Mensagens de Pai

O aniversário de alguém querido é sempre uma data especial, e como és mesmo uma criatura especial, eu não poderia deixar de te saudar com todo o meu carinho, além de te desejar muitos anos de paz e felicidade.
Para mim, és quase uma irmã ou mesmo mais do que uma irmã. pois, se por um lado não temos o mesmo sangue, não crescemos juntas e não convivemos desde o berço. por outro, compartilhamos das mesmas esperanças e da mesma fé. Buscamos sempre a felicidade daqueles que estão à nossa volta e desejamos, sempre, a mais profunda alegria para todos.
Mereces toda sorte do mundo, pois preocupas-te com ele e com o bem-estar dos que nele habitam. Sabes cativar as pessoas que te rodeiam e cuidas para que todos à tua volta estejam sempre bem. Foi assim desde o início, desde que entraste para a família, e nunca houve um momento, sequer, que esta minha impressão fosse abalada.
És uma pessoa muito especial e querida por todos. além de seres a minha grande amiga e mais do que irmã – pois não escolhemos pais, irmãos e parentes em geral – mas sempre podemos escolher se vamos dedicar o nosso amor e carinho a alguém que chega a nós de maneira indireta, por meio de um casamento em família ou de um amigo comum.
Sempre tiveste e sempre terás o meu carinho, pois sei que não poupas amor e esforços para satisfazer as necessidades e as carências de quem depende de ti afetiva, moral ou materialmente.
Conta sempre com esta tua cunhada!

Sobrevivemos em um Brasil estático
Sobrevivemos em um Brasil estratificado
Sobrevivemos em um Brasil desigual
Minha profissão é agrimensurador
É sabido a dicotomia fundiária
Não sei quem mumificou a corrupção nesse país
A nossa história hieroglífica
Onde encontraremos a verdade
Invocasse-se horus, anubis, osíris, isi, set, rã,farró, nilo, athon
Quem diria a verdade?
Vivemos em uma diáspora eterna
Vivemos em um cisma
Somos dissidentes
Intifados
Nazistas
Comando vermelho
Quem roubou e furtou minha identidade?

Esse dia é somente seu!
Aproveito essa data especial para dar os parabéns a todos que se dedicam aos estudos.
O estudante, além de estar constantemente exercitando seus neurônios para expandir seus conhecimentos, está igualmente sujeito a uma série de responsabilidade. Nós somos, além de tudo, a base intelectual e admirável na qual irá depender do progresso de uma estrutura que diariamente necessita de socorro, a que chamamos sociedade.
É certo, então, que está na mão de vocês, estudantes, o destino de uma sociedade, de um país, de um mundo! E é por essa causa que inicia uma luta, uma luta que vem a ser o estímulo e o alerta que todos nós deveríamos repensar nesta data.
Será que agimos realmente como cidadãos? Será que estamos atuando corretamente para produzirmos e mostrarmos do que somos capazes? Será que procuramos analisar antes de criticar e criticamos com bons argumentos? Será que temos a cara e a coragem para fazer, reivindicar, protestar e criticar sem nos ocultar?

O seu dia é especial, porque você é especial!
Pois você contribui de várias maneiras à vida econômica e social do país:
Pelo seu admirável empenho em várias frentes de trabalho.
Pela sua participação imprescindível na obtenção de recursos para os Conselhos Tutelares da Criança e ao Adolescente, mediante dedução do IR.
Pela sua força moral, ao apoiar movimentos contra o aumento de tributos, como a MP 232 e a extinção da CPMF.
Pela sua capacidade e inteligência, facilitando o caminho das organizações.
Pela sua busca contínua de informações vitais ao equilíbrio das empresas e instituições.
Pelo seu trabalho na composição de dados para fundamentar as grandes decisões dos dirigentes.
Pelo seu papel insubstituível na nova fase de transparência das administrações públicas, como pede a Lei de Responsabilidade Fiscal.
Pela sua integridade moral e disposição de lutar contra a fraude e a corrupção.
Pelo seu amor ao Brasil.
Pela sua capacidade de renovação e adaptação aos novos tempos, assimilando conceitos e técnicas, entendendo a importância da educação e atualização permanentes.
Pela sua coragem de mudar e vontade de continuar crescendo.
Parabéns pela sua participação na construção de um mundo melhor!

