Mensagens de Reflexão

Se um dia você me perder,
me procure na flor mais
vermelha e viva,
no perfume ao cheirar.
Me procure no silêncio,
na noite,
na brisa que sopra fria
no sereno quente do seu corpo.
Me procure no canto da gaivota,
nas estrelas, no mar.
Certamente serei a onda
mais fulminante que encontrar.
Me procure em uma lágrima,
em uma música,
em um sonho, quem sabe!
Me procure onde for lindo.
Mas, se por acaso não me
encontrar,
procure-me no fundo do seu coração.
Certamente estarei lá.

As decisões da minha vida, eu tomo de acordo com o meu coração. Não deixo as minhas escolhas serem influenciadas pelo que querem os outros, ou pelo que esperam que eu faça. Eu sou dono do meu nariz, ando com as minhas próprias pernas, por isso sou eu quem decido a direção.

A minha casa é onde eu estou, é onde eu quero estar. As minhas fases, boas ou más, vão durar o tempo que durar. É a minha vida, é a minha história, este sou eu!

O destino pode vir definido nas linhas da minha mão. Mas eu posso desenhar em cima delas e mudar o meu futuro. Sou eu, e é a minha vida. Ninguém pode decidir nada por mim. O preço das minhas escolhas quem paga sou. Porque a vida é minha e ninguém vai enfrentar os obstáculos por mim, e ninguém vai sofrer as minhas quedas no meu lugar. E se o choro é todo meu, o riso é todo meu também.

Faz forte ao cansado (e fraco) e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor (fazendo sua força multiplicar-se e abundar). ISAÍAS 40.29

Quando sinto que começo a ficar cansada, busco o Senhor. Tenho aprendido que é melhor
manter boas condições regularmente do que esperar até que uma crise ocorra e, então, tentar reparar o prejuízo. É sábio não usar tudo que você tem e esgotar totalmente seus recursos, sejam eles físicos, mentais, emocionais ou espirituais. É fácil ficar exausto com excesso de trabalho ou simplesmente viver irritado e frustrado com seus problemas, especialmente quando seu foco está neles, em vez de manter seus olhos no Senhor. Não se apoie em si mesmo ou em sua própria força e capacidade. Deus prometeu prover a força, a energia e o poder de que você precisa para prosseguir. Assim, aprenda a relaxar mais e permitir que o Senhor restaure sua vida
antes que você se esgote totalmente. Separe um momento diariamente para passar tempo de qualidade com Jesus.

Joyce Meyer

Muitas pessoas entrarão e sairão de sua vida.
Mas apenas os amigos verdadeiros deixarão pegadas em seu coração.
Para manejar você mesmo, use sua cabeça.
Para manejar os outros, use seu coração.
Se alguém trair você uma vez, a culpa é dele.
Se ele te trair uma segunda vez, a culpa é sua.
Mentes grandes discutem ideias.
Mentes medianas discutem eventos.
Mentes pequenas discutem pessoas.
Deus dá alimento a todos os pássaros, mas Ele não joga no ninho.
Aquele que perde dinheiro, perde muito.
Aquele que perde um amigo, perde mais.
Aquele que perde a Fé, perde tudo.
Pessoas jovens e belas são obra da Natureza.
Pessoas idosas e belas são obra de Arte.
Aprenda com os erros alheios.
Você não conseguiria viver tempo suficiente para cometê-los todos sozinho.
A língua pesa praticamente nada, mas poucas pessoas conseguem segurá-la.

Amigos, eu e você...
você trouxe outro amigo...
e agora somos três...
nós começamos o nosso grupo...
nosso círculo de amigos...
e como um círculo, não tem começo nem fim.

Aqui está um anjo que foi enviado para cuidar de você.
Para que este anjo faça seu trabalho você deverá passá-lo adiante para aquelas pessoas que você gostaria que fossem cuidadas também.

Seja Fonte... Fonte de água pura e cristalina.
Seja Porto... Porto de chegada de almas cansadas, seja porto para aqueles que andam perdidos pelo mundo.
Seja Ponte... Ponte que liga a vida terrena à eternidade do céu. Seja a passagem, e não o atalho, seja o caminho livre e não o pedágio.
Seja Estrada... Estrada longa, gostosa de passear, estrada iluminada de dia pelo sol e de noite pelo luar.
Seja Estrela... Seja a estrela que mais brilha no firmamento. Para ser estrela, ilumine os que te cercam, distribua luz gratuitamente.
Seja Chuva... Chuva que molha os corações secos, vazios de amor, de esperança, de paz. Seja chuva que inunda os campos áridos, que molham os jardins.
Seja Árvore... Árvore que dá frutos para quem tem fome, que dá sombra e refresca o árduo calor dos caminhantes que seguem pela vida. Ser Fonte, ser Porto, ser Ponte ou Estrada, ser Estrela, ser Chuva ou ser Árvore...
É FAZER SEMPRE A VONTADE DE DEUS, QUE ELE ESTEJA NO CONTROLE

