Quem Sou Eu - Mensagens

Eu sou o futuro do incerto, o oposto do talvez, a contradição do contraditório. A luz de Jah, sou a água em pleno ar. Sou o contrário do que dizem, e o oposto do que pensam. Sou o certo de 2 minutos atrás e o errado de agora. Sou o confuso do inconfundível, a certeza do impossível. Sou o louco da lucidez, a lucidez de um louco. Um louco como poucos e um pouco louco. Sou o eu de mim mesmo, o dono das minhas ideias. Sou a palavra do silencio, a visão no meio dos cegos. Sou a ideia da certeza em plena duvida. Sou o contrário do que você pensa e a certeza de quem sou eu. O equilíbrio do desequilibrado, o surto do descontrolado. Sou o soar do vazio, a voz da minha mente. Sou o cara aí de cima. Sou eu mesmo a falar.

Desde pequenos nos ensinam a dar e receber,
amar e não esperar ser amado,
compreender sem esperar ser compreendido...
Isso é tão bonito.

Mas quando a noite cai,
olhamos para os céus,
olhos, mente e coração,
descobrimos que somos humanos.

A noite as dores se acentuam,
com o cair do luar descubro quem eu sou,
um ser humano,
não um ser supremo.

Sou apenas mais um,
uma pessoa que também precisa receber,
para dar é preciso receber,
para amar é preciso ser amado.

Dar e receber.
Porque dar sem receber é impossível...
desculpe-me,
infelizmente também sou humano assim como você.

Eu sei que pisei na bola,
na verdade nem sei o que dizer, mais sei reconhecer que errei,
por favor desculpe-me...
você sabe que eu sou louca por você
se eu te machuquei foi sem querer,
eu não quero te perder,
por favor, desculpe-me...
por tudo que fiz
se te deixei chateado
se fiz teu coração doer
se fiz uma lágrima correr em teu rosto
por favor, desculpa-me.

Eu não quero mais mentir
Usar espinhos que só trazem dor
Eu não enxergo o inferno
Que me atraiu
Dos cegos do castelo me despeço e vou
A pé até encontrar
Um caminho um lugar pro que eu sou
Eu não quero mais dormir
De olhos abertos me esquenta o sol
Eu não espero que um revolver venha explodir
Na minha testa se anunciou
A pé a fé devagar
Foge o destino o azar que estou
E se você puder me olhar
E se você quiser me achar
Se você trouxer o seu lar
Eu vou cuidar
Eu cuidarei bem dele
Eu vou cuidar
Do seu jardim
Eu vou cuidar
Eu cuidarei muito bem dele
Eu cuidarei do seu jantar
Do céu e do mar
E de você e de mim

Namora, quem lê nos olhos e sente no coração as vontades saborosas do outro.

Namora, quem se embeleza em estado de amor.
A pele melhora, o olhar fica com brilho de manhã.

Namora, quem suspira, quem não sabe esperar, mas espera, quem se sacode de taquicardia e timidez diante da paixão.

Namora, quem ri por bobagem, quem entra em estado de música, quem sente frios e calores nas horas menos recomendáveis.

Namorados que se prezam tem a sua música e não temem se derreter quando ela toca.
Ou, se o namoro acabou, nunca mais dela se esquecem.

Namorados que se prezam gostam de beijo, suspiro, morderem o mesmo pastel, dividir a empada, bebem no mesmo copo.
Apreciam ternurinhas que matam de vergonha fora do namoro ou lhes parecem ridículas nos outros.
Por falar em beijo, só namora quem beija de mil maneiras e sabe cada pedaço e gostinho da boca amada.
Beijo de roçar, beijo fundo, inteirão, os molhados, os de língua, beijo na testa, beijo livre como o pensamento, beijo na hora certa e no lugar desejado.
Sem medo, nem preconceito.
Beijo na face, na nuca e aquele especial atrás da orelha, no lugar que só ele ou ela conhece.

Por isso, só namora quem se descobre dono de um lindo amor, tecido do melhor de si mesmo e do outro.
Só namora quem não precisa explicar, quem já começa a falar pelo fim, quem consegue manifestar com clareza e facilidade tudo o que fora do namoro é complicado.

