Mensagens de Gratidão

Um dia, um rapaz pobre que vendia mercadorias de porta em porta para pagar seus estudos, viu que só lhe restava uma simples moeda de dez centavos e tinha fome.

Decidiu que pediria comida na próxima casa. Porém, seus nervos o traíram quando uma encantadora mulher jovem lhe abriu a porta.

Em vez de comida, pediu um copo de água. Ela pensou que jovem parecia faminto e assim lhe deu um grande copo de leite. Ele bebeu devagar e depois lhe perguntou: - Quanto lhe devo? - Não me deves nada. respondeu ela.

E continuou: - Minha mãe sempre nos ensinou a nunca aceitar pagamento por uma oferta caridosa. Ele disse: - Pois te agradeço de todo coração.

Quando Howard Kelly saiu daquela casa, não só se sentiu mais forte fisicamente, mas também sua fé em Deus e nos homens ficou mais forte.

Ele já estava resignado a se render e deixar tudo.

Anos depois, essa jovem mulher ficou gravemente doente. Os médicos locais estavam confusos.

Finalmente a enviaram à cidade grande, onde chamaram um especialista para estudar sua rara enfermidade.

Chamaram o Dr.Howard Kelly.

Quando escutou o nome do povoado de onde ela viera, uma estranha luz encheu seus olhos.

Imediatamente, vestido com a sua bata de médico, foi ver a paciente. Reconheceu imediatamente aquela mulher.

Determinou-se a fazer o melhor para salvar aquela vida.

Passou a dedicar atenção especial àquela paciente. Depois de uma demorada luta pela vida da enferma, ganhou a batalha.

O Dr. Kelly pediu a administração do hospital que lhe enviasse a fatura total dos gastos para aprová-la.

Ele a conferiu, depois escreveu algo e mandou entregá-la no quarto da paciente.

Ela tinha medo de abri-la, porque sabia que levaria o resto da sua vida para pagar todos os gastos.

Mas finalmente abriu a fatura algo lhe chamou a atenção, pois estava escrito o seguinte: "Totalmente pago há muitos anos com um copo de leite ass.: Dr.Howard Kelly."

Lágrimas de alegria correram dos olhos da mulher e seu coração feliz rezou assim:

Graças meu Deus porque teu amor se manifestou nas mãos e nos corações humanos."

Você veio ao mundo sem nenhum compromisso com o mundo.
Seu único compromisso era consigo mesmo: sobreviver.
Assim você permaneceu até determinado ponto de sua vida.
Quem cuidou de você até essa fase, também não tinha nenhum compromisso com você, mas com ele próprio: era cuidar da criança que ali estava, sem ter pedido para vir.
Era só uma questão de responsabilidade.
Mas hoje, em todo bem que recebe, você se vê como devedor, e você paga com o que lhe ensinaram sobre gratidão, lição essa que lhe foi dada cheia de distorções, imprimindo-lhe a culpa, estampando lhe no espírito a obrigação de idolatrar a quem o ajuda ou ajudou.
Quem doa de coração não impõe obrigação. É muito nobre e bonito o sentimento de gratidão, mas nos ensinaram que temos uma dívida com quem nos faz ou nos dá algo de bom.
Isso nos escraviza ao benfeitor e ele nem sabe disso na maioria das vezes. Você não deve nada a ninguém.
Ninguém deve nada a você. Somos todos canais por onde passa a energia doadora do Universo.
Não somos nós que doamos, mas sim a Providência Divina, que doa através de nós.
Somos todos ferramentas da Mão de Deus para auxiliar aqueles que necessitam do nosso auxílio.
Quem ajuda ou ajudou você é uma dessas ferramentas.
Você também é uma delas. Seja grato, sim, mas não se escravize nem queira escravizar.
A maior parte dos escravos não amava seus "donos". Simplesmente ame.
Ame a quem o ajuda, certo de que ele se sentirá mais confortável assim, com ele próprio e com você.
Dessa forma não há o dominado nem o dominador. Há em nós a certeza de que um dia deixaremos este mundo.
É a única certeza que temos sobre o futuro.
Cuidemos para que nossa alma volte à Nação de Origem assim como veio: livre de compromissos e de escravismo.
Que ela retorne plena da verdadeira gratidão e do mais gratificante de todos os sentimentos: o Amor.

Querida Mãe, hoje é o seu aniversário, e esta é mais uma oportunidade para eu reafirmar o grande amor que sinto por si. Não quero falar de gratidão ou coisas assim, pois a gratidão e o respeito, simplesmente, seriam muito pouco para definir a extensão e a profundidade dos sentimentos que o meu coração, alma e pensamento nutrem por si.
Não é porque hoje é um dia especialmente marcado no calendário que eu lhe digo isto. É que, de repente, senti uma necessidade profunda de expressar o conforto que sinto ao lembrar-me de si. Mais do que me ter dado à luz, a mãe é a verdadeira luz da minha vida e a única mulher que, definitivamente, saberá – como sempre soube – acolher-me com carinho em qualquer circunstância...
Saiba que a recíproca é verdadeira e que, enquanto eu viver, o meu coração reservará o seu mais nobre comodo para guardar as lembranças que tenho da mãe, assim como a minha casa terá sempre espaço para abrigá-la e recebê-la.
Como já disse, não são as convenções marcadas no calendário que me motivam a dizer o quanto a mãe é importante. O que me motiva a expressar este sentimento é a necessidade de tornar mais explícita essa relação de amor profundo que, na verdade, deveria servir de exemplo para todos os que prezam a vida e agradecem a Deus por esta dádiva. Porque, afinal, se estou aqui e feliz, é porque Ele permitiu que eu estivesse, por meio de si, mãe, que é o mais nobre dos instrumentos da Criação.
Por tudo isso é que eu gostaria muito, mas muito mesmo, que este dia especial transcorresse da forma mais tranquila e bela possível e que a mãe tivesse, realmente, um Feliz Aniversário! Que a mão de Deus a guie e proteja por muitos e muitos anos!