Ouvi dizer que o Natal perdeu seu significado...
Que deu lugar ao consumismo,
Árvores de Natal e Papai Noel

Mas eu prefiro lembrar que neste Natal,
Por conta dos empregos temporários,
Muitas pessoas puderam resgatar um pouco de sua dignidade.

E que por conta do dinheirinho extra que receberão
Muitos pais e mães de família poderão
Oferecer uma mesa mais farta aos seus filhos

Prefiro lembrar que
por conta das Campanhas de Solidariedade feitas nesta época
algumas crianças ganharão, sim, algum brinquedo.

E que você...
Você poderá dar aquele Abraço nas pessoas que você gosta
Mas que "por falta de motivo" pra abraçar
Ficou contido até agora...

E, talvez, neste momento você perceba que,
Bem ou mal,
No Natal, o Amor está em toda parte!

Mas, se ainda assim, você não quiser celebrar nesta data
Não tem problema:
Quero te convidar a viver com o Espírito do Natal
Todos os teus dias!

Augusto Branco

As afeições familiares, os laços consanguíneos, as simpatias naturais podem ser manifestações muitos santas da alma, quando a criatura as eleva no altar do sentimento superior, contudo, é razoável que o espírito não venha a cair sob o peso das inclinações próprias.

O equilíbrio é a posição ideal.

Por demasia de cuidado, inúmeros pais prejudicam os filhos.

Por excesso de preocupações, muitos cônjuges descem às cavernas do desespero, defrontados pelos insaciáveis monstros do ciúme que lhes aniquilam a felicidade.

Em razão da invigilância, belas amizades terminam em abismo de sombra.

O apelo evangélico, por isto mesmo, reveste-se de imensa importância.

A fraternidade pura é o mais sublime dos sistemas de relações entre as almas.

O homem que se sente filho de Deus e sincero irmão das criaturas não é vítima dos fantasmas do despeito, da inveja, da ambição, da desconfiança. Os que se amam fraternalmente alegram-se com o júbilo dos companheiros; sentem-se felizes com a ventura que lhes visita os semelhantes.

Afeições violentas, comumente conhecidas na Terra, passam vulcânicas e inúteis.

Na teia das reencarnações, os títulos afetivos modificam-se constantemente. É que o amor fraternal, sublime e puro, representando o objetivo supremo do esforço de compreensão, é a luz imperecível que sobreviverá no caminho eterno.

"Permaneça o amor fraternal."
Paulo

Bíblia

Cada um de nós é ao mesmo tempo criador e criatura. Dependendo da ênfase que se dá a uma ou outra faceta, o resultado pode ser bem diferente Se a opção recair sobre o criador, a vida pode pode ganhar um novo propósito e consequentemente, novas cores.
Se a escolha recair sobre a criatura, corre-se o risco de ficar acorrentado pelo hábito, repetindo sempre as mesmas coisas e banalizando a existência. O ser humano é extremamente resistente a coisas novas. É como se o cérebro não tivesse sido desenhado para gostar de coisas novas.
A novidade faz com que o cérebro saia de sua zona de conforto. Por isso, assim que se aprende a fazer algo, a tendência é repetir sempre a mesma operação. E isso condena os seres humanos a ficarem escravos de suas memórias.
Um pequeno exemplo: o que lhe vem à cabeça quando se diz "casa"? Podem ter surgido várias imagens: a casa onde se passou a infância, a dos pais, a atual... Pois bem, se a gama de possibilidades é tão grande, porque fazer sempre do mesmo jeito?
Porque há um padrão mental adquirido. Prestigia-se mais a criatura do que o criador. A criatura deixa-se levar pelo fácil apelo da memória.
Isto acaba arrefecendo a razão de existir do ser humano (e aumenta a incidência de infartos às segundas-feiras de manhã). Morre-se porque se perde o propósito da vida, que é o real entendimento do mundo, que é ter oportunidade de mostrar os talentos únicos que temos.
Por isso, segue uma advertência: VOCÊ NÃO É O PENSAMENTO. VOCÊ É QUEM PENSA, É O ESPAÇO ENTRE OS PENSAMENTOS COM INFINITAS GAMAS DE PROBABILIDADES. E É ISTO QUE LHE DIFERENCIA DA PESSOA DO LADO. "SOMOS DO TAMANHO DOS NOSSOS SONHOS"