Namora, quem diz: "precisamos muito conversar" e quem é capaz de perder tempo, muito tempo, com a mais útil das inutilidades e pensar no ser amado, degustar cada momento vivido e recordar palavras, fotos e carícias com uma vontade doida de estourar o tempo e embebedar-se de flores astrais.

Namora quem é bom, quem gosta da vida, de nuvem, de rio gelado e de parque de diversões.

Namora quem sonha, quem teima, quem vive morrendo de amor e quem morre vivendo de amar.

Nossa quem é você?
Quem é você que me surpreende sem querer? Quem é você que com seu jeito meigo, doce me faz sofrer? Quem é você que a cada dia me faz viver? Quem é você que tem um pouco de anjo me acalma? Quem é você que tem um pouco de santa toca minha alma? Quem é você que faz milagre em mim, me salva? Quem é você minha pequena, doce ternura? Quem é você de voz tenra, pura? Quem é você que com seu olhar me censura? Quem é você que faz arder meu coração? Quem é você que causa tanta emoção? Quem é você que atenta paixão? Quem é você que faz lágrimas de meus olhos cair? Quem é você que com poucas palavras me faz sorrir? Quem é você que me mostra o caminho por aonde eu ir? Quem é você que é tudo em minha vida? Quem é você que cura minha ferida? Quem é você?
Ah, sim... É minha grande amiga!

Quem não troca de ideias, não troca de discurso,
só para evitar as próprias contradições.

Destrói-se...
Quem vira escravo do hábito, repetindo todos os dias o mesmo trajeto e as mesmas compras no supermercado.
Destrói-se...
Quem não troca de marca, não arrisca vestir uma cor nova.
Destrói-se lentamente quem faz da TV, sua maior e mais querida companhia.
Destrói-se...
... lentamente quem não tem compaixão com os animais, as crianças, os idosos, os deficientes e os eficientes.
Quem desconhece o valor da afetividade, da família, da amizade, e da saudade.
Destrói-se...
Quem não vira a mesa quando está infeliz, quem não arrisca o certo pelo incerto atrás de um sonho.
Destrói-se...
Quem não viaja, não lê, não ouve música, não assiste filmes nem vai passear de mãos dadas.
Destrói-se...
Quem destrói seu amor próprio, quem não se deixa ajudar, quem passa os dias queixando-se da má sorte ou da chuva incessante.
Destrói-se...
Quem desiste de um projeto antes de iniciá-lo, não perguntando sobre um assunto que desconhece, e não respondendo quando lhe indagam o que sabe.
Destrói-se...
Quem prefere o preto no branco e os pingos nos is, à um turbilhão de emoções indomáveis... Justamente as que resgatam o brilho nos olhos, sorrisos e suspiros...
Quem não abre seu coração, com medo dos tropeços...
Quem esconde seus sentimentos...
Quem tem medo de amar...

Evitemos definhar em suaves prestações, lembrando sempre, que estar vivo exige um esforço bem maior do que simplesmente RESPIRAR.

Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não ouve música, quem não encontra graça em si mesmo.
Morre lentamente quem destrói o seu amor-próprio, quem não se deixa ajudar.
Morre lentamente quem se transforma em escravo do hábito, repetindo todos os dias os mesmos trajetos, quem não muda de marca, não se arrisca a vestir uma nova cor ou não conversa com quem não conhece.
Morre lentamente quem faz da televisão o seu guru.
Morre lentamente quem evita uma paixão, quem prefere o negro sobre o branco e os pontos sobre os "is" em detrimento de um redemoinho de emoções justamente as que resgatam o brilho dos olhos, sorrisos dos bocejos, corações aos tropeços e sentimentos.
Morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz, quem não arrisca o certo pelo incerto para ir atrás de um sonho, quem não se permite pelo menos uma vez na vida fugir dos conselhos sensatos.
Morre lentamente, quem passa os dias queixando-se da sua má sorte ou da chuva incessante.
Morre lentamente, quem abandona um projeto antes de iniciá-lo, não pergunta sobre um assunto que desconhece ou não responde quando lhe indagam sobre algo que sabe.
Morre lentamente...

