Mensagens de Reflexão

Já observou a atitude dos pássaros ante às adversidades? Ficam dias e dias fazendo seu ninho, recolhendo materiais, às vezes trazidos de locais distantes... E quando já ele está pronto e estão preparados para por os ovos, as inclemências do tempo ou a ação do ser humano ou de algum animal destrói o que com tanto esforço se conseguiu... O que faz o pássaro?
Para, abandona a tarefa? De maneira nenhuma. Começa, uma outra vez, até que no ninho apareçam os primeiros ovos. Muitas vezes, antes que nasçam os filhotes, um animal, uma criança, uma tormenta, volta a destruir o ninho, mas agora com seu precioso conteúdo...
Dói recomeçar do zero... Mas ainda assim o pássaro jamais emudece, nem retrocede, segue cantando e construindo, construindo e cantando... Já sentiu que sua vida, seu trabalho, sua família, seus amigos não são o que você sonhou? Tem vontade de dizer basta, não vale a pena o esforço, isto é demasiado para mim?
Você está cansado de recomeçar, do desgaste da luta diária, da confiança traída, das metas não alcançadas quando estava a ponto de conseguir? Mesmo que a vida o golpeie mais uma vez, não se entregue nunca, faça uma oração, ponha sua esperança na frente e avance.
Não se preocupe se na batalha seja ferido, é esperado que algo assim aconteça. Junte os pedaços de sua esperança, arme-a de novo e volte a ir em frente. Não importa o que você passe...

Com a vida apressada, angustiada, tão absorta em pensamentos pequenos, sem entender a dor disfarçada em mal humor, pouso os olhos no menino, ali, dormindo. No meio da rua, entre carros, passantes, cachorros e passarinhos destoantes, com as mãozinhas sobre a cama de papelão, agarradinho, inocente, no corpo do irmão.
A mãe sofrida, sentada no sujo chão, tentando esconder a vergonha e a fome, tendo à frente o pai, derrotado enquanto homem. A dor oprimida no peito, sem conseguir engolir, ver assim alguém tão só, uma família – flores do pó. Ah, a cruz! Preguem-me na cruz.
Quero morrer por eles, morrer por mim, inerte, covarde, torpe! Nada a fazer, senão sofrer? Não tem remédio, senão chorar? Menino dormindo, como o meu, como os nossos, sonha sonhos de criança, com luzes e festa, com brinquedos e paz, sorvete, banho, banheiro. Alegria o ano inteiro.
Perdeu o endereço do céu, mas espera Papai Noel. Aquele pai e aquela mãe, sem teto ou dignidade, não sabem da missa a metade. Não choram, apenas pedem, que a sorte mude e os ventos tragam a esperança e o sorriso do menino, que dorme ali no chão, tranquilo, ao relento, desprotegido.
A leoa de dentes arrancados, o guerreiro sem escudo, sem lança, sem conseguir defender sua criança, olhar vazio, de alma apagada, sem ter mais nada. Nada a oferecer, senão seu corpo. Nada a pedir, senão o pão. E eu, e você, o que fazemos?
Vamos embora, com a consciência confortada de que nada podemos fazer, por não termos o poder. Qual nada! Eu posso. Você pode. Mas é difícil, é cômodo. Você tem lar. Eu tenho pão. Eles é que não.

Na paz encontra-se a resposta que vem
da lógica de tudo que não se explica.
Na paz determina-se o modo seguro de caminhar.
Na paz o caminho fica claro e não se sente o cansaço,
nem o desânimo.
Na paz o ar que entra e limpa tudo
lá dentro, não carrega o que pode sujar lá fora.
Na paz resolve-se o quebra-cabeça que deixa
em muitos, depois de montado, a sensação de
que ele ainda permanece na caixa.
Na paz o sangue percorre todo o corpo,
garantindo a vida saudável.
Na paz, homens e mulheres se respeitam
e se ajudam, pois são fortes e indispensáveis
para hastearem a bandeira branca.
Na paz estamos, todos juntos, representando
de mãos unidas, a presença de Deus.