Quando éramos crianças acreditávamos que vivíamos em um mundo cheio de fantasias! Pensávamos que podíamos ser qualquer coisa, pensávamos que os nossos pais eram super heróis e que nós um dia poderíamos voar. Pensávamos que a morte nunca iria chegar.

Mas o sino do tempo tocou e nós crescemos. A mágica da infância acabou e nós só nos demos conta quando percebemos que os anos haviam passado e que não conseguimos voar quando o caminho estava difícil.

Mas algumas vezes, se ficarmos muito atentos, ainda é possível ouvir novamente aquela canção que ouvíamos quando éramos crianças. A melodia nos vem à cabeça e podemos dar asas aos nossos sonhos, podemos desejar alcançar uma estrela, ou agarrar na cauda de um cometa e ir para lugares distantes.

Não somos mais crianças, mas ainda guardamos aquela criança dentro de nós. E sempre que possível, podemos e devemos despertá-la com uma melodia alegre.

Depois dos meus queridos pais, vocês são o casal que durante toda minha vida esteve mais presente. Dos dois por igual eu sempre recebi amor, carinho e orientação, e os dois são para mim grandes exemplos, em conjunto e em separado.

Hoje sua união alcança um marco importante. As bodas de prata! Parabéns aos dois, queridos padrinhos! São vinte e cinco anos de uma união que eu sempre enxerguei como modelo a seguir, pois entre vocês se sente grande amor, companheirismo e cumplicidade.

Que venham mais vinte cinco, e depois outros tantos e depois ainda mais! Que por todos esses anos vocês continuem professando esse lindo amor que existe entre os dois. Muitas felicidades! Amo muito vocês, os dois por igual!

Fazer alguém feliz é algo bastante simples, mas o ser humano, como sempre, tem o poder de complicar as coisas. E se enrola de tal forma que sua maior dificuldade é manifestar sua gratidão.
Quando vai fazê-lo sempre pensa numa recompensa material, um presente ou algo no gênero. Mas nem sempre é o que a outra pessoa estava precisando ou querendo.
Quantas vezes não andamos quilômetros de vitrines procurando um presente especial para nossa mãe sendo que aquilo que ela mais queria era a nossa companhia. Ou um abraço forte passando toda nossa energia.
E assim é com os pais, filhos, amigos, chefes, subalternos...
Como somos materialistas sempre pensamos em manifestar o nosso carinho de maneira palpável. E como estamos sempre correndo e ocupados, não temos tempo sequer para perceber as necessidades e desejos das pessoas que estão próximas de nós. Para compensar, compramos alguma coisa.
Afinal é sempre mais barato do que doar-se. É bem mais fácil do que ativar a nossa percepção. Além de ser bem mais cômodo. O ser humano tem o poder (que ele próprio desconhece) de se comunicar através do sentimento, do olhar, do pensamento, do tato. Mas insiste em usar apenas o bolso. É a cultura materialista.
Como se pode ver, para fazer alguém feliz basta ter sensibilidade, percepção, sabedoria e amor sincero. Estas sim, são as maiores riquezas do homem.