Quem ama mima, cuida e quer sempre está por perto
Quem ama protege até em meio ao deserto
Quem ama demonstra mesmo que em simples gestos
Quem ama tem seus afetos sempre expressos

Quem ama zela, respeita e compreende
Quem ama muda a rotina e sempre surpreende
Quem ama renuncia até as suas absurdas manias
Quem ama recita poesias mesmo que sem rimas

Quem ama se importa até com pequenos detalhes
Quem ama sempre senti saudades
Quem ama faz de tudo para dar certo
Quem ama ajuda até no momento incerto

Quem ama se adapta sem reclamar
Quem ama tem sempre um carinho para dar
Quem ama não magoa e dá valor
Quem ama verdadeiramente descobriu o amor

Tallita Monteiro

Muito ou pouco não importa, mas sente sim. Quem deixou de amar já não se importa e deixa o outro totalmente à vontade, para que ele próprio possa estar também assim.
Quem ama, vez por outra, dá uma patrulhada no território e delimita as suas fronteiras. Quem deixou de amar já não fiscaliza, é frio, controlado e jamais perde as estribeiras. Quem ama sempre acha tempo e encontra um jeito para estar com seu amor.
Quem deixou de amar vai postergando sem pressa, deixando que o vento sopre a seu favor. Quem ama faz perguntas pessoais e usa muito o pronome "nós". Quem deixou de amar conversa banalidades.
E esquece o significado do advérbio "a sós ". Quem ama quer saber da vida do outro com detalhes e transparência. Quem deixou de amar se esquiva e não cobra do outro mais nada, nem ao menos coerência. Quem ama é pródigo em e-mails, telefonemas e com muito carinho dá um jeitinho de marcar presença.
Quem deixou de amar é pródigo em desculpas e pretextos com os quais passa um verniz para disfarçar a indiferença. Quem ama é naturalmente fiel e está sempre voltado às necessidades do outro ser. Quem deixou de amar só é fiel a si próprio e ao seu bem estar e já não percebe os danos que causa, querendo ou sem querer. Quem ama, mas não pode corresponder por imperativos das circunstâncias, abre o jogo e usa de sinceridade.
Quem deixou de amar não descarta o outro do baralho, para o caso de uma eventualidade. Será que neste momento tu Amas ou deixaste de Amar?
Se já não Amas, com certeza irás te calar ou talvez até dizer: - Face ao exposto, nada tenho a declarar!

Ficar sozinho é bom... concordo! Às vezes até precisamos ficar só.
Mas acho que preciso de você... e você precisa de mim. Será? pensando bem, acho que sim... Se vou escrever... escrevo pra quem? Se sorrio... sorrio pra quem? Vou contar o que sei... conto pra quem? Do que adianta estar feliz e não compartilhar com você? Se quero jogar... jogo com quem? Tenho uma rosa... darei a quem? Que coisa linda!... divido-a com quem?
Isso mesmo... preciso de você!
Do que me adianta ir ali e não ter quem levar comigo? Se fico triste... virá conforto de quem? Se sei ser amigo... serei amigo de quem? Se me sinto forte... dou meu apoio a quem?
Ei... definitivamente, eu não sou nada se eu for sozinho, eu não sou nada se não tiver um "você" em minha vida. Seja lá "você" quem for: um amiga(o)... um irmã(o)... uma amante... uma filha(o)... mãe... pai...
Seja lá você quem for... Preciso de você!
Viu?... se eu não tivesse você, amigo(a), ia enviar este e-mail pra quem? Se eu não tivesse você, eu me emocionaria com cartões e mensagens enviados por quem?
Eu sem você não sou nada!