Suponha que alguém lhe deu uma caneta. Você não pode ver quanta tinta tem. Pode secar logo depois das primeiras palavras ou durar o suficiente para você criar uma esplêndida obra (ou diversas). ou que durasse para sempre. Você não sabe até que você comece.
São as regras do jogo, você realmente nunca sabe. Você tem que examinar cada possibilidade! A regra do jogo não obriga você a fazer qualquer coisa. Você pode, ao invés de usar a caneta, deixá-la em uma prateleira ou em uma gaveta onde secasse sem ser utilizada. Mas se você decidisse usar, o que você faria? Como você jogaria esse jogo?
Você iria planejar e planejar antes de escrever cada palavra? Seus planos seriam tão extensos que você nunca começaria? Ou você colocaria a caneta na mão e simplesmente escreveria, esforçando-se para prosseguir com um monte de palavras? Você escreveria cautelosamente e com cuidado, como se a caneta secasse no momento seguinte, ou você fingiria ou acreditaria (ou fingiria acreditar) que a caneta escreverá para sempre?
E sobre o que você escreveria: sobre amor? Ódio? Divertimento? Miséria? Vida? Morte? Nada? Tudo? Você escreveria sobre si mesmo? Ou sobre os outros? Ou sobre si mesmo sob a ótica dos outros? Suas letras seriam trêmulas e tímidas ou brilhante e realçada? Enfeitadas ou simples?
Você escreveria mesmo? Uma vez que você tem a caneta, nenhuma regra diz que você tem que escrever. Você rascunharia? Borrões ou desenhos? Você permaneceria nas linhas, ou não veria nenhuma linha, mesmo se estivessem lá?
Há muito o que pensar sobre isso, não é? Agora, suponha que alguém lhe deu uma vida...

É sempre fácil
examinar as consciências alheias,
identificar os erros do próximo,
opinar em questões que não nos dizem respeito, indicar as fraquezas dos semelhantes, educar os filhos dos vizinhos, reprovar as deficiências dos companheiros, corrigir os defeitos dos outros, aconselhar o caminho reto a quem passa, receitar paciência a quem sofre e retificar as más qualidades de quem segue conosco...

Mas enquanto nos distraímos,
em tais incursões a distância de nós mesmos, não passamos de aprendizes que fogem, levianos, à verdade e à lição.

Enquanto nos ausentamos do estudo de nossas próprias necessidades, olvidando a aplicação dos princípios superiores que abraçamos na fé viva,
somos simplesmente cegos do mundo interior relegados à treva...

Despertemos, a nós mesmos,
acordemos nossas energias mais profundas para que o ensinamento do Cristo não seja para nós uma bênção que passa, sem proveito à nossa vida,
porque o infortúnio maior de todos
para a nossa alma eterna é aquele que nos infelicita quando a graça do Alto
passa por nós em vão!...

Sabe qual é o grande mistério da vida? É que só se aprende a viver, vivendo. E cada vida é única! Seria muito fácil se os erros da vida dos outros e os aprendizados pudessem transferidos de pessoa em pessoa. Acontece que errar faz parte da vida, só não erra quem nada faz.

O grande problema de errar, é ver nos erros um fracasso de onde nenhuma lição se pode tirar. São os erros que cometemos que faz de cada um de nós pessoas singulares, únicas. Muitas vezes nos apegamos tanto aos erros, que passamos a vida tentando corrigi-los sem nunca parar para pensar o que podemos aprender com os erros e como acertar da próxima vez.

O tempo não para. A vida não volta atrás. E vamos continuar errando. Só não podemos nos dar o luxo de cometer sempre os mesmo erros. Há muitas maneiras diferentes de errar, e cada uma nos traz uma lição. A vida não vem com manual, e se pudéssemos escrever um manual no fim da vida, não serviria para ninguém além de nós mesmos. Todos somos diferentes.

Não se condene pelos maus passos que deu no passado. Mas olhe para trás, veja onde está pisando e escolha muito bem o seu caminho no futuro.

Bom começo de semana para todos!