Olhe para o calendário na parede, sabe que dia é hoje? Sabe quantos dias já se passaram desde o seu último sorriso? Quanto tempo faz que você não se dá um presente? Quando foi que você recebeu um abraço apertado, desses que damos cheios de saudade ou ternura?
Os dias são apenas números na folhinha, ou vem cheio de recordações gostosas? Cada dia é um novo capítulo na sua história, ou é a continuação de um drama sem fim?
Olhe para o calendário e marque: hoje é dia de comemorar-se! Não aceite mais desculpas, sei que todos os que te cercam são muito importantes, tem o filho, o sobrinho, a pessoa amada, os pais, os passarinhos, o gato, o cachorro, mas, eu garanto: todos podem passar um dia sem você, umas horas sem a sua atenção total, portanto, o recado é simples: desligue-se!
Tire os sapatos, afrouxe a roupa, feche os olhos, aprecie por alguns instantes o que é belo, e que não custa nada, o sol, a chuva, a brisa, o ar que te envolve e relaxadamente, sorria. Diga sim para este dia, abrace-se gostosamente, sinta-se a pessoa merecedora do amor, da paz, e da felicidade que você sempre sonhou.
Mas, não se esqueça de olhar para o alto, e de maneira bem infantil, agradecer a Deus, por este dia que tem a sua cara, que parece ser só seu, e comemore a certeza de que você não está só, alguém que te ama muito, vela por ti.
Comemore-se. Você é fundamental para a vida que deseja ter!

Sou condoreiro porque amo meu povo!
Um romântico, um nacionalista, Sou a face do Brasil
Acredito que um dia podemos sair dessa condição de brasis
Acredito em uma mudança significativa nos padrões sociais do meu país

Parece que a vida me presenteou com dois pais maravilhosos. Você é um deles, meu irmão! Não encontro forma de agradecer tudo que proporcionou em meu bem-estar. Talvez por isso nossa cumplicidade ultrapasse o limite da irmandade.

Na verdade, você sempre disse que cuidar de mim, dar atenção, ajudar a encontrar minha felicidade era sua missão. Pois fique sabendo que esse dever foi bem cumprido, porque sou imensamente feliz!

Quando é que se reconhece a grandeza do ser humano? Não é quando ele dá esmola para o menino de rua, quando pára o carro em frente à faixa de pedestre ou quando oferece carona num dia de chuva.
Essas atitudes reforçam para nós mesmos a ideia de que, sim, somos gente fina. Mas é fácil ser gente fina reproduzindo atitudes padrão. Difícil é ser grande diante do assombro, diante do inesperado, diante do desconhecido.
Acho que entre todos os grandes gestos, o perdão é o maior deles. Em primeiro lugar, o perdão é fruto do erro de alguém, e quanto maior este erro, maior a grandeza de quem, atingido, se dispõe a passar por cima da própria dor e levar a vida adiante. E o perdão torna-se ainda mais digno porque ninguém se prepara para perdoar.
É mentira quando alguém diz: eu perdoo tudo. Este tudo não pode ser mensurado previamente Não se sabe de antemão o tamanho do golpe. Não se pode prever nossa reação diante do difícil reconhecimento de que alguém falhou conosco. É fácil desculpar um atraso, um esbarrão, um esquecimento, mas o tamanho do perdão é proporcional ao tamanho do erro: estes são exemplos de perdões fáceis, corriqueiros. Difícil é perdoar o trágico.
O Papa João Paulo II perdoou o turco que lhe deu um tiro anos atrás. O Papa é o representante maior de Deus na terra, não se espera dele outra atitude, ainda que tenha surpreendido muita gente. Mais surpresos ficamos com aqueles que não vestem nenhum tipo de batina e também perdoam os que tiraram a vida de seus irmãos, filhos, pais. Eles não aceitam, mas compreendem. Compreendem a miséria humana, compreendem as atitudes impensadas.
São considerados perdedores por causa disso. E nós, ganhamos o quê não compreendendo? – O perdão é prova de entendimento absoluto, principalmente de si mesmo. Não perdoar é isolar o outro, perdoar é entrar no jogo com ele, participar do problema, e não julgá-lo como se estivéssemos imunes à mesma fraqueza. O perdão é o gesto mais elevado que há. Tão elevado que poucos chegam lá.