Quanto o tempo o coração, leva pra saber
Que o sinônimo de amar é sofrer
No aroma de amores pode haver espinhos
É como ter mulheres e milhões e ser sozinho
Na solidão de casa, descansar
O sentido da vida, encontrar
Quem pode dizer onde a felicidade está
O amor é feito de paixões
E quando perde a razão
Não sabe quem vai machucar
Quem ama nunca sente medo
De contar o seu segredo
Sinônimo de amor é amar
Quem revelará o mistério que tem a fé
E quantos segredos traz o coração de uma mulher
Como é triste a tristeza mendigando um sorriso
Um cego procurando a luz na imensidão do paraíso
Quem tem amor na vida, tem sorte
Quem na fraqueza sabe ser bem mais forte
Ninguém sabe dizer onde a felicidade está
O amor é feito de paixões
E quando perde a razão
Não sabe quem vai machucar
Quem ama nunca sente medo
De contar o seu segredo
Sinônimo de amor é amar
O amor é feito de paixões
E quando perde a razão
Não sabe quem vai machucar
Quem ama nunca sente medo
De contar o seu segredo
Sinônimo de amor é amar
Quem revelará o mistério que tem a fé
E quantos segredos traz o coração de uma mulher
Como é triste a tristeza mendigando um sorriso
Um cego procurando a luz na imensidão do paraíso
O amor é feito de paixões
E quando perde a razão
Não sabe quem vai machucar
Quem ama nunca sente medo
De contar o seu segredo
Sinônimo de amor é amar

Morre lentamente
Quem não viaja,
Quem não lê,
Quem não ouve música,
Quem não encontra graça em si mesmo

Morre lentamente
Quem destrói seu amor próprio,
Quem não se deixa ajudar.

Morre lentamente
Quem se transforma em escravo do hábito
Repetindo todos os dias os mesmos trajeto,
Quem não muda de marca,
Não se arrisca a vestir uma nova cor ou
Não conversa com quem não conhece.

Morre lentamente
Quem evita uma paixão e seu redemoinho de emoções, Justamente as que resgatam o brilho dos
Olhos e os corações aos tropeços.

Morre lentamente
Quem não vira a mesa quando está infeliz
Com o seu trabalho, ou amor,
Quem não arrisca o certo pelo incerto
Para ir atrás de um sonho,
Quem não se permite, pelo menos uma vez na vida, Fugir dos conselhos sensatos...

Viva hoje !
Arrisque hoje !
Faça hoje !
Não se deixe morrer lentamente !

NÃO SE ESQUEÇA DE SER FELIZ

Martha Medeiros

Quem nunca escreveu seu nome junto do de alguém numa folha de caderno?
Quem nunca ficou fazendo planos, deitado na cama antes de dormir?
Quem nunca leu e releu um histórico de MSN e lembrou como se fosse na hora?
Quem nunca viu uma foto e pensou como seria se você estivesse lá?
Quem nunca precisou ouvir um elogio pra se sentir bem?
Quem nunca falou alguma coisa e se arrependeu depois?
Quem nunca teve um sonho perfeito e ficou morrendo de raiva de ter acordado?
Quem nunca ouviu uma música e lembrou de alguém?
Quem nunca olhou pro celular achando que era ele e era sua mãe?
Quem nunca se iludiu?
Quem nunca teve vontade de sumir e só voltar quando tudo estivesse bem?
Quem nunca amou e não foi correspondido?
Quem nunca viu um filme de romance e quis ser feliz para sempre?
Na vida tudo esta sujeito a acontecer... ;)

Quem é você que chega assim
Em perfume puro e gostoso
De uma flor de Jasmim...

Quem é você que impressiona com o olhar
Que mesmo dirigido a ninguém
Me faz por ti suspirar...

Quem é você que mantém a sensação
Que mesmo em tua ausência
Quase me mata de emoção...

Quem é você que possui lábios de mel
Que com apenas um beijo
Me leva ao céu...

Quem é você que sorri como menina
Que com apenas um gesto
Modifica minha vida...

Quem é você que encanta sem saber
Que com charme gostoso
Faz em teu encanto me perder...

Quem é você que canta uma canção
Que nos acordes simples
Conquista o meu coração...

Quem é você que é bela e sincera
Que fazem dos nobres traços
Obra-prima de aquarela...

Quem é você que ilumina a imensidão
Que torna sombra em luz
E me incendeia em forma de paixão...

