Declara����es - Mensagens

Amor verdadeiro é símbolo mágico, é encontro de almas conhecidas, almas antigas, é demonstrar a paciência e a alegria, em pequenos gestos, em grandes encontros, é alimentar a semente da felicidade em gotas de doçura, de apoio e acalanto, de companhia e conforto.
Quem conhece o amor verdadeiro jamais se engana com palavras fúteis ou promessas vagas, pois o verdadeiro amor não tem preço, não se encontra na esquina, nem se reserva na próxima estação.
É hora certa para momento oportuno, pois encontro marcado a vida reserva no próximo ponto, e assim se reconhece quando o amor verdadeiro bate a sua porta.
Ele é generoso, simples e sente a paz ao seu lado, pois almas antigas se reconhecem pelo olhar, pelo coração, pelo som mágico que declara assim que acontece.

Olhos estremecidos Coração palpitante Declarações sem sentidos, Flores sem perfumes Pensamentos imaturos Gestos inocentes.
A mulher é inocente demais Ela se entrega, Mergulha numa ilusão Sem pensar nas consequências.
Se declara Sem temer a solidão.
No final se desilude Se rende a dor de um amor.
Joga pro alto seus sonhos E vive em funções de lembranças.
Se nega a sorrir.
Anos se passam, O corpo diz não Mas a alma e o coração dizem sim.
A alma de uma mulher É extremamente sensível, Ela comanda verdadeiros sentimentos.
Sentimentos incompreensíveis, Sentimentos secretos, Sentimentos sonhados Por uma alma de mulher.

Na China havia um garoto pobre que desejava muito um cavalo. Um dia o dono de uma cavalaria, sabendo do seu desejo, deu a ele um potrinho.

Um vizinho, tomando conhecimento do ocorrido, disse ao pai do garoto: - Seu filho é de sorte - Por que?, perguntou o pai. -Ora, disse ele, -seu filho queria um cavalo e ele ganha um potrinho. Não é sorte? - Pode ser sorte ou pode ser azar!, comentou o pai.

Um dia o cavalo foge. O vizinho, chegando ao pai do garoto falou: - Seu filho é de azar- Por que?, perguntou o pai. - Ora, disse ele,- seu filho queria um cavalo e ele ganha um potrinho. Agora o animal que tanto ele gostava fugiu. Não é azar? -Pode ser sorte ou pode ser azar!, comentou o pai.

O tempo passa e um dia o cavalo volta com uma manada selvagem. O menino, agora um rapaz, consegue cercá-los e fica com todos eles. Observa o vizinho: - Seu filho é de sorte! Ganha um potrinho, cria, ele foge e volta com um bando de cavalos selvagens. -Pode ser sorte ou pode ser azar, respondeu novamente o pai.

Mais tarde, o rapaz estava treinado um dos cavalos, quando cai e quebra a perna. Vem o vizinho.- Seu filho é de azar! O cavalo foge, volta com uma manada selvagem, o garoto vai treinar um deles e quebra a perna.
- Pode ser sorte ou azar insiste o pai.

Dias depois, o reino onde moravam declara guerra ao reino vizinho. Todos os jovens são convocados, menos o rapaz que estava com a perna quebrada. O vizinho. - Seu filho é de sorte...

Assim é na vida, tudo que acontece pode ser sorte ou azar. Depende do que vem depois. O que parece ser azar num momento, pode ser sorte no futuro.

Por que tem que ser assim...
A gente Ama, se declara, promete mundos e fundos
E de repente sem mais nem menos...
Percebemos que não era o que esperávamos!
Percebemos que mais uma vez falhamos!
Quem te enchia de beijos, passa a não olhar mas na sua cara
E a quem você prometeu amor eterno!
Não é mais nem seu Amigo(a)!
Sabe por que tudo isso acontece?
Porque somos precipitados!
Precipitados ao dizer que amamos!
Precipitados ao assumir um relacionamento
Que muitas vezes não deveria ter saído
Dos beijos, dos passeios e dos encontros nos fins de semana!
Então quando a Paixão toma conta do nosso corpo, da nossa mente!
Dizemos palavras e depois nos arrependemos...
Fazemos juras de AMOR, quando não se é amor! É apenas uma Paixão!
E quando acordamos para realidade...
Quando a paixão passa...
O Príncipe Virou Sapo!!!

Conquistar a honra não é senão revelar as virtudes e os valores do homem, sem desvantagens; porque alguns procuram e solicitam a honra e a reputação, mas nas suas ações deixam muito a desejar; tais homens são daqueles a respeito dos quais se fala muito, mas que no fundo ninguém admira; outros, pelo contrário, escurecem as suas virtudes na aparência, para que sejam sobrevalorizadas na opinião. Aquele que concretiza uma coisa que nunca tinha sido tentada antes, ou que tinha sido abandonada depois da tentativa, ou realizada em melhores circunstâncias, ganhará com isso maior honra do que se tiver efetuado uma coisa de maior dificuldade, ou de maior mérito, em que tivesse já havido um precursor. Se um homem regula as suas ações de maneira a satisfazer em algumas todos os partidos ou agrupamentos, maior conceito de elogios haverá de obter.

Mau gerente da sua honra será aquele que empreenda uma ação cujo insucesso lhe possa causar desgraça maior do que a glória que lhe adviria do sucesso. A honra que é recebida e que vai se quebrar sobre outrem é a que tem mais brilhantes reflexões; como os diamantes talhados com várias faces. Por isso deve o homem se esforçar por ultrapassar os seus êmulos em questão de honra, e, se puder, atirar mais longe com o mesmo arco.

(...) A inveja, que é o cancro da honra, é bem aniquilada pelo homem que declara ambicionar mais o mérito do que a fama, e atribuir os seus êxitos mais à providência divina e à felicidade do que às próprias virtudes e habilidades.

Francis Bacon

Ei, seu tonto, será que você não pode me olhar com olhos de devoção porque eu estou aqui quase esmagada com sua presença? Não, não dá pra dizer isso.
Será que você pode me abraçar como se estivéssemos caindo de uma ponte porque eu estou aqui sem chão com sua presença? Não, você não pode dizer isso.
Será que você pode me beijar como um beijo de final de filme porque eu estou aqui sem saliva, sem ar, sem vida com a sua presença? Definitivamente, não, melhor não. Amor não se pede, é uma pena. É triste amar tanto e tanto amor não ter proveito.
Tanto amor querendo fazer alguém feliz. Mas amor, você sabe, amor não se pede. Amor se declara: sabe de uma coisa? Ele sabe, ele sabe.