Lembra da nossa primeira vez?
eu não era mais virgem e você, 1 ano mais novo do que eu era...
estava sozinha em casa...
e então você veio aqui.
Subiu, viu umas fotos e eu te provocando não te deixava vê-las.
Assim, mandei você ir ate meu quarto e deitamos na cama...
a TV estava ligada e então eu te olhei e começamos e anos beijar...
e eu te acariciei (acho que você estava com vergonha) ficou olhando pra televisão ate que eu a desliguei...
Você tremia e eu... Nem sei explicar o que estava sentindo...
Parecia estar tendo minha primeira vez... depois que terminamos você estava diferente...
Me olhando diferente... Como se eu fosse uma caixinha de surpresas prestes a ser descoberta de novo! Me senti desejada e então você que tomou a iniciativa...
Depois adormecemos juntos!
Depois disso tivemos outras vezes melhores, mas essa foi especial...
depois terminamos e você me queria de volta.
E eu também voltamos!
Traiu-me... terminamos e então eu vacilei contigo.
Tive consciência disso e então corri atrás de você durante 6 meses.
Voltamos. Eu ia embora pra fora do pais e você me fez ficar... tendo mais uma vez especial... Novamente fui descoberta. Ficamos cada vez mais íntimos. Fazíamos de tudo. depois terminamos e eu agora estou aqui lembrando de nossos momentos... Especiais... Sei que me quer de volta, mas não vou mover nenhum fio pra que volte pra mim... Porque o que eu tinha que fazer já foi feito.
mas te desejo ainda...
muito!

Havia numa aldeia um velho muito pobre que possuía um lindo cavalo branco. Numa manhã ele descobriu que o cavalo não estava na cocheira. Os amigos disseram ao velho: Mas que desgraça, seu cavalo foi roubado!
E o velho respondeu: Calma, não cheguem a tanto. Simplesmente digam que o cavalo não está mais na cocheira. O resto é julgamento de vocês. As pessoas riram do velho.
Quinze dias depois, de repente, o cavalo voltou. Ele tinha fugido para a floresta. Na volta, trouxe uma dúzia de cavalos selvagens com ele. As pessoas se reuniram de novo e disseram: Velho, você tinha razão. Não era mesmo uma desgraça, e sim uma benção.
E o velho disse: Vocês estão se precipitando de novo. Quem pode dizer se é uma benção ou não? Apenas digam que o cavalo está de volta...
O velho tinha um único filho que começou a treinar os cavalos selvagens. Apenas uma semana mais tarde, ele caiu de um dos cavalos e fraturou as pernas.
As pessoas se reuniram e, mais uma vez, se puseram a julgar: E não é que você tinha razão, velho? Foi uma desgraça seu único filho perder o uso das duas pernas. E o velho disse:
Mas vocês estão obcecados por julgamentos, hein? Não se adiantem tanto. Digam apenas que meu filho fraturou as pernas. Ninguém sabe ainda se isso é uma desgraça ou uma bênção...
Aconteceu que, depois de algumas semanas, o país entrou em guerra e todos os jovens da aldeia foram obrigados a se alistar, menos o filho do velho. E os que foram para a guerra, morreram...
Quem é obcecado por julgar cai sempre na armadilha de basear seu julgamento em pequenos fragmentos de informação. E isso leva a conclusões precipitadas.
Nunca encerre uma questão de forma definitiva, pois quando um caminho termina, outro começa. Quando uma porta se fecha, outra se abre...
Às vezes enxergamos apenas a desgraça, e não vemos a benção que ela nos traz...

A gente passa a vida em busca da felicidade plena. A felicidade é um país demasiado estranho para existir no mundo que conhecemos. Na verdade todo o tempo que andamos procurando essa coisa, nos esquecemos de viver de forma inteira, completa. A importância de ser feliz é enorme, contudo não passa de uma visão ofuscada em relação às transparências que cegamos com nossos ávidos olhos.

Ser feliz é encantar o mundo com um sorriso, é bajular até o chão que magoado nos suporta todos os dias. Não há fortuna ao longo desta busca, há sim angústia porque todo o tempo que andamos às voltas com destino à indefinição da felicidade, nós estamos esquecendo que o expoente máximo da realização consiste na aceitação. E é só isso. A felicidade não é mais que breves momentos em que nos apresentamos ao mundo, às pessoas, à vida de forma completa.