A Mãe e o Pai estavam assistindo televisão, quando a Mãe disse: – Estou cansada e já é tarde. Vou me deitar.
Foi à cozinha fazer uns sanduíches para o lanche do dia seguinte na escola, passou uma água nas taças, tirou carne do freezer para o jantar do dia seguinte, confirmou se as caixas dos cereais não estavam vazias, encheu o açucareiro, pôs tigelas e talheres na mesa e preparou a cafeteira do café para estar pronta para ligar no dia seguinte. Pôs ainda umas roupas na máquina de lavar, passou uma camisa e pregou um botão que estava caindo.
Guardou umas peças do jogo que ficaram em cima da mesa, e pôs a agenda do telefone no lugar dela. Regou as plantas, colocou o lixo, e pendurou uma toalha para secar.
Bocejou, espreguiçou-se, e se dirigiu para o quarto. Parou ainda na secretária e escreveu uma nota para o professor, pôs num envelope o dinheiro para uma visita de estudo, e apanhou um caderno que estava caído debaixo da cadeira.
Assinou um cartão de parabéns para uma amiga, selou o envelope, e fez uma pequena lista para o supermercado. Colocou ambos perto da carteira.
Nessa altura o Pai disse lá da sala – Pensei que você tinha ido deitar – Estou a caminho, respondeu ela.
Pôs água na tigela do cão, e chamou o gato para dentro de casa. Certificou-se que as portas estavam fechadas.
Espreitou para o quarto de cada um dos filhos, apagou a luz, pendurou uma camisa, atirou umas meias para o cesto da roupa suja, e conversou um bocadinho com o mais velho que ainda estava estudando.
Já no quarto, acertou o despertador, preparou a roupa para o dia seguinte e arrumou os sapatos. Depois lavou o rosto, passou creme, escovou os dentes e acertou uma unha partida.
A essa altura, o pai desligou a televisão e disse: – Vou me deitar... E foi... Sem mais nada.
Notam aqui alguma coisa de extraordinário? Ainda perguntam porque é que as mulheres vivem mais...?

A fé é o que mantém o ser humano firme mesmo nas circunstâncias mais negativas. É acreditar que melhores dias virão, mesmo quando a vida não apresenta motivos para sorrir.

Ter fé é andar confiante mesmo na escuridão, é ser grato pelas coisas boas antes de recebê-las. É ver o abismo e dar um passo em frente, confiando que você não irá cair.

Viver com fé pode ter um impacto essencial na sua vida, sendo um abrigo forte nos piores dias de tribulação.

Ó meu amor
Minha linda feiticeira
Eu daria a vida inteira
Por um só beijo dos teus
Por teu amor

A minha vida era pouca
Para beberes da minha boca
Um beijo de eterno adeus
Ó meu amor
Minha linda feiticeira
Eu daria a vida inteira
Por um só beijo dos teus
Por teu amor
Eu morria de desejo
Deste-me a vida num beijo
E eu vivi por te beijar!

Família é um grupo complicado, quando nascemos já estão todos lá, que simplesmente nos é dado, sem o direito de fazer qualquer troca ou reivindicação. Apesar disso, são os nossos primeiros amigos, nossa primeira companhia, são aqueles que nos ensina e fica extremamente feliz quando damos os primeiros passos ou dizemos as primeiras palavras. Aprendemos algo interessante com cada um deles, seja grande ou pequena, devemos sempre dá muita importância para nossa família, pois independente do que aconteça, são pessoas que levaremos até o fim de nossas vidas. Mesmo com todos os conflitos e até algumas brigas, em pouco tempo fica tudo resolvido como se nada tivesse acontecido. O relacionamento nunca será fácil, muito menos perfeito, pois apesar das similaridades são pessoas de várias idades, que viveram experiências diferentes e com visões também diferentes sobre os diversos pilares da vida. Portanto, aproveite cada particularidade dos seus familiares e acrescente sabedoria para sua vida, agarre os ensinamentos dos mais velhos e passe para os mais novos, sem esquecer o mais importante, que é amar sua família incondicionalmente.