Procure compreender as dificuldades do próximo.
Não conserve ressentimentos.
Desculpe ofensas, sejam quais sejam, colocando os assuntos desagradáveis no esquecimento.
Trabalhe quanto puder, tornando-se útil quanto possível.
Mobilize o tempo de que disponha no serviço aos Semelhantes.
Adote a simplicidade por clima de Paz.
Continue aprendendo sempre.
Esqueça você mesmo, criando alegria para os outros.
Viva em Paz com a própria consciência e deixe que os Companheiros vivam a existência deles próprios.
Cultive a paciência sem ansiedade e, procedendo com os Semelhantes, como estima que com você procedam, estará sempre no caminho da verdadeira Felicidade.

André Luiz

Mesmo com todo amor e encantamento que tenho por você, quero me desculpar por toda insegurança que ainda tenho. Você desde o início tão paciente comigo, saiba que me sinto cada dia mais feliz por estar namorando contigo.

Tudo ainda é tão novo e surreal que às vezes nem acredito que a fase de menina realmente ficou para trás e daqui para frente tudo implica em atitudes de mulher. Apesar de todos os medos e insegurança, uma coisa é certa, você é a pessoa que sempre imaginei para estar comigo por toda a minha vida.

Estou fazendo o possível para me adaptar a essa minha nova fase, só que de repente me deparo com situações que ainda não sei exatamente como lidar. Quero sempre dar a você sempre o meu melhor, por isso muitas vezes bate aquela dúvida em como agir e logo chega à insegurança.

Sei que devemos ser aquilo que somos, até porque quero que goste pelo que sou realmente. Peço que seja só um pouquinho mais paciente, pois tudo que eu quero agora é continuar com você por muito tempo como o meu namorado!

Era uma vez um grande samurai que vivia perto de Tóquio.
Mesmo idoso, se dedicava a ensinar a arte zen aos jovens.
Apesar de sua idade, corria a lenda de que ainda era capaz de derrotar qualquer adversário.
Certa tarde, um guerreiro conhecido por sua total falta de escrúpulos apareceu por ali. Queria derrotar o samurai e aumentar sua fama.
O velho aceitou o desafio e o jovem começou a insultá-lo.
Chutou algumas pedras em sua direção, cuspiu em seu rosto, gritou insultos, ofendeu seus ancestrais.
Durante horas fez tudo para provocá-lo, mas o velho permaneceu impassível.
No final do dia, sentindo-se já exausto e humilhado, o guerreiro retirou-se.
E os alunos, surpresos, perguntaram ao mestre como ele pudera suportar tanta indignidade.

- Se alguém chega até você com um presente, e você não o aceita,
a quem pertence o presente?
- A quem tentou entregá-lo, respondeu um dos discípulos.
- O mesmo vale para a inveja, a raiva e os insultos.
Quando não são aceitos, continuam pertencendo a quem os
carregam consigo.

MORAL DA HISTÓRIA:
A sua paz interior depende exclusivamente de você.
As pessoas não podem lhe tirar a calma. Só se você permitir.

Sempre é tempo de recomeçar. Em qualquer situação podemos abrir novas portas, conhecer novos lugares, novas pessoas, ter outros sonhos. Renovar o nosso compromisso com a vida e assim, renascer para a vida e alcançar a felicidade. Não importa quem te feriu, o importante é que você ficou.
Não interessa o que te faltou, tudo pode ser conquistado. Não se ligue em quem te traiu, você foi fiel. Não se lamente por quem se foi, cada um tem seu tempo. Não reclame da dor, ela é a conselheira que nos chama de volta ao caminho. Não se espante com as pessoas, cada um carrega dentro de si, dores e marcas que alteram o seu comportamento, ora estamos felizes e transbordamos de alegria e paz, ora estamos melancólicos e só queremos ficar sozinhos.
O mundo está cheio de novas oportunidades, basta olhar para a terra depois da chuva. Veja quantas plantinhas estão surgindo, como o verde se espalha mais bonito e forte depois da tempestade. As portas se abrem para os que não tem medo de enfrentar as adversidades da vida, para os que caíram, mas se levantam com o brilho de vitória nos olhos.
Todo o caminho tem duas mãos, uma que seguimos ainda com passos inseguros, com medo, porque não sabemos ainda o que vamos encontrar lá na frente. Na volta, mesmo derrotados, já sabemos o que tem no caminho, e quando um dia, resolvemos enfrentar os nossos medos e fazer essa viagem novamente, somos mais fortes, nossos passos são mais firmes, já sabemos onde e como chegar ao destino. O destino é a vitória, o seu destino é ser feliz, eu creio nisso, e você? Você está pronto para recomeçar?
O caminho está a tua espera, pé na estrada, coloque um sonho na alma, fé no coração e esperança na mochila, a vida se enche de novidades para os que se aventuram na viagem que conduz a verdadeira liberdade.