Quem é você que cheira como flor
Que inebria sentimentos
Fazendo-me alvo de teu amor...

Quem é você que alegra a paisagem
Que torna tudo belo e bonito
Mesmo quando passo só de passagem..

Quem é você que deslumbra o firmamento
Que brilha mais que tudo
E me mata de contentamento

Enfim, quem é você que me faz por ti esperar
Serás que és DEUSA?
Não sei... Só sei que nunca deixarei de te amar...

Mãe, quem é você?
Se estou feliz,
quantas vezes te esqueço;
se estou triste,
quantas vezes te procuro.
Mãe, quem é você,
que eu critico,
de quem eu exijo coisas tão pequenas
para satisfazer a minha comodidade,
mas a quem peço a maior ajuda
nos instantes mais difíceis?

Mãe, quem é você,
para quem eu tantas vezes
esqueço o meu carinho,
e de quem exijo tanta atenção?

Mãe, quem é você, com que discuto
e para quem peço conselhos?
Mãe, quem é você,
para quem reclamo sempre,
e para quem guardo
o abraço maior e a maior ternura.

Mãe, eu sei,

Você só é... AMOR.

Têm coisas na vida que não conseguem pegar o retorno. Definitivamente não têm volta. Uma palavra proferida num instante de raiva, por exemplo, pode ser esquecida por quem a falou, mas vai ecoar nos ouvidos de quem a ouviu pelo resto dos seus dias.
Uma traição, decerto passará em branco para quem a cometeu, mas jamais será esquecida por quem a sofreu. Um olhar de raiva poderá até se transformar em um de carinho depois de algum tempo, mas quem o viu, o sentiu, terá registrado na sua retina pelo resto da vida.
Humilhações pelas quais eventualmente passamos serão ignoradas por quem as causou. No entanto o tempo não será capaz de apagá-las do nosso coração. Mentiras ditas cinicamente, como se fossem verdades, quando descobertas, ficam parecendo flechas fincadas no coração de quem as ouviu. Grosserias calejam almas, quando tantas vezes nem são percebidas por quem as fez.
Um amor que é vivido e que, ao final, passa despercebido por um dos lados como se não tivesse valido a pena ou tido alguma importância, machuca mais do que chutar uma criança. Consideração não levada a sério, tratada como piada, pode ser, para quem não a tem, um item sem importância, mas quem é atingido por ela sabe o quanto dói e imobiliza.
Subjugar pessoas a ignorâncias e desfeitas não é com certeza a melhor receita para ser apreciado. Elas poderão fingir que passaram por cima desse seu ato, mas de forma alguma o esquecerão. Palavras, antes de serem ditas, devem ser pensadas e atitudes, analisadas. Não se agride um coração a troco de nada porque, quem o fere segue em frente, quem é ferido vai precisar, no mínimo, carregar as suas cicatrizes.
Saiba que as atitudes desprezíveis que você tiver ao longo dos seus dias com seu próximo, seja ele alguém íntimo ou distante, a vida, em algum momento, vai lhe cobrar por isso. Como eu disse no início, a vida não oferece retornos.

Quem gosta de você vai te tratar bem.
Quem gosta de você se importa, quer o melhor, te procura, te liga, te dá satisfação.
Quem gosta quer estar junto.
Quem gosta demonstra.
Quem gosta faz planos.
Quem gosta apresenta para a família e amigos.
Quem gosta manda uma mensagem bobinha só pra dizer que ama.
Quem gosta carrega uma foto sua dentro da carteira pra ver quando dá saudade.
Quem gosta abraça na hora de dormir.
Quem gosta dá um beijo de boa noite e de bom dia.
Quem gosta aguenta suas reclamações, sua cólica infernal, suas manhas e manias.