A felicidade é uma escolha que tem que ser feita diariamente. Não se pode esperar a felicidade chegar em nossas vidas, é preciso ir em busca dela. Não se pode esperar pela sexta-feira para ser feliz, pela pessoa ideal para ser feliz, ou pelos momentos perfeitos para se feliz. Esperar pela felicidade é a maneira mais fácil de ser infeliz.

Escolha ver e sentir a felicidade nas pequenas coisas, é nos momentos simples da vida que a felicidade mais sincera se revela. Basta abrir os olhos e o coração para senti-la.

A felicidade é e sempre será uma questão de escolha, ninguém além de você está encarregado pela sua felicidade. Não deposite a sua felicidade em ninguém, não espere que ninguém lhe faça feliz. Se a presença de alguém em sua vida lhe faz bem, é porque você decidiu que fosse assim.

O seu coração é um jardim, e você escolhe as sementes que vai plantar. Plante a felicidade, e deixe-a brotar.

Havia uma mulher corcunda magoada com o mundo, que vivia magoada com seu terrível calombo nas costas.
A mulher andava curvada, rastreando os cantos com seus olhos tristes, mal humorada, até que um dia encontrou um objeto mágico onde há séculos vivia um gênio, que se materializou na sua frente oferecendo-lhe quatros pedidos por sua libertação.
A mulher fez o primeiro: - Eu queria ter uma casa mais bonita do que a chata da Dona Maria, aquela mulher fofoqueira...
Zás! Apareceu-lhe uma casa maravilhosa.
Veio o segundo pedido. - Eu queria ter um carro muito mais bonito, possante e moderno do que o infeliz do Seu Zé.
Zás! Surgiu em sua frente um carro sensacional.
Assim fez o terceiro pedido: - Eu queria ter mais joias do que a Dona Joana, aquela intragável.
Zás! Apareceram-lhe joias maravilhosas.
Foi a vez do quarto e último pedido: - Agora, gênio, eu quero que você realize meu último pedido: Que suma aquilo que trás as amarguras da minha vida, meu desgosto, meu maior defeito...
E Zás!... de novo. Sumiu-lhe a língua...

Já observou a atitude dos pássaros ante às adversidades? Ficam dias e dias fazendo seu ninho, recolhendo materiais, às vezes trazidos de locais distantes... E quando já ele está pronto e estão preparados para por os ovos, as inclemências do tempo ou a ação do ser humano ou de algum animal destrói o que com tanto esforço se conseguiu... O que faz o pássaro?
Para, abandona a tarefa? De maneira nenhuma. Começa, uma outra vez, até que no ninho apareçam os primeiros ovos. Muitas vezes, antes que nasçam os filhotes, um animal, uma criança, uma tormenta, volta a destruir o ninho, mas agora com seu precioso conteúdo...
Dói recomeçar do zero... Mas ainda assim o pássaro jamais emudece, nem retrocede, segue cantando e construindo, construindo e cantando... Já sentiu que sua vida, seu trabalho, sua família, seus amigos não são o que você sonhou? Tem vontade de dizer basta, não vale a pena o esforço, isto é demasiado para mim?
Você está cansado de recomeçar, do desgaste da luta diária, da confiança traída, das metas não alcançadas quando estava a ponto de conseguir? Mesmo que a vida o golpeie mais uma vez, não se entregue nunca, faça uma oração, ponha sua esperança na frente e avance.
Não se preocupe se na batalha seja ferido, é esperado que algo assim aconteça. Junte os pedaços de sua esperança, arme-a de novo e volte a ir em frente. Não importa o que você passe...

Na paz encontra-se a resposta que vem
da lógica de tudo que não se explica.
Na paz determina-se o modo seguro de caminhar.
Na paz o caminho fica claro e não se sente o cansaço,
nem o desânimo.
Na paz o ar que entra e limpa tudo
lá dentro, não carrega o que pode sujar lá fora.
Na paz resolve-se o quebra-cabeça que deixa
em muitos, depois de montado, a sensação de
que ele ainda permanece na caixa.
Na paz o sangue percorre todo o corpo,
garantindo a vida saudável.
Na paz, homens e mulheres se respeitam
e se ajudam, pois são fortes e indispensáveis
para hastearem a bandeira branca.
Na paz estamos, todos juntos, representando
de mãos unidas, a presença de Deus.

