Desilusão - Mensagens

Quando eu perdi o seu amor, achei que o mundo iria acabar, senti meus pés gelados, a boca seca, tontura e náuseas eram companheiras diárias. O que era cor e amor, ficou cinza e raiva.
No começo, senti muita raiva de mim mesmo, porque eu acreditava que havia feito algo de errado, e eu tinha que achar um erro, uma culpa, afinal, tudo acabou de repente...
Depois de muitos dias de angústia e dor, senti um profundo medo, medo de recomeçar, medo de nunca mais encontrar um verdadeiro amor. O que eu queria mesmo era você, era a nossa velha situação de volta, o conforto e o conformismo de nosso suposto amor, eu não acreditava em mais nada, e o pior de tudo, eu não acreditava mais na minha capacidade de ser feliz. Tranquei-me no meu quarto de "egoísmo e desilusão", acreditei que só a dor seria minha companhia daquele dia em diante, até que, não me lembro direito em que dia aconteceu um fato que me marcou muito, foi o dia em que eu me encarei no espelho e me surpreendi com olheiras, com o rosto amarelado, parecia doente.
Eu até então fugia do espelho, mas naquele dia eu tomei um susto muito grande ao perceber que eu estava doente, e finalmente percebi que você não valia a minha saúde, a minha vida e a minha paz.
Sai do quarto e comi com muito prazer tudo o que podia, depois de um banho caprichado de mais de uma hora, me arrumei como se fosse a uma festa, coloquei minha melhor roupa e sai para as ruas disposto a encontrar me com a alegria, em cada esquina revia os amigos e abraçava-os com muito carinho.
Não queria mais perder tempo com o "vazio" e procurei absorver o ar da tarde como se nunca houvesse respirado antes. Olhei para o céu e reconheci a beleza daquela tarde como se fosse a primeira tarde de minha vida. Quando senti que as lágrimas banharam meu rosto, agradeci a Deus a oportunidade de voltar enxergar. Hoje estou amando plenamente e agradeço a você por ter saído de minha vida sem me avisar, porque só quando eu te perdi é que me encontrei de verdade e pude conhecer o verdadeiro amor.