Trabalho é glória. Quem trabalha Vive feliz, sereno e São. No ferro em brasa o homem que malha Busca a beleza e a perfeição.
Da boca ardente da fornalha Ergue-se o hino à criação, Fontes de heróis, que o suor orvalha, Os vossos louros aí estão.
Quem planta trigo a vida espalha Bendito seja quem faz o pão! É ouro em pó cada migalha, Vale um tesouro cada grão.
Pedra por pedra a alta muralha Ergue-se aos poucos do ermo chão, Louvado seja quem de palha Cobriu a tosca habitação.
Quem fez o pano que agasalha, Trançando o fio de algodão, Quem fez a alvíssima toalha. Quem vive negro de carvão.
A vida é áspera batalha Em que a arma rude é a rude mão, Bendito seja quem trabalha Pela grandeza e a perfeição.
Bendito seja a energia Que palpita em tua mão! Quem no trabalho porfia, Com o trabalho, dia-a-dia, Torna mais forte a nação.

1 - Te amo não por quem tu és, mas por quem sou quando estou contigo.
2 - Nenhuma pessoa merece tuas lágrimas e quem as merece não te fará chorar.
3 - Só porque alguém não te ama como tu desejas, não significa que não te ame com todo seu ser.
4 - Um verdadeiro amigo é quem te pega a mão e te toca o coração.
5 - A pior forma de sentir falta de alguém é estar sentado a seu lado e saber que nunca o poderá tê-lo.
6 - Nunca deixes de sorrir, nem mesmo quando estais triste, porque nunca sabes quem poderá enamorar-se de teu sorriso.
7 - Podes ser somente uma pessoa para o mundo mas, para alguma pessoa tu és o mundo.
8 - Não passes o tempo com alguém que não esteja disposto a passá-lo contigo.
9 - Quem sabe Deus queira que conheças muita gente enganada antes que conheças a pessoa adequada para que, quando no fim a conheças, saibas estar agradecido.
10 - Não chores porque já terminou, sorria porque aconteceu.
11 - Sempre haverá gente que te machuque. Assim, o que tens de fazer é seguir confiando e só ser mais cuidadoso em quem confias, duas vezes.
12 - Converte-te em uma melhor pessoa e assegura-te de saber quem és antes de conhecer mais alguém e esperar que essa pessoa saiba quem és.
13 - Não te esforces tanto, as melhores coisas acontecem quando menos esperas.

1. Gosto de você não por quem você é, mas por quem sou quando estou contigo.
2. Ninguém merece tuas lágrimas, e quem as merece não te fará chorar.
3. Só porque alguém não te ama como você quer, não significa que este alguém não te ame com todo o seu ser.
4. Um verdadeiro amigo é quem te pega pela mão e te toca o coração.
5. A pior forma de sentir falta de alguém é estar sentado a seu lado e saber que nunca vai poder tê-lo.
6. Nunca deixes de sorrir, nem mesmo quando estiver triste, porque nunca se sabe quem pode se apaixonar por teu sorriso.
7. Pode ser que você seja somente uma pessoa para o mundo, mas para uma pessoa você seja o mundo.
8. Não passe o tempo com alguém que não esteja disposto a passar o tempo contigo.
9. Quem sabe Deus queira que você conheça muita gente errada antes que conheças a pessoa certa, para que quando afinal conheça esta pessoa saibas estar agradecido.
10. Não chores porque já terminou, sorria porque aconteceu.
11. Sempre haverá gente que te machuque, assim que o que você tem que fazer é seguir confiando e só ser mais cuidadoso em quem você confia duas vezes.
12. Converta-se em uma pessoa melhor e tenha certeza de saber quem você é antes de conhecer alguém e esperar que essa pessoa saiba quem você é.
13. Não se esforce tanto, as melhores coisas acontecem quando menos esperamos.

Quem ama de verdade não coloca lágrimas nos olhos da pessoa amada ou vendas para que não enxergue. Quem ama de verdade não mente, inventa ou omite verdades. Quem ama de verdade não fere ou pisa o coração da pessoa amada.

Pois quem ama cuida! Quem ama de verdade quer ver a pessoa amada feliz, sorrindo, livre para ir e voltar. Quem ama protege, ampara, apoia e incentiva. Quem ama sonha em conjunto e faz qualquer coisa para ver os sonhos da pessoa amada realizados.

Porque quem ama de verdade não consegue ser feliz se a pessoa amada não for também!