Ser feliz consiste somente na aceitação. Ser feliz é lutar por atingir nossos objetivos reais e nos contentarmos com o que a vida nos presenteou. A vida é uma oferta, uma bênção e isso aí, já é mais do que motivo para você se congratular.

Papai,
Louvo a Deus
todos os dias por ser sua filha.
Por que tu és para mim um exemplo!
Que coisa maravilhosa
é poder contar com você
e estar ao seu lado nos dias tristes e também nos mais felizes de minha vida.

Te desejo hoje um Feliz Dia dos Pais!

Te amo.

À medida que o tempo passa, as transformações se dão cada vez mais rápido em nossas vidas. Tais mudanças não estão apenas associadas aos produtos ou à tecnologia, a rapidez com que este processo acontece também influencia na nossa percepção sobre a sociedade e como as relações interpessoais ocorrem no dia a dia.

A maneira como enxergamos a família também está se transformando. Não precisamos voltar muito no tempo para lembrarmos que o casamento entre duas pessoas de cores diferentes era algo abominável para uns e em certos lugares até proibido.

A relação da família sempre teve grande importância no desenvolvimento da sociedade. O núcleo familiar, pais e filhos, é responsável pela forma como veremos o mundo no futuro. A escola tem o objetivo de difundir conhecimento e não de educar, dar limites ou moralidade.

Não podemos permitir que a influência da família na sociedade seja desvalorizada, ela é quem define nossos princípios, o que entendemos por certo e errado e, principalmente, como nos relacionaremos com os integrantes de outras famílias. É a partir da nossa casa que aprendemos como administrar os nossos sentimentos e tudo isso contribui completamente como será o comportamento da sociedade futuramente.

Natal, tempo de paz, de luz, de alegria e gratas recordações.
Tempo em que relembramos nossa infância repleta de fantasias, expectativas impregnadas de amor e saudades.
Tempo em que revivemos o carinho de nossos pais, o aconchego da família e todas as pessoas queridas que marcaram positivamente nossas vidas.
Feliz Natal!

Aprenda que há mais dos seus pais em você do que você supunha. Aprenda que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes, e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.
Aprenda que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mais isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não saber amar, contudo, o ama como pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabe como demonstrar ou viver isso.
Aprenda que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo. Aprende que com a mesma seriedade com que julga, você será em algum momento condenado.
Aprenda que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte.
Aprenda que o tempo não é algo que possa voltar para trás, portanto, plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores... E você aprende que realmente pode suportar... que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais.
E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida! Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar.
SENÃO FOSSE O MEDO DE TENTAR.

No dia das avós, é comum as mais lindas mensagens de amor e carinho, serem enviadas com flores, presentes, surpresas, para aquela que é o melhor privilégio extra que qualquer criança pode ter.

Avó é aquela pessoa que eu chego pertinho e ela tem sempre uma palavra certinha pra tudo que eu pergunto, e parece que a minha pergunta fez com que ela achasse uma resposta que procurava há muito tempo.

Por mais tempo que eu precise, ela sempre tem muito tempo pra mim e consegue parar tudinho que fazia simplesmente pra me escutar.

E se tenho soninho. só ela tem as musiquinhas mais gostosas que já ouvi, e consegue que num minutinho tudo se ajeite, e parece que sempre tudo vai ser sempre muito bom.

Avó é quem tem as receitas mais gostosas e faz os docinhos e biscoitinhos mais cheirosos que já comi.

Ela conta pra mim coisas que aconteceram com meus pais, coisas de antigamente, e parece que sabe tudo, me ensina a jogar video game... a usar o videocassete.. a usar o computador... e às vezes fico pensando.. será que ela é mesmo velhinha? acho que não.

Ser avó é mostrar que tem orgulho de mim, como se tivesse recebido uma medalha ou um troféu muito lindo! Eu!

E hoje vovó, queria que soubesse o quanto me orgulho de ter uma vovó tão linda e amiga como você!

Feliz Dia da Vovó!