Mensagens de Conforto

Quando levamos um tombo, quando não conseguimos o que queremos, quando estamos doentes, tudo isso dói, mais não existe dor maior do que a dor da perda, mais não é a perda de bens materiais, é a perda de um ser, quando uma pessoa perde a casa é ruim, porém ela ainda tem a vida para poder lutar e reconquistar uma casa mil vezes melhor do que a casa antiga; quando se perde dinheiro ainda assim se tem a vida para poder trabalhar e reconquistar o que se perdeu; quando se perde uma bola ainda assim pode-se comprar outra; mas e quando se perde a VIDA?
É ruim perder coisas que conquistamos com o nosso esforço, mas nada é comprável a dor que se sente quando se perde alguém, quando essa pessoa morre, somente o que resta é o vazio, a tristeza, não existem telefones para amenizar a saudade, que bom seria se existissem telefones no céu! mas não existem...
A vida é curta, o tempo mais ainda, as pessoas vivem se queixando de tudo, se queixam das roupas que tem, se queixam do dinheiro que ganham, enfim, ACORDEM se gastassem o tempo que passam reclamando da vida, fazendo algo de produtivo suas vidas seriam bem melhores, deixem a pessoa que amam com uma palavra de carinho, vocês não sabem se poderão fazê-lo mais tarde.
A morte pode tirar as pessoas do nosso lado, mais não podem tirá-las do nosso coração, por isso ele sangra cada vez que perdemos alguém que amamos, mais ele se restaura pois sabe que a partir dali ele será o único lugar em que encontraremos nossos entes queridos cada vez que sentirmos a sua falta...
Para ligar para o céu, o único telefone é o joelho, somos atendidos por aquele que nos dera a VIDA, mas muitos fecham o coração e não escutam quem está do outro lado da " linha".

Querida Mãe, hoje é o seu aniversário, e esta é mais uma oportunidade para eu reafirmar o grande amor que sinto por si. Não quero falar de gratidão ou coisas assim, pois a gratidão e o respeito, simplesmente, seriam muito pouco para definir a extensão e a profundidade dos sentimentos que o meu coração, alma e pensamento nutrem por si.
Não é porque hoje é um dia especialmente marcado no calendário que eu lhe digo isto. É que, de repente, senti uma necessidade profunda de expressar o conforto que sinto ao lembrar-me de si. Mais do que me ter dado à luz, a mãe é a verdadeira luz da minha vida e a única mulher que, definitivamente, saberá – como sempre soube – acolher-me com carinho em qualquer circunstância...
Saiba que a recíproca é verdadeira e que, enquanto eu viver, o meu coração reservará o seu mais nobre comodo para guardar as lembranças que tenho da mãe, assim como a minha casa terá sempre espaço para abrigá-la e recebê-la.
Como já disse, não são as convenções marcadas no calendário que me motivam a dizer o quanto a mãe é importante. O que me motiva a expressar este sentimento é a necessidade de tornar mais explícita essa relação de amor profundo que, na verdade, deveria servir de exemplo para todos os que prezam a vida e agradecem a Deus por esta dádiva. Porque, afinal, se estou aqui e feliz, é porque Ele permitiu que eu estivesse, por meio de si, mãe, que é o mais nobre dos instrumentos da Criação.
Por tudo isso é que eu gostaria muito, mas muito mesmo, que este dia especial transcorresse da forma mais tranquila e bela possível e que a mãe tivesse, realmente, um Feliz Aniversário! Que a mão de Deus a guie e proteja por muitos e muitos anos!

Certa vez ouvi uma história contada por um velho amigo que gostava de fazer passeios de barco. Ele estava em um de seus passeios e ao caminhar pelo navio, viu um dos membros da tripulação escalando as cordas, indo até o "ninho do corvo". Quando estava na metade da escalada, o navio balançou, pendeu para um lado e ele foi jogado ao mar.
Quando bateu na água, começou a gritar por ajuda enquanto batia os braços descontroladamente, se esforçando para sobreviver. Meu amigo viu que um marinheiro observava o homem na água de forma calma e tranquila, sem esboçar nenhuma reação.
Após um curto tempo o homem na água se cansou e começou a afundar. Imediatamente o marinheiro que observava tranquilo saltou ao mar e salvou a vítima que se afogava.
Depois que ambos estavam em segurança à bordo, meu amigo foi até o marinheiro que fez o resgate e perguntou, – Porque você esperou tanto tempo para saltar na água e salvar este homem?
Com a mesma calma, o marinheiro respondeu, – Eu percebi que o homem lutava muito na água e era grande a possibilidade de ambos morrerem se eu saltasse rapidamente. Há muito tempo eu aprendi que é melhor deixá-lo lutar por algum tempo, e quando chegar ao fim de sua própria força, eu posso saltar na água e salvá-lo com segurança.
Você se sente como o homem que se afogava nesta história? Você caiu de seu lugar cheio de conforto e segurança, e você está lutando por sua sobrevivência? Você gritou pedindo à Deus para vir salvá-lo?
Jamais perca a fé! Deus só está lhe dando a oportunidade de salvar-se por si mesmo. Se suas forças chegarem ao fim, Deus saltará na água e salvá-lo-á!