Atitude - Mensagens

O menino olhava a avó escrevendo uma carta.

A certa altura, perguntou:
- Você está escrevendo uma história?
A avó parou a carta, sorriu, e comentou com o neto:
- Estou escrevendo sobre você, é verdade. entretanto, mais importante do que as palavras, é o lápis que estou usando. gostaria que você fosse como ele, quando crescesse.
O menino olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial.
- Mas ele é igual a todos os lápis que vi em minha vida!
- Tudo depende do modo como você olha as coisas. Há cinco qualidades nele que, se você conseguir mantê-las, será sempre uma pessoa em paz com o mundo.

Primeira qualidade: você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma mão que guia seus passos. Esta mão que podemos chamar de deus, deve sempre conduzi-lo em direção à sua vontade.

Segunda: de vez em quando, eu preciso parar o que estou escrevendo,
e usar o apontador. isso faz com que o lápis sofra um pouco. Mas, no final, ele estará mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor.

Terceira: o lápis é companheiro da borracha para apagar o que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa não é necessariamente algo ruim...

Quarta: o que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você.

Quinta: o lápis sempre deixa uma marca...

Portanto, lembre-se: tudo o que você fizer na vida, irá deixar traços...
Por isso, procure ser consciente de cada ação e que os seus desenhos sejam lindos!

São as palavras e atitudes que mostram o caráter do ser humano.
Nossas atitudes escrevem nosso destino. Nós somos responsáveis pela vida que temos.
Culpar os outros pelo que nos acontece é cultivar a ilusão.
A aprendizagem é nossa e ninguém poderá fazê-la por nós, assim como nós não poderemos fazer pelos outros.
Quanto mais depressa aprendemos isso, menos sofreremos.
Cada pensamento nosso, no qual colocamos crédito, provoca uma atitude.
Nossas atitudes são frutos de nossas crenças. Agimos de acordo com elas.
Cada atitude nossa movimenta as energias ao nosso redor e promove uma reação.
É como quando estamos dentro de uma piscina... Qualquer gota movimenta a água universal, como quando estamos dentro da água, cercados de energia.
São nossas atitudes que lhes dão padrão e as projetam para o futuro, provocando reações dentro do sistema que reage e responde, devolvendo o resultado.
Toda atitude nossa tem, portanto uma resposta da vida.
Mas como ela age sempre pelo melhor, essa situação não é definitiva.
Quando modificamos nossas atitudes elas apagam e substituem àquelas energias negativas que emitimos anteriormente, por novas e melhores agora.
Se não consegues em tua vida seja boas as tuas atitudes... Cuida que sejam boas as tuas palavras.
Nossas palavras são filamentos sonoros revestidos de nossos sentimentos, e nossas atitudes são o resultado de expressões assimiladas e determinadas pelo nosso comportamento mental.
Que brilhe a paz em nossos corações. Que saibamos utilizar as palavras e rever nossas atitudes!

1. Transforme os lamentos em decisões. Deixe a atitude passiva de lado e assuma para si a responsabilidade de promover mudanças.

2. Escolha objetivos possíveis, mesmo que você tenha que conquistá-los pouco a pouco. Metas inatingíveis são o caminho mais fácil para a frustração e uma nova recaída na auto-estima.

3. Trabalhe seu auto-conhecimento questionando sobre seus valores e analisando o que é realmente importante para você. Isto vai ajudá-lo a tomar decisões e mudar atitudes.

4. Assuma seus defeitos e se aceite do jeito que você é. Não se trata de ser acomodado, pelo contrário. Tente melhorar o que for possível, mas não exagere buscando perfeição em tudo. Essa busca é infinita, e você pode estar desperdiçando tempo e esforços que poderiam ser dedicados a outras atividades mais produtivas e prazerosas.

5. Encare o fracasso como algo normal. Aproveite-o como uma lição valiosa para encarar os novos desafios, e não como prova de incapacidade.

6. Expresse suas opiniões, desejos. Por outro lado, respeite as opiniões de outras pessoas. Respeitar não significa que você deva concordar necessariamente com elas.

7. Diversifique e amplie suas relações.

8. Pequenas atitudes podem significar muito: um telefonema, uma festa com os amigos, arrumação do quarto, etc.

Atenção:

1. Dê um passo de cada vez. Querer resolver tudo de uma vez na maioria das vezes não é uma atitude realista.

2. Não caia na tentação do álcool para esquecer os problemas e obstáculos. O melhor é enfrentá-los de forma otimista, sem subestimá-los ou, ao contrário, achar que são intransponíveis.