Saudade é solidão acompanhada,
é quando o amor ainda não foi embora,
mas o amado já...

Saudade é amar um passado que ainda não passou,
é recusar um presente que nos machuca,
é não ver o futuro que nos convida...

Saudade é sentir que existe o que não existe mais...

Saudade é o inferno dos que perderam,
é a dor dos que ficaram para trás,
é o gosto de morte na boca dos que continuam...

Só uma pessoa no mundo deseja sentir saudade:
aquela que nunca amou.

E esse é o maior dos sofrimentos:
não ter por quem sentir saudades,
passar pela vida e não viver.

O maior dos sofrimentos é nunca ter sofrido.

Pablo Neruda

Aconteça o que acontecer, esteja em paz com você mesmo.
Aconteça o que acontecer, medite sobre a sua postura perante a vida, diante do seu próximo.
Aconteça o que acontecer, esteja alerta aos seus sentimentos em relação a si e aos outros.
Aconteça o que acontecer, esteja em paz com Deus, que o criou e que quer-lhe bem.
Aconteça o que acontecer, esteja feliz, porque a vida é a melhor escola para que você cresça.
Aconteça o que acontecer, esteja em todos os corações com sua bondade, sua generosidade e sua doação.
Aconteça o que acontecer, esteja ativa na vida, pois passiva e trancada, nada lucrarás, a não ser, a estagnação.
Aconteça o que acontecer, ame, apoie, agasalhe, ajude ao próximo.
Aconteça o que acontecer, esteja em paz.

Não digamos "não", nem "nunca mais"...
não digamos "sempre" ou "jamais"...
digamos, simplesmente: "ainda"!...
Ainda nos veremos um dia...
Ainda nos encontraremos na estrada da vida...
Ainda encontraremos a pousada,
o afeto almejado, a guarida...
Ainda haverá tempo de amar,
sem medo, totalmente... infinitamente...
sem ter medo de pedir, de implorar,
ou chorar...
Ainda haverá tempo,
para ser feliz novamente...
Ainda haverá tristeza,
ainda haverá saudade,
ainda haverá primavera,
o sonho, a quimera...
Ainda haverá alegria,
apesar das cicatrizes...
Ainda haverá esperança,
porque a vida ainda é criança...
e amanhã será outro dia!...

Agora que a semana acabou, podemos respirar um pouco melhor, agradecer por tudo que vivemos durante esses cinco dias e preparar o corpo e a mente para um dia de descanso merecido. Tenha um ótimo sábado!

Desfrute de cada segundo, pois o importante mesmo é viver intensamente o momento presente. Esqueça os problemas, as amarguras e as ansiedades, e dedique-se exclusivamente a você e a tudo que faça você feliz.

É um manancial sua boca
Que me enlouquece que provoca sedução
É sensual como uma seda
mais ardente que uma fogueira é paixão
És totalmente bela
e tens o mesmo encanto de uma estrela
e por você eu dou

Tudo o que sou e que tenho
tudo por seu amor e pelo seu sentimento eu dou
Tudo para ser seu dono
tudo pelo seu amor
tudo por te-la para sempre.

És radiante como um anjo
Por que você é minha vida e imagem do prazer
És às vezes vaidosa
mais segura que uma deusa, és mulher.
És totalmente bela
Tens o mesmo encanto de uma estrela
e por você eu dou.

Não desista, essa é a saída mais fácil mas não garante qualquer sucesso na sua vida. O mundo já está carregado de pessoas fracas que viram costas às suas metas. Mostre a força do seu caráter e persista em lutar por aquilo que mais deseja.

