a luz, mas você pode faze-la brilhar aos olhos dos seus irmãos.
Só Deus é a vida, mas você pode restituir aos outros o desejo de viver.

Só Deus pode fazer milagres, mas você pode ser aquele que trouxe os cinco pães e os dois peixes.
Só Deus pode fazer o que parece impossível, mas você pode fazer o possível.

Só Deus se basta a si mesmo, mas ele preferiu contar com você.

Pensa e Nota:
Se te queixas do pouco que te garante a vida, pensa na criancinha que adormece com fome, no amigo sem trabalho vendo os filhos sem pão, na mulher esmolando para o filho doente, reflete nos que sofrem, muito mais que nós mesmos. E meditando em ti darás graças a deus.

Uma verdadeira amizade mostra todo seu valor perante as dificuldades. É normal que entre duas pessoas imperfeitas surjam problemas e que algumas palavras firam seus corações. Mas quando isso acontece, dois amigos conseguem superar esses desentendimentos através de uma sincera reconciliação.

Não permita que o orgulho ou a teimosia faça você perder uma amizade. Hoje em dia, preservar um bom amigo vale mais do que guardar um tesouro.

Frases, citações e provérbios, nos ajudam a valorizar à sabedoria e conhecimentos técnicos e empíricos, absorver bons conselhos e a entender os pensamentos mais profundos. Eles nos ensinam a vivermos com sensatez e a sermos correto, líricos, justos e honestos, se assimilarmos o teor de suas mensagens, subliminar ou de sentido direto.