Com a vida apressada, angustiada, tão absorta em pensamentos pequenos, sem entender a dor disfarçada em mal humor, pouso os olhos no menino, ali, dormindo. No meio da rua, entre carros, passantes, cachorros e passarinhos destoantes, com as mãozinhas sobre a cama de papelão, agarradinho, inocente, no corpo do irmão.
A mãe sofrida, sentada no sujo chão, tentando esconder a vergonha e a fome, tendo à frente o pai, derrotado enquanto homem. A dor oprimida no peito, sem conseguir engolir, ver assim alguém tão só, uma família – flores do pó. Ah, a cruz! Preguem-me na cruz.
Quero morrer por eles, morrer por mim, inerte, covarde, torpe! Nada a fazer, senão sofrer? Não tem remédio, senão chorar? Menino dormindo, como o meu, como os nossos, sonha sonhos de criança, com luzes e festa, com brinquedos e paz, sorvete, banho, banheiro. Alegria o ano inteiro.
Perdeu o endereço do céu, mas espera Papai Noel. Aquele pai e aquela mãe, sem teto ou dignidade, não sabem da missa a metade. Não choram, apenas pedem, que a sorte mude e os ventos tragam a esperança e o sorriso do menino, que dorme ali no chão, tranquilo, ao relento, desprotegido.
A leoa de dentes arrancados, o guerreiro sem escudo, sem lança, sem conseguir defender sua criança, olhar vazio, de alma apagada, sem ter mais nada. Nada a oferecer, senão seu corpo. Nada a pedir, senão o pão. E eu, e você, o que fazemos?
Vamos embora, com a consciência confortada de que nada podemos fazer, por não termos o poder. Qual nada! Eu posso. Você pode. Mas é difícil, é cômodo. Você tem lar. Eu tenho pão. Eles é que não.

Suponha que alguém lhe deu uma caneta. Você não pode ver quanta tinta tem. Pode secar logo depois das primeiras palavras ou durar o suficiente para você criar uma esplêndida obra (ou diversas). ou que durasse para sempre. Você não sabe até que você comece.
São as regras do jogo, você realmente nunca sabe. Você tem que examinar cada possibilidade! A regra do jogo não obriga você a fazer qualquer coisa. Você pode, ao invés de usar a caneta, deixá-la em uma prateleira ou em uma gaveta onde secasse sem ser utilizada. Mas se você decidisse usar, o que você faria? Como você jogaria esse jogo?
Você iria planejar e planejar antes de escrever cada palavra? Seus planos seriam tão extensos que você nunca começaria? Ou você colocaria a caneta na mão e simplesmente escreveria, esforçando-se para prosseguir com um monte de palavras? Você escreveria cautelosamente e com cuidado, como se a caneta secasse no momento seguinte, ou você fingiria ou acreditaria (ou fingiria acreditar) que a caneta escreverá para sempre?
E sobre o que você escreveria: sobre amor? Ódio? Divertimento? Miséria? Vida? Morte? Nada? Tudo? Você escreveria sobre si mesmo? Ou sobre os outros? Ou sobre si mesmo sob a ótica dos outros? Suas letras seriam trêmulas e tímidas ou brilhante e realçada? Enfeitadas ou simples?
Você escreveria mesmo? Uma vez que você tem a caneta, nenhuma regra diz que você tem que escrever. Você rascunharia? Borrões ou desenhos? Você permaneceria nas linhas, ou não veria nenhuma linha, mesmo se estivessem lá?
Há muito o que pensar sobre isso, não é? Agora, suponha que alguém lhe deu uma vida...

Nasceste no lar que precisavas,
Vestiste o corpo físico que merecias,
Moras onde melhor Deus te proporcionou, de acordo com teu adiantamento. Possuis os recursos financeiros coerentes com as tuas necessidades, nem mais, nem menos, mas o justo para as tuas lutas terrenas.

Teu ambiente de trabalho é o que elegeste espontaneamente para a tua realização. Teus parentes, amigos são as almas que atraístes, com tua própria afinidade. Portanto, teu destino está constantemente sob teu controle.

Tu escolhes, recolhes, eleges, atrais, buscas, expulsas, modificas tudo aquilo que te rodeia a existência. Teus pensamentos e vontades são a chave de teus atos e atitudes... São as fontes de atração e repulsão na tua jornada vivência.

Não reclames nem te faças de vítima. Antes de tudo, analisa e observa. A mudança está em tuas mãos. Reprograme tua meta, busque o bem e viverás melhor.

" Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim. "

Chico Xavier

É sempre fácil
examinar as consciências alheias,
identificar os erros do próximo,
opinar em questões que não nos dizem respeito, indicar as fraquezas dos semelhantes, educar os filhos dos vizinhos, reprovar as deficiências dos companheiros, corrigir os defeitos dos outros, aconselhar o caminho reto a quem passa, receitar paciência a quem sofre e retificar as más qualidades de quem segue conosco...

Mas enquanto nos distraímos,
em tais incursões a distância de nós mesmos, não passamos de aprendizes que fogem, levianos, à verdade e à lição.