O caminho nem sempre será fácil e a verdade é que as dificuldades às vezes desanimarão você. Mesmo assim, cada obstáculo deixará seu coração mais fortalecido, e se estiver determinado a vencer certamente o conseguirá.

Esse é um momento triste e ao mesmo tempo muito especial, pois olho para trás e vejo os momentos bons que passamos, de muita alegria, companheirismo e muita vitória. Sempre há um amanhã e a vida nos dá sempre mais uma oportunidade para fazermos as coisas bem, e temos que aproveitar cada oportunidade, pois a vida é curta, mas é maravilhosa! Te desejo bastante sucesso e que você consiga alcançar seus objetivos. Cuide-se e lembre-se sempre que pode contar conosco em qualquer ocasião!

Todos nós, em algum momento, já pensamos em desistir de algo ou até não querer mais continuar com a própria vida. Por muitas vezes nos sentimos pressionados pela sociedade por todos os lados, entrar para uma faculdade, casar, ter filhos, trabalhar, ficar rico... São tantas coisas, muitas vezes impostas até pela família, que é bem difícil não se sentir perdido em meio a tantas opções.

Mas quem disse que somos obrigados a fazer isso ou aquilo? Apesar da pressão que convivemos no dia-a-dia, de que adianta passar o resto da vida de uma forma completamente diferente daquilo que sonhou? Há pessoas que não sofrem com mudanças e vive muito bem com as inconstâncias impostas pela vida. Por outro lado, existem aqueles que têm mais dificuldades, não encaram os desafios como algo que pode ser tornar positivo, e só enxergam a felicidade naquele sonho específico que por vezes fica perdido no passado.

Pode ser muito benéfico não dar tanta importância para os caminhos tortuosos da vida, àqueles que muitas vezes nos levam há algo que inicialmente não queremos. Contudo não precisamos nos sentir encurralados e estipular alguma meta que nunca foi almejada. Se achar que realizar aquele sonho é muito difícil, complicado ou estiver vivendo de uma maneira que não o agrade, não desista, lute pela sua felicidade, ninguém deve viver uma vida estipulada por outra pessoa. Seja o autor da sua história e mesmo que haja dificuldades, nunca desista!

A inveja está por todo lado. Parece uma doença contagiosa cada vez mais comum. As pessoas preferem criticar o seu próximo, em vez de estarem concentradas na sua própria vida. Pior que isso, os invejosos já não conseguem sequer observar em silêncio e sentem sempre necessidade de fofoca..

Não vou perder mais tempo me preocupando com o que falam de mim. A inveja que permaneça com quem a tem, que eu seguirei meu caminho sem dar justificações.

Pobre é aquele que vive invejando a vida dos outros. Infelizmente, muitas pessoas parecem não ter vida própria e acabam por perder seu tempo criticando tudo e todos.

Compreendo que nem todos possam ter caráter suficiente para se alegrarem com as alegrias de quem está à sua volta. Mesmo assim, lamento informar, não é essa inveja que me impedirá de continuar a ser feliz.

Viver é um desafio diário. A vida não nos dá trégua, não importa o momento pelo qual estamos passando, o mundo não vai parar para esperar que nós recuperemos o fôlego.

O trem continua andando e nós não podemos ficar para trás, ainda que em muitos momentos apenas tenhamos a vontade de contemplar a paisagem e deixar o trem partir por entre as montanhas.

É verdade que em alguns momentos precisamos recuar. Andar mais devagar, mas se paramos somos atropelados. O mundo exige de nós que sejamos fortes, mas isso não significa ser duros, nem com a gente e nem com os outros. É preciso encontrar um meio termo, nem muito ao céu e nem muito à terra.

A nossa saída, em muitos momentos, é aprender a ouvir o nosso coração. É ele que dá a nós o ritmo da vida. Em alguns momentos é preciso fazer silêncio para saber que passo dar, em qual estação do trem descer e como continuar a viagem.

Boa noite, bons sonhos!
Você é o amor de minha vida. Meu coração descobriu o sorriso na hora que meus olhos encontraram os seus. O mundo onde vivo junto com você é de outra matéria, é pincelado a lápis de cores alegres, de amor e felicidade. É um mundo que a gente criou, é um mundo só nosso. Vou sempre amar você.