Quando é que se reconhece a grandeza do ser humano? Não é quando ele dá esmola para o menino de rua, quando pára o carro em frente à faixa de pedestre ou quando oferece carona num dia de chuva.
Essas atitudes reforçam para nós mesmos a ideia de que, sim, somos gente fina. Mas é fácil ser gente fina reproduzindo atitudes padrão. Difícil é ser grande diante do assombro, diante do inesperado, diante do desconhecido.
Acho que entre todos os grandes gestos, o perdão é o maior deles. Em primeiro lugar, o perdão é fruto do erro de alguém, e quanto maior este erro, maior a grandeza de quem, atingido, se dispõe a passar por cima da própria dor e levar a vida adiante. E o perdão torna-se ainda mais digno porque ninguém se prepara para perdoar.
É mentira quando alguém diz: eu perdoo tudo. Este tudo não pode ser mensurado previamente Não se sabe de antemão o tamanho do golpe. Não se pode prever nossa reação diante do difícil reconhecimento de que alguém falhou conosco. É fácil desculpar um atraso, um esbarrão, um esquecimento, mas o tamanho do perdão é proporcional ao tamanho do erro: estes são exemplos de perdões fáceis, corriqueiros. Difícil é perdoar o trágico.
O Papa João Paulo II perdoou o turco que lhe deu um tiro anos atrás. O Papa é o representante maior de Deus na terra, não se espera dele outra atitude, ainda que tenha surpreendido muita gente. Mais surpresos ficamos com aqueles que não vestem nenhum tipo de batina e também perdoam os que tiraram a vida de seus irmãos, filhos, pais. Eles não aceitam, mas compreendem. Compreendem a miséria humana, compreendem as atitudes impensadas.
São considerados perdedores por causa disso. E nós, ganhamos o quê não compreendendo? – O perdão é prova de entendimento absoluto, principalmente de si mesmo. Não perdoar é isolar o outro, perdoar é entrar no jogo com ele, participar do problema, e não julgá-lo como se estivéssemos imunes à mesma fraqueza. O perdão é o gesto mais elevado que há. Tão elevado que poucos chegam lá.

1. Mexa-se
Diante das adversidades, não fique lamentando, queixando-se ou tendo pena de si mesmo. Haja!

2. Mantenha o controle
Não se desespere, não perca o poder sobre as suas atitudes, não perca o equilíbrio mental e sobriedade. Mantenha-se racional.

3. Abrace as mudanças
Não tema as mudanças. Mesmo quando elas são necessárias e não planejadas ou desejadas, elas podem trazer um cenário positivo. Enfrente as mudanças com coragem.

4. Seja gentil
Você nunca sabe o que as pessoas que estão à sua volta estão passando. Procure ser sempre gentil. Gentileza gera gentileza e respeito. Uma pessoa respeitável é uma pessoa forte.

5. Não seja impulsivo
Antes de tomar uma atitude, reflita! Pense de modo racional o que esta atitude representa em sua vida, os impactos que pode causar, os aspectos positivos e negativos. Calcule sempre os ricos e não seja impulsivo.

6. Comemore as suas conquistas e a dos outros
É sempre mais feliz comemorar as nossas conquistas, mas cultive também a alegria com o sucesso dos outros. Pense no sucesso dos outros como um estímulo para você conquistar os seus objetivos.

7. Assuma os seus erros
É errando que se aprende, e faz parte deste processo assumir e se reconciliar com os próprios erros. Assuma os seus erros e busque repará-los, corrigi-los, aprender com eles e não repeti-los.

8. Aproveite o seu tempo sozinho
Muita gente não sabe ficar sozinho, mas o tempo em que estamos sós pode ser muito produtivo e importante para a nossa vida interior, é um tempo em que podemos nos dedicar apenas a nós, aos nossos pensamentos. Não tenha medo de ficar sozinho.

9. Pense positivo
O pensamento negativo não é produtivo. Não se apegue a pensamentos negativos, seja um otimista realista.

10. Reflita sobre os seus progressos
Faça um acompanhamento regular dos seus progressos e quão mais perto você está de suas metas. Aprenda a valorizar cada pequena conquista e enxergar isso como um passo importante para chegar onde você deseja.