Enquanto nos ausentamos do estudo de nossas próprias necessidades, olvidando a aplicação dos princípios superiores que abraçamos na fé viva,
somos simplesmente cegos do mundo interior relegados à treva...

Despertemos, a nós mesmos,
acordemos nossas energias mais profundas para que o ensinamento do Cristo não seja para nós uma bênção que passa, sem proveito à nossa vida,
porque o infortúnio maior de todos
para a nossa alma eterna é aquele que nos infelicita quando a graça do Alto
passa por nós em vão!...

Mesmo com todo amor e encantamento que tenho por você, quero me desculpar por toda insegurança que ainda tenho. Você desde o início tão paciente comigo, saiba que me sinto cada dia mais feliz por estar namorando contigo.

Tudo ainda é tão novo e surreal que às vezes nem acredito que a fase de menina realmente ficou para trás e daqui para frente tudo implica em atitudes de mulher. Apesar de todos os medos e insegurança, uma coisa é certa, você é a pessoa que sempre imaginei para estar comigo por toda a minha vida.

Estou fazendo o possível para me adaptar a essa minha nova fase, só que de repente me deparo com situações que ainda não sei exatamente como lidar. Quero sempre dar a você sempre o meu melhor, por isso muitas vezes bate aquela dúvida em como agir e logo chega à insegurança.

Sei que devemos ser aquilo que somos, até porque quero que goste pelo que sou realmente. Peço que seja só um pouquinho mais paciente, pois tudo que eu quero agora é continuar com você por muito tempo como o meu namorado!

Passamos quase a vida toda à procura da felicidade, desejando às pessoas queridas, sempre esperando ela chegar como se fosse algo inalcançável. Mas será que é mesmo tão difícil assim ser feliz ou somos tão exigentes ao ponto de não enxergarmos a presença da felicidade?

Às vezes o problema está na definição do que pra gente é felicidade, como nem sempre o que nos leva a ser feliz é definido fica muito mais difícil obter algo que não é conhecido. O primeiro passo para encontrar a felicidade é se perguntar o que te faz feliz, sabendo isso já está a meio caminho de conquista-la.

Desta forma você irá perceber que nas pequenas coisas pode também ser encontrada a felicidade. Não necessariamente está no carro importado, ou naquele emprego tão desejado, muitas vezes pode estar em um simples abraço bem apertado.

Bom começo de semana para todos!

Procure compreender as dificuldades do próximo.
Não conserve ressentimentos.
Desculpe ofensas, sejam quais sejam, colocando os assuntos desagradáveis no esquecimento.
Trabalhe quanto puder, tornando-se útil quanto possível.
Mobilize o tempo de que disponha no serviço aos Semelhantes.
Adote a simplicidade por clima de Paz.
Continue aprendendo sempre.
Esqueça você mesmo, criando alegria para os outros.
Viva em Paz com a própria consciência e deixe que os Companheiros vivam a existência deles próprios.
Cultive a paciência sem ansiedade e, procedendo com os Semelhantes, como estima que com você procedam, estará sempre no caminho da verdadeira Felicidade.

André Luiz

Ninguém tem culpa
daquilo que não fomos.
Não ouve erros.
Nem cálculos falhados.
Sobre a estipe de papel;
Apenas não somos os calculistas.
Porem os calculados.
Não somos os desenhistas.
Mas os desenhados.
E muito menos escrevemos versos.
E sim somos escritos.
Ninguém é culpado de nada.
Neste estranhar constante.
Ao longe uma chuva fina.
Molha aquilo que não fomos...

Paulo Bonfim

Quando for passar uma história adiante primeiro passe-a pelas três peneiras:

Primeira peneira: a Verdade.
Pergunte-se se o que você quer contar é verdadeiro. Se não o for, deixe-o morrer. Se for, passe-o pela segunda peneira: a Bondade.
É coisa boa? Ajuda a construir o caminho e a fama do próximo? Se o que você quer contar é verdade e é coisa boa, passe-o pela terceira peneira: a Necessidade.
Convém contar!? Resolve alguma coisa? Ajuda a comunidade? Pode melhorar o planeta?!.

Se passar pela três peneiras, conte!!! Tanto eu como você e seu irmão nos beneficiaremos. Caso contrário esqueça e enterre tudo. Será uma fofoca a menos a envenenar o ambiente e levar a discórdia entre irmãos e colegas. Devemos sempre ser a estação terminal de qualquer comentário infeliz, sepultando-o.

Não esqueça: pessoas medíocres falam sobre pessoas. Pessoas comuns falam sobre coisas. Pessoas inteligentes falam sobre ideias.