Mensagens de Cura

Vim para ficar na tua casa.
Eu vim ao mundo, numa noite fria e eis que nasci em uma pobre manjedoura, pois não havia lugar para mim na hospedaria. Mesmo diante das circunstâncias que o mundo me ofereceu, recebi um profundo amor de Maria e José, meus pais, que antes de meu nascimento prepararam tudo para a minha chegada.
O tempo foi passando e eu fui crescendo em sabedoria e humildade, e fiz a minha opção em buscar as coisas do Pai.
Em virtude desta minha escolha vieram muitas coisas boas, realizei curas, milagres, prodígios, com isso muitas pessoas mudaram de vida, se converteram, passaram a crer em Deus e suas vidas se modificaram. Mas ao aceitar os planos do Criador em minha história, apareceram as dificuldades, tribulações e sofrimentos que me levaram a morte de Cruz.
Apesar de tudo o que passei, se fosse necessário faria tudo novamente, pois o Pai jamais me abandonou, e me ensinou que o significado do amor está em dar a vida por amor ao próximo, e é perdendo que se ganha a eternidade.
E esta é minha história que se comemora todo ano, recordando o menino que veio salvar o que estava perdido, e você pode se tomar um salvador de almas, acolhendo estas palavras e deixando que eu entre em seu coração. "Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo" Ap 3,20. "Não temas. De agora em diante serás pescador de homens" Lc 5,10.
Um santo Natal e que Jesus e Maria abençoe você e sua família...
E venha um Ano Novo cheio de paz.

Às vezes temos pressa e não queremos esperar pelas coisas boas, às vezes esperamos e elas não vêm e às vezes quando estamos prestes a desistir elas aparecem.
Às vezes temos a impressão de que nada dá certo, às vezes achamos que o universo conspira contra nós e às vezes vemos que estávamos errados ao pensar isso.
Às vezes nos machucamos de tal forma que não vemos uma cura, às vezes a cura demora e às vezes ela esteve sempre perto e a gente não notou.
Às vezes erramos sem pensar, às vezes erramos por vontade e às vezes acertamos ao errar.
Às vezes nosso mundo desaba, às vezes parece que os destroços nunca se consertarão e às vezes percebemos que esse abalo veio por uma boa causa.
Às vezes sorrimos para não chorar, às vezes sorrimos mesmo aos prantos e às vezes choramos de rir.
Às vezes pensamos que não somos nada, às vezes temos dúvida se somos e às vezes enxergamos nosso próprio valor.
Às vezes brincamos de fingir, fugimos para esconder, magoamos sem querer, lutamos sem vencer... Mas às vezes tudo se torna claro e menos nebuloso.
Às vezes achamos que encontramos as fórmulas secretas do amor e da felicidade, para mais tarde percebermos que tais fórmulas não existem, elas vivem em nós.
Às vezes estamos confusos, inseguros, impacientes e tudo isso, às vezes, muda de uma hora para a outra.
Às vezes fazemos perguntas sem respostas, às vezes entendemos que estamos fazendo as perguntas erradas.
Às vezes serão sempre às vezes. A certeza do sempre é a incerteza do futuro.
Às vezes simplesmente sabemos. Sabemos que "às vezes" são apenas momentos.

Um tema muito polêmico e que está presente hoje na sociedade como um todo. Ninguém sabe como começa ou onde surge, mas o ciúme acontece e isso prejudica as pessoas em suas relações. Para alguns parece até ser um bom sinal, o parceiro se importa com o que está acontecendo de alguma maneira, mas com o tempo esse bom sinal se transforma em uma doença que dificilmente terá algum remédio. É a partir desse momento que as relações entre o casal começam a se desgastar.

Você já parou para pensar ou refletir realmente o que é o ciúme? O dicionário diz que é o medo de perder o objeto amado, mas será somente isso? Para alguns pode ser a falta de confiança no parceiro o que faz com que essa doença comece a nascer e estrague uma relação. Mas na verdade, não é bem assim, pois o ciúme é a falta de confiança sim, mas não no parceiro e sim em si próprio. Pensando não ser capaz de atingir ou realizar algo, você acaba pensando que a pessoa que está com você a trocará por outra e esse medo faz com que você tenha as reações denominadas de "ciúme".

Se essa doença tem cura? Como qualquer doença ela tem uma solução sim, mas para você se curar dela, só há um antídoto: Você querer mudar e tomar a iniciativa para isso. Pensado que você é capaz, acreditando e agindo com essa ideia, o ciúme não virá a aparecer e assim não irá estragar a relação que você tem com seu companheiro.

Evite também falar de assuntos que tragam lembranças ruins, de momentos em que essa epidemia esteve presente, afinal, para que ficar relembrando um passado amargo?

Se for necessário para você, procure algum tipo de auxílio, onde você poderá tratar de problemas como a autoestima e a autoconfiança. Após tudo isso, você mesmo se sentirá muito melhor e o seu romance estará cada vez mais forte com o seu verdadeiro amor.

O ciúme não constrói nada de positivo, muito pelo contrário, destrói aquilo que há de mais bonito, como duas pessoas que se amam e que estão juntas. Pense nisso. A solução está apenas